Você consegue desacelerar seu ritmo de trabalho?

A dica de hoje foi dada por Seth Godin em seu blog.

A dica de hoje foi dada por Seth Godin em seu blog.

E se você passasse 1 dia por semana (que seja 1 dia por mês), sem fazer reuniões, sem atender o telefone e sem checar o email?

O que aconteceria?

Você consegue enxergar os benefícios disso a sua saúde e até a sua performance no trabalho?

__

Lembre-se do post: Não precisa abraçar o mundo, tenha momentos para descansar.

Receba dicas de empreendedorismo assinando nosso RSS ou seguindo-nos no Twitter: @empreendemia

  • uHuu… to fazendo isso agora..! Experimentando os benefícios de estar de botas pro ar!

  • Para aqueles que como eu achavam que devem levar um ritmo alucinante de trabalho, podem ter a certeza que depois na UTI vão ter tempo para pensar melhor.
    Se sobreviverem talvez ainda possam voltar a trabalhar, mas são poucos pois a grande maioria precisará constantemente de ajuda para tudo.
    Vá com calma e cuide da saúde.

  • Anônimo

    domingo é um dia que sempre faço isso, vou à praia, cinema, encontro os amigos. procuro não ligar o computador e curtir os momentos.

  • moro na Praia de Pipa e trabalho bastante, mas sempre que posso dou uma passada pela praia, tambem tento manter os domingos como dia fora do trabalho, o que é bastante dificil já que trabalho por conta própria.

  • vamos relaxar

  • A algum tempo, tenho feito um grande esforço para me monitorar e evitar ao máximo assumir atividades que, mesmo em hora extra, eu imagino que não conseguirei realizar, para evitar que me proibam de dormir pelo menos as 8 horas diárias. Por experiência tenho notado que, é possível em qualquer situação, negar atividades que você não poderá realizar em seu período normal, melhorando a qualidade do seu trabalho inclusive, levando em conta que você fará as coisas com mais concentração e menos preocupação.

    Dai muitos me dizem: Se eu negar atividades no meu trabalho, muito provavelmente serei substituido.
    E para isto eu respondo: Se você realmente fizer um trabalho único, ou seja, com características diferenciadas (e isto é possível em qualquer trabalho, até mesmo em um entregador de frutas), você não será demitido de maneira alguma, principalmente se você souber mostrar o diferencial, inclusive ajudando sua empresa a encontrar alternativas para não sobrecarregá-lo e dividir os trabalhos com outras pessoas, ou negociar os prazos com seus clientes.

    E se ainda assim você disser: NÃO, minha empresa exige que eu assuma atividades extras que completem quase as minhas 24 horas do dia.
    Dai eu lhe digo: Talvez você não esteja trabalhando no lugar certo para você, e é hora de concentrar seus esforços extras em procurar uma outra empresa que tenha mais maturidade para aproveitar seu potencial de uma forma mais inteligente.

    Resumindo:
    1) Saiba os seus limites e suas necessidades como ser humano;
    2) Apoie sua empresa a entender isto, e sugira alternativas para diminuir a sobrecarga;
    3) Lembre-se que sua relação com a empresa, e um “negócio”, ou seja, saiba identificar quando este negócio não é mais lucrativo para você, principalmente na relação lucratividade x qualidade de vida.
    4) Se a empresa for sua: Talvez seja hora de repensar sua estratégia de negócio, pois não adianta de nada ganhar muito dinheiro, e ter que gastá-lo por inteiro com tratamentos de saúde, ou ainda deixá-lo para que os outros gastem por você.

    Um abraço a todos!
    Fernando Lunelli