vendas online: mulher com um mobileZenklub, uma plataforma de atendimento psicológico 100% online.

">

Vendas online: 6 dicas para aumentar suas vendas!

Atualmente, comprar online é uma tarefa que já se tornou comum para uma parcela da população brasileira.

Atualmente, comprar online é uma tarefa que já se tornou comum para uma parcela da população brasileira.

Com lojas de todos os tamanhos ofertando seus produtos na internet, a comparação de preços é mais fácil e, muitas vezes, é possível conseguir ótimas ofertas em plataformas do tipo.

Para quem tem uma loja do tipo, o desafio é sempre conseguir mais vendas de modo a tornar o negócio cada vez mais lucrativo e mais rentável.

A boa notícia é que algumas medidas simples têm grandes impactos nesses resultados, fortalecendo o negócio.

Quer saber quais são elas? Então continue lendo e aprenda a aumentar suas vendas no ambiente online.

5 motivos para se ter uma loja online.

Em 2015, houve um crescimento de mais de 20% no número de endereços destinados ao comércio virtual.

Mesmo na crise, o e-commerce continua crescendo e faturando. Mesmo em uma situação financeira adversa, o e-commerce brasileiro viu o faturamento aumentar em 1% no primeiro trimestre de 2016.

O motivo? Os benefícios de ter uma loja online. Dentre as justificativas para ter uma loja do tipo estão questões como:

Não exige estrutura física

O primeiro motivo é justamente o fato de que uma loja online não precisa, necessariamente, ter a mesma estrutura física de uma loja tradicional.

Embora seja, sim, necessário ter atenção a questões como estoque e área de administração, muitos desses processos podem ser feitos em locais mais baratos.

Os pontos comerciais não precisam ser tão atrativos e, com isso, não são tão caros, o que aumenta a lucratividade do negócio.

Esse fato também é relevante para negócios que desejam começar com um investimento menor, já que não é necessário pensar em questões como mobília e decoração da loja.

O e-commerce vem ganhando espaço

Com o aumento do acesso à internet e a popularização das compras online, o e-commerce vem ganhando espaço — inclusive muitas vezes em relação a lojas físicas.

A conveniência de compra e a grande variedade de ofertas sem sair de casa atraem muitos consumidores para esse tipo de aquisição.

Em 2015, uma pesquisa revelou que 4 em cada 10 brasileiros fazem compras virtuais e a expectativa é que esse número continue aumentando ao longo dos anos, gerando uma oportunidade de negócio.

As vendas acontecem a qualquer momento

O crescimento do e-commerce, inclusive, também está ligado à sua conveniência.

Mais do que isso, há um benefício para ambos os lados: o fato de que as compras podem ser feitas a qualquer momento.

De um lado, o cliente pode adquirir o que quiser no momento em que lhe for mais conveniente sem precisar ficar preso ao horário comercial.

Do outro lado, o lojista virtual não precisa garantir um atendimento 24 horas, concretizando vendas mesmo em um período fora da sua atuação diária.

O alcance é maior

Ao ter uma loja física, por melhor que sejam os esforços de promoção, o negócio fica limitado a um raio de atuação.

É muito improvável que pessoas de locais muito distantes dirijam-se à loja ou sequer saibam que ela existe. Com isso, há uma limitação do alcance.

No caso do e-commerce, a situação muda de figura.

Se as entregas acontecerem nacionalmente ou mesmo dentro de um estado específico um número muito maior de pessoas pode conhecer, adquirir e receber os produtos.

Isso oferece a possibilidade de aumento de faturamento de maneira geral.

Há mais controle nos resultados

Em uma loja física, ainda não é viável medir quantas pessoas entraram na loja, quantas pararam em frente a uma vitrine ou quantas tocaram em determinado produto.

Por outro lado, com o e-commerce é possível saber quantas pessoas visitaram a loja, quantas abandonaram o carrinho, quais foram os produtos mais clicados e assim por diante.

O resultado é que existe maior controle dos resultados de vendas, o que permite o desenho de estratégias mais efetivas de vendas.

Como funcionam as vendas online

As características únicas das lojas virtuais fazem com que o processo de vendas seja diferente nesse tipo de comércio. Nesse sentido, tudo começa com a visita do cliente ao endereço da loja em questão.

Lá, normalmente ele encontra um catálogo com todos os produtos em ofertas individuais. PS produtos são adicionados a um carrinho ou cesta de compras virtual.

Ao finalizar a escolha de produtos, o cliente deve se dirigir para o check-out.

Se ainda não for cadastrado, deve fazer um cadastro de informações para a entrega do produto e da cobrança.

Em seguida, se aplicável, há o cálculo do frete e o uso de cupons de desconto.

Depois, o cliente escolhe qual é o seu meio de pagamento.

Se for boleto bancário, a confirmação pode demorar alguns dias úteis, mas por cartão de crédito ou transferência bancária normalmente a confirmação acontece em algumas horas.

Partindo para dentro do negócio, uma vez que o pedido é confirmado há a preparação para a entrega.

Os dados do cliente são reconhecidos e o produto, separado. Depois de embalar corretamente, o item é enviado pela forma de entrega escolhida pelo cliente, caso seja possível.

A partir da compra, o cliente tem garantido o direito de desistir da compra até 7 dias após a sua realização, ainda que não haja defeitos ou problemas.

Se tudo estiver conforme as especificações, não ocorre a logística reversa e o cliente passa a ter seu produto em mãos.

Como dá para notar, o processo é bem diferente do processo de entrar em uma loja física, escolher o produto, interagir com um vendedor, pagar e sair com ele em mãos.

Em geral, o processo é mais autônomo e mensurável, mas também há mais preocupação com a persuasão de vendas.

Os 3 maiores erros nas vendas online

Apesar de todos os benefícios envolvidos no varejo virtual, alguns descuidos podem fazer com que os clientes não finalizem as compras. Os 5 maiores deles são:

Possuir pouca ou nenhuma segurança

Por mais que o e-commerce venha ganhando cada vez mais popularidade, as pessoas ainda têm certos receios com a compra online.

Não é para menos: em uma loja virtual o cliente fornece informações pessoais importantes e, algumas vezes, até mesmo dados bancários e do cartão de crédito.

Por isso, há o medo a respeito de fraudes e roubos em geral. Se a sua loja não oferece muita ou nenhuma segurança, o resultado é que os clientes preferem não comprar a se arriscar.

Não ter um certificado digital válido, não contar com meios de pagamento seguros e não oferecer uma política de trocas só afasta os clientes da sua loja.

Descuidar do estoque

O estoque continua sendo importante para uma loja online tanto quanto para uma loja física.

Ele permite que os clientes possam comprar no momento em que chegam à loja, ainda que virtualmente.

Se a gestão não se preocupa com o estoque, ele pode ficar grande demais e gerar perda de dinheiro.

O maior problema, entretanto, está em um estoque muito pequeno.

Uma quantidade insuficiente de itens leva ao desabastecimento, o que queima uma oportunidade de vendas que estava perto de ser concretizada.

Como outra loja está distante apenas alguns cliques ou toques de distância, ao não ter produtos em estoque você perde vendas e abre espaço para a concorrência.

Ter uma logística ineficiente

A verdade é que não adianta ter os produtos em estoque se eles vão chegar errados, atrasados ou mesmo estragados na casa do seu cliente.

A logística precisa ser planejada de tal forma a oferecer o melhor resultado possível de compra, oferecendo uma ótima experiência para o cliente.

Quando a logística é ineficiente, entretanto, o resultado é exatamente o oposto, o que acaba gerando insatisfação para o cliente.

Além de não retornar, o cliente insatisfeito se torna detrator do negócio, afastando outras oportunidades de negócio.

6 dicas para aumentar as vendas online

Sem vendedores, o seu comércio virtual precisa utilizar todo tipo de estratégia benéfica para aumentar as vendas de maneira consistente. Veja algumas dicas para conseguir mais vendas:

Facilite a experiência do consumidor

Conseguir que o cliente navegue entre as ofertas e coloque produtos no carrinho é importante, mas não o suficiente.

O cliente precisa concluir e pagar pela compra e é nesse momento que muitas lojas virtuais falham.

Para não engrossar as estatísticas, facilite a experiência do consumidor como um todo.

Tenha um site intuitivo, de fácil navegação, com uma busca de qualidade e que não deixe o cliente se perder.

Isso colabora para melhores resultados de venda já que descomplica um processo que deve ser simples por natureza.

Invista no mobile

Parte dessa simplificação do processo de compra deve incluir o investimento no mobile.

Isso se deve a um motivo simples: cada vez mais pessoas usam dispositivos móveis para realizar compras online.

O Brasil, por exemplo, tem uma média de 34% de compradores virtuais utilizando dispositivos móveis quando a média mundial é de 33%.

Por isso, é importante pensar em um layout que se adapte aos diferentes tipos de tela e modos de acesso.

Para melhorar ainda mais a experiência vale a pena considerar lançar um aplicativo próprio oferecendo segurança e praticidade.

Elabore campanhas de marketing digital

Para conseguir mais vendas você também deve gerar mais oportunidades de negócio, certo? Para isso, é relevante utilizar o marketing digital como um aliado nesse processo de aumento das vendas.

Criar campanhas de qualidade e segmentadas aumenta a exposição da sua loja e consegue gerar uma reputação melhor e mais transações concluídas.

Ao utilizar links e publicações patrocinadas, por exemplo, você pode conseguir chamar a atenção de quem faz determinadas buscas ou usa algumas redes sociais.

Por falar nelas, as redes sociais também são ótimas formas de criar um relacionamento com os clientes, além de divulgar ofertas e conteúdo para um marketing de relacionamento.

Estar presente em diferentes canais e usar conteúdo em formas distintas, como vídeos e textos, também ajuda na conversão.

O e-mail marketing, por sua vez, é uma das ferramentas mais efetivas para lojas virtuais, permitindo uma comunicação direta com o cliente e o envio de ofertas personalizadas, favorecendo o fechamento das vendas.

Tenha anúncios atrativos e completos

Atraiu possíveis clientes para a sua loja virtual? Então é importante que eles encontrem um ambiente adequado para as compras com anúncios atrativos e completos.

Para ficar mais claro, basta encarar cada página de anúncio como uma parte da vitrine.

Fotos profissionais, descrições atrativas e dados técnicos completos, preços claros e cálculo de frete facilitado são formas de conseguir convencer o cliente a realizar a compra de uma vez por todas.

Ofereça diferentes opções e condições de pagamento

Não adianta tentar fugir: os clientes querem variedade de formas de pagamento.

Alguns clientes querem utilizar o boleto bancário, enquanto outros querem fazer um pagamento pelo PayPal e outros, diretamente pelo cartão.

Por isso, se você ainda não oferece, é hora de começar a pensar em oferecer novas opções para que seus clientes paguem a compra.

Além dos meios de pagamento é também relevante que você considere as condições de pagamento.

Oferecer um pagamento parcelado, por exemplo, pode não fazer sentido para itens muito baratos, mas é especialmente importante para itens mais caros. Assim, você aumenta a atratividade da sua loja.

Aumente a transparência

A compra virtual é, de certa maneira, uma compra feita às cegas. Por isso, o fator “confiança” está muito envolvido no processo de tomada de decisão.

Para estimular a confiança com o cliente, o fundamental é aumentar a transparência.

Identifique claramente o prazo estimado de entrega, permita que o cliente calcule de antemão o valor do frete e tenha uma política de segurança de dados, de entrega e de trocas, o resultado é que o cliente fica mais inclinado a concluir a compra com sucesso.

Ter uma loja virtual é uma ótima possibilidade de negócio devido a suas características que exigem uma estrutura menos enxuta do que lojas físicas e que oferecem mais conveniência de compra.

Para ter bons resultados é especialmente importante evitar os erros mais comuns do processo e desenvolver uma estratégia de aumentar as vendas, que vai desde facilitar a experiência do consumidor até aumentar a transparência.

Sendo um empreendedor digital, o caminho traz oportunidades e ameaças que devem ser evitadas. Por isso, aproveite para conhecer quais são as coisas que você deve saber antes de virar um empreendedor digital.