pessoa fazendo o sumário executivo

Entenda como fazer um sumário executivo do plano de negócios

Sumário Executivo vai ser a vitrine do que o seu leitor pode encontrar mais detalhadamente ao longo de todo plano de negócio.

O Plano de Negócios (Business Plan) é uma ferramenta de gestão muito importante, seja para uma empresa iniciante ou de mais maturidade. O principal objetivo em contar com um Plano de Negócios é ter ajuda no planejamento das ideias, no acompanhamento das mesmas e na previsão de riscos. Para que tudo isso funcione, o plano precisa ser bem estruturado. Sendo assim, você precisa garantir uma boa credibilidade a ele.

Não existe um modelo único, cada empreendedor deve construir o que for melhor para o seu negócio. É apenas essencial que o Plano de Negócios seja feito de acordo com o perfil do público que você deseja atingir — investidores, instituições financeiras, potenciais sócios, parceiros etc.

O que vai definir se o que você construiu vai ser lido ou não é o seu Sumário Executivo. Ele será a vitrine do que o seu leitor pode encontrar mais detalhadamente ao longo de todo documento. Por isso, é imprescindível que ele seja feito de forma prática e objetiva. Confira 7 pontos que não podem faltar no momento de realizar o seu sumário!

Introdução

Nesse primeiro tópico constará um breve resumo do seu empreendimento. A linguagem a ser usada aqui é sempre mais descritiva. Entre os assuntos abordados podem estar:

  • o que é o seu negócio;
  • serviços e bens comercializados;
  • o que diferencia a sua empresa dos concorrentes.

O intuito é ser breve, afinal, é apenas uma introdução ao plano de negócios. Também deve ser capaz de “vender” a ideia e fazer com que o leitor fique interessado em continuar a descoberta do plano.

Lembrando que um plano de negócios, além de ajudar a se aprofundar em um projeto, pode ser usado para conquistar sócios, financiamentos e atrair talentos para a empreitada. Aumentando, assim, as chances de sucesso.

Mercado de atuação

Nenhuma empresa atua em uma “bolha”, muito pelo contrário, faz parte de um mercado complexo e em constante transformação. É preciso que o plano dê uma breve introdução a cerca do mercado em que vai atuar.

Nesse momento, é importante contar com pesquisas confiáveis sobre o problema que busca solucionar. Uma empresa que desenvolve soluções para Pets, por exemplo, poderia apontar que existem 30 milhões de animais abandonados.

O plano, no final das contas, também será uma demonstração de como esse problema vai ser solucionado de forma lucrativa, eficiente e escalável.

Ainda é possível falar rapidamente sobre como as atuais empresas abordam o mercado e em que ponto são ineficazes ao tentar solucionar o problema, e como a companhia irá aproveitar essa “brecha” para agir.

Equipe de trabalho

Como o próprio nome já diz, você deverá apresentar a sua equipe e os sócios da empresa. Quem trabalha com você para fazer esse projeto acontecer?

É interessante colocar informações sobre a experiência e os atributos de todos os que formam o seu time. O grande objetivo aqui é transparecer que vocês estão preparados para realizar o que está sendo proposto.

Um exemplo é “Paulo é sócio e chefe de projetos da empresa, formado em administração com extensão em gerenciamento de projetos. Possui 5 anos de experiência, com passagens por empresas de diferentes tamanhos”.

Como se pode observar, a apresentação também deve ser objetiva, mostrando apenas que os envolvidos possuem competência para entregar bons resultados.

Resumo financeiro

É o momento de destacar os principais dados financeiros apresentados no seu Plano de Negócios. É mais comum aqui indicar o fluxo de caixa zero ou o investimento inicial, os custos iniciais do projeto, as projeções de receita, se vocês buscarão investimentos externos etc.

Como esses dados serão apresentados detalhadamente em outros tópicos do plano, faça apenas resumos atraentes. Mostre porque o negócio e rentável e digno de investimento — de tempo, know-how ou dinheiro.

Existem várias ferramentas que podem ajudar em uma melhor gestão financeira e, com isso, gerar mais segurança no momento de apresentar seu negócio. É importante conhecê-las e aplicá-las.

Objetivo e metas do plano

Todo empreendimento nasce porque deseja chegar a algum lugar. Quais são as visões de longo prazo da sua empresa? Onde vocês querem chegar e em quanto tempo? Como vocês pretendem alcançar o proposto? É nessa seção do Sumário Executivo que você vai apresentar essas questões.

É importante definir um objetivo central, que mostre o que realmente se busca e que se assemelhe a um propósito, depois metas de curso e médio prazo. Nesse caso, as metas funcionarão como um passo a passo para o objetivo.

É interessante seguir um padrão conhecido como SMART. Consiste, na realidade, em um acrônimo de cinco competências básicas. Metas e objetivos devem ser: específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais.

Projeções em gráficos

Nenhum negócio ou projeto atrai parceiros, colaboradores e/ou investidores apenas com ideias. É muito mais eficiente apresentar fatos concretos que assegurem a viabilidade do que você deseja realizar. Isso gera mais transparência e transmite mais segurança ao leitor.

Além do mais, a apresentação de gráficos e tabelas faz com que a leitura seja mais atrativa por não apresentar somente um bloco de texto.

Dentre os principais tipos de gráfico, é possível destacar: pizza, barra, coluna e linhas. Eles podem ser criados no próprio Word ou ser recortados de pesquisas publicadas em sites ou revistas especializadas.

Transparência e credibilidade

Alguns empreendedores, no intuito de deixar o plano atraente, inserem informações que não existem ou que não são bem fundamentadas. Ai está um grande erro, que mais cedo ou mais tarde será descoberto.

É importante que todas as informações, ainda que no sumário, sejam abordados com clareza, transparência e credibilidade. Induzir pessoas ao erro — sejam possíveis sócios, investidores ou consultores — é um grande problema. Assim, os alicerces do empreendimento já estarão errado.

Parece muita coisa para o sumário, mas não é. É possível abordar todos os pontos aqui mencionados de forma objetiva e atraente, fazendo com que o leitor se interesse pelo restante do plano. No final das contas, o sumário é uma apresentação inicial, introduzindo o que será discutido nos próximos tópicos.

Conseguiu visualizar a importância de produzir um Sumário Executivo bem estruturado? Ele pode ditar a viabilidade do seu projeto!

Agora que você já sabe o que e como apresentar o seu Plano de Negócios, é preciso saber para quem apresentá-lo. Confira 9 tipos de sociedade empresariais que existem no Brasil!