profissionais de sucesso no computador

12 profissionais de sucesso que todo empreendimento moderno deve ter

Confira quais tipos de profissionais devem pertencer a um time de uma startup de tecnologia de sucesso

Muitos especialistas afirmam que os funcionários são grandes ativos de uma empresa. Quando falamos de uma startup, essa afirmação também é verdadeira já que a contribuição de certos profissionais se torna extremamente necessária, não só no que diz respeito aos aspectos comportamentais, mas também à parte técnica.

A escolha desse time pode envolver vários fatores, por isso, se você está pensando em empreender no segmento de tecnologia, veja estas dicas do Bernardo de Pádua, fundador e CEO da Quero Educação, empresa que administra o site Quero Bolsa.

Para ajudar aqueles que estão começando ou que buscam o sucesso em startups de tecnologia, você pode conferir neste post o tipo de profissionais que esse empreendimento de sucesso deve ter em cada um de seus estágios de crescimento e entender um pouco mais sobre o que é uma startup e quais são as principais características de um empreendimento como esse. Acompanhe!

Mas, afinal, o que é uma startup?

A definição do que é uma startup sofreu algumas mudanças conforme os anos foram se passando. Algumas pessoas defendiam que toda pequena empresa que começava a dar seus primeiros passos poderia ser considerada uma startup.

Outra linha sustentava que ela era uma empresa que lidava com algo inovador e crescia muito rápido, mas tinha custos baixos de manutenção.

Mas, a definição mais atual aceita pelos especialistas no assunto é de que uma startup é um grupo de pessoas em busca de um modelo de negócio repetível e escalável, funcionando em condições de grande incerteza.

Como você pode perceber, isso tudo envolve alguns conceitos, certo?

Ser repetível

Quer dizer que a empresa consegue entregar o mesmo produto em grande escala. Isso sem muitas customizações ou adaptações e vendendo o mesmo produto várias vezes, ou tendo esse produto sempre disponível não importa a demanda. Um exemplo usado pelo Sebrae para explicar esse conceito é o de venda de filmes.

Vender a mesma unidade de DVD várias vezes não é possível, afinal, é necessário fabricar um produto diferente a cada cópia vendida. Já com o modelo pay-per-view é possível ser repetível, porque esse mesmo filme pode ser distribuído para qualquer um que queira comprar nesse formato sem que isso tenha um impacto na disponibilidade ou no aumento do custo por número de cópias vendidas.

Ser escalável

Isso quer dizer que esse tipo de empresa expande cada vez mais, sem que isso influencie o modelo de negócio. Aumenta-se a receita, mas os custos vão subindo de uma forma bem mais lenta. Com essa matemática, a margem de lucro passa a ser cada vez maior e os ganhos cresçam cada vez mais.

Estar inserido em um cenário de incerteza

Isso quer dizer que não há como dizer se a empresa vai dar mesmo certo. Ao trabalhar com aspectos inovadores, fica difícil saber também se esse modelo de negócio vai gerar dinheiro.

Qual é a receita de sucesso de uma startup?

A receita do sucesso de uma startup é ter resiliência e flexibilidade. É preciso entender que, para o empreendimento dar certo, aquela capacidade de se recuperar facilmente ou se adaptar às mudanças deve ser um ponto forte daqueles que estão no comando e liderando as atividades.

É importante não desistir do negócio e ao mesmo tempo ser flexível para evoluir a sua ideia a todo momento Assim, é possível alcançar bons resultados. Conversar bastante com o seu cliente para entender a direção que o seu produto tem que evoluir é outro ponto que merece atenção. Você vai ter que estar disposto a dar o braço a torcer e não desistir no primeiro obstáculo.

E para que tudo isso aconteça, é preciso ter bons profissionais ao redor. Em cada estágio de crescimento de uma startup de tecnologia, é necessário ter por perto alguns profissionais, que você pode conferir a seguir:

Seed stage

Pode ser entendido como o início de tudo. Nas startups, é quando se faz e se valida o produto.

Esse é o começo do ciclo do empreendimento. Nele, o time de fundadores deve se conhecer bem e estar acostumado a trabalhar junto.

O ideal é que eles tenham um ótimo conhecimento técnico e não dependam de terceiros para desenvolver o seu produto. Quando falamos de uma startup de tecnologia que desenvolve sites, é necessário ter um desenvolvedor nesse time, por exemplo.

Além de pensar estrategicamente o negócio, coloca-se muito a mão na massa para que o empreendimento prospere. A figura do CEO, um diretor geral, é muito marcante nesse estágio.

Scale up ou Early stage

Período em que há uma profissionalização do produto. Aqui, a startup começa a gerar receita.

À medida que a empresa cresce, o time de fundadores precisa contratar profissionais de sucesso que sejam melhores que eles em atividades mais específicas. A ideia é que mais especialistas passem a integrar a equipe.

Quando falamos de uma startup de tecnologia, estamos nos referindo a áreas mais específicas como designers, programadores e desenvolvedores back-end e front-end.

Se o empreendimento tem uma relação com consumidor e está escalando, a contratação de profissionais de sucesso de marketing e vendas também é importante.

Growth stage

Estágio em que a startup já está faturando bastante, com o foco de crescer ainda mais a receita.

Se você está nesse estágio, a especialização acaba sendo ainda mais necessária. O desafio passa a ser a contratação de profissionais de sucesso ainda mais especializados e com grande experiência de mercado.

É importante lembrar que alguns profissionais com algum tempo de casa podem ser promovidos e liderar algumas equipes também. Todos alinhados com o propósito da empresa, para que não haja um choque de cultura com as novas contratações.

A figura de um CFO (Chief Financial Officer), em geral, passa a ser fundamental nesse estágio. Ele é o diretor financeiro, que comanda as finanças da startup e controla metas, objetivos e orçamentos.

Serão necessários também profissionais dos departamentos Administrativo e de Recursos Humanos, áreas que devem ser mais estruturadas.

Profissionais de sucesso de Marketing, mais especificamente de Branding, para posicionar a marca no mercado também são primordiais.

Gostou do conteúdo? Por onde você pretende começar a trilhar o seu caminho no seu empreendimento de sucesso? Comente aqui e divida com o Saia do Lugar os seus planos!

*Este guest post foi escrito por Natália Plascak Jorge, jornalista da Revista QB.