Preparando um futuro de empreendedorismo

Preparando um futuro de empreendedorismo

Este texto faz parte da coluna da Plataforma Brasil feito especialmente para os leitores do Saia do Lugar.

Este texto faz parte da coluna da Plataforma Brasil feito especialmente para os leitores do Saia do Lugar.

Esse texto tem endereço certo. É dirigido para aquelas pessoas que permanecem no ambiente corporativo como empregados, mas já sabem que ali não está o seu destino. Sentem que não nasceram para obedecer, tem dificuldades para seguir regras impostas por outras pessoas, e detestam jogos políticos ou fofocas de corredor.

Esse autoconhecimento ajuda muito, mas não resolve o problema. Antes da transformação ocorrer, além de um projeto viável, você precisará do mínimo de recursos para tirá-lo do papel, sem contar com algum meio de sobrevivência até que a nova empresa comece a gerar resultados.

Muitas vezes, o tempo entre a concepção da ideia (ou decisão de ser seu próprio chefe) e sua realização, pode superar as suas mais pessimistas expectativas.

Mas isso não é motivo para desistir (pode ter certeza, vale a pena).

Desta forma, independentemente da batalha que vai enfrentar para reunir os meios necessários e amadurecer o projeto (prepare-se eventualmente pode levar anos), alguma preparação pode ser colocada em prática imediatamente.

Trata-se, sobretudo, de uma questão de atitude.

Transformação

Foi pensando nisso que reunimos abaixo algumas dicas que podem ajudar você nessa transformação. Lá vai:

1- Fique atento a todas as oportunidades, informações e contatos que de alguma forma podem contribuir com o seu projeto.

2- Faça uma lista organizada dessas informações e “insights”.

3- Retome contatos antigos que eventualmente poderão oferecer alguma contribuição.

4- Tenha atenção especial com a sua rede de relacionamentos, ali podem estar presentes algumas soluções, oportunidades e até ameaças.

5- Se tiver alguém em vista para ser seu sócio ou parceiro estratégico, observe-o de longe.

6- No ambiente corporativo, evite comentar sobre os seus projetos. Isso pode atrair enorme resistência, ativar desafetos e até abreviar a sua permanência em uma fase na qual não pode prescindir do emprego, justamente por conta da grana que está guardando.

7- Faça tudo para ficar fora do jogo político corporativo. Ele toma tempo e geralmente não traz nenhuma contribuição.

8- Seja disciplinado e organizado com os horários. Com isso poderá contar com mais tempo livre para se dedicar a sua ideia.

9- Aprenda a guardar dinheiro, e comece a montar um colchão de segurança. Se possível viva com menos do que você ganha.

10- Observe na própria empresa onde trabalha, se não existem oportunidades de negócios para ex-funcionários.

11- Tenha coragem de perseguir os seus sonhos. Mas seja pragmático.

Boa sorte!

Gustavo Chierighini, da Plataforma Brasil

Para ler outros textos da coluna da Plataforma Brasil no Saia do Lugar, clique aqui.

Se você está pensando em começar o seu negócio, não deixe de como fazer o primeiro planejamento que sua empresa precisará.

  • Olá Luiz,

    Muito bacana as dicas citadas nesse post. Certas decisões as vezes nos deixam inseguros, mas ter atitude e não desistir do sonhos é fundamental!

    Abraços.

  • Alsnegocios

    Com certeza muitos se identificarão com esse texto, não se sentir feliz no ambiente de trabalho com certeza é um grande problema. É necessário que encontremos um caminho para mudar esse quadro e conseqüentemente manter a motivação.
    Talvez demore muito tempo, mas o essencial é correr atrás do seu sonho, mesmo que pareça impossível.

    http://www.alsnegocios.com.br

    Valeu.

  • Bom dia e feliz ano novo a todos!
    Sou leitor assiduo do saiadolugar.com.br e a partir das dicas e ensinamentos que li aqui, abri meu próprio negócio no ramo de anuncios de produtos e empresas nas páginas de busca do Google, tudo isso feito através da ferramenta do Google Adwords.
    Caso queiram conhecer os resultados deste tipo de divulgação deixo meu site:
    http://www.linkspatrocinados.biz

    Abraço a todos.

    Sérgio de Sousa