playlist e um fone de ouvido

Os hábitos musicais dos brasileiros no ambiente de trabalho

A maioria dos brasileiros tem uma playlist para escutar quando esta trabalhando, mas surge uma dúvida: música no ambiente de trabalho ajuda ou atrapalha?

Recentemente, LinkedIn e Spotify se uniram para tentar responder uma pergunta comum nos escritórios mundo afora. Afinal, música no ambiente de trabalho ajuda ou atrapalha?

Os resultados coletados por aqui pela rede profissional e pelo serviço de streaming mostram que 83% dos brasileiros escutam música durante o expediente. De acordo com o estudo, 41% destes trabalhadores utilizam fones de ouvido — uma questão de bom senso, visto que os gostos musicais, como a própria pesquisa mostra, variam bastante.

Algumas conclusões do estudo realizado no Brasil:

  • Coldplay é a banda favorita para se ouvir no trabalho;
  • 90% dos trabalhadores brasileiros acreditam que a música aumenta a produtividade no escritório;
  • 48% dos brasileiros preferem música pop. O rock é o preferido de apenas 22%;
  • Apenas 2% dizem que a música “não é algo apropriado” para o ambiente de trabalho;
  • Os setores que mais se sentem produtivos ouvindo música são TI e engenharia: 98% e 79% dos entrevistados, respectivamente.
  • Anitta e Wesley Safadão, embora sejam os artistas brasileiros mais tocados no Spotify, são considerados “inapropriados” para o ambiente de trabalho. A lista ainda segue com algumas duplas sertanejas da atualidade como Maiara & Maraísa e Simone & Simaria.
  • 23% se consideram “o DJ da empresa”.

Confira o infográfico com os artistas mais ouvidos no Brasil no trabalho:

mapa da playlist mais tocada no Brasil

O que você deve levar em consideração antes de apertar o “play”

Assim como a música desempenha um papel na formação da identidade social das pessoas, ela também contribui para as marcas profissionais dos indivíduos, ou seja, ela tem o poder de construir ou prejudicar uma reputação profissional e, como mostra este estudo, colegas de trabalho podem julgar uns aos outros por suas escolhas musicais no local de trabalho.

Antes de colocar sua playlist favorita nas caixinhas de som, converse com o seu gestor e com seus colegas para descobrir se existe uma política oficial da empresa sobre ouvir música durante o expediente. Algumas empresas incentivam esse tipo de prática, porém, outras são mais rígidas nesse sentido. O mesmo serve para os fones de ouvido: embora sejam considerados ideais, já que cada funcionário pode ouvir suas músicas de acordo com seu gosto, eles podem passar uma imagem de “antissocial”.

A principal dica é: respeito em primeiro lugar. Lembre-se de que todos têm opiniões diferentes sobre músicas, gêneros e artistas — e alguns preferem o silêncio. Fale com seus colegas antes de apertar o “play. Dificilmente você e eles concordarão 100% sobre determinada música ou gênero, então uma ideia é criarem playlists que contemplem o gosto musical de todos. Isso pode evitar brigas desnecessárias.

A playlist criada pelo LinkedIn com base no gosto dos trabalhadores brasileiros pode ser uma boa pedida — ela é bastante eclética: vai de Maroon 5 à Natiruts.

Meu trabalho precisa de foco total. Que tipo de música devo ouvir?

Um outro estudo, realizado pela agência WebpageFX, diz que, se você precisa se concentrar, seja para criar algo ou mesmo aprender, deve ouvir músicas instrumentais.

A explicação é que, quando você ouve música que contém letras, seu cérebro precisa processar dados auditivos em cima do que você está tentando fazer — criar ou aprender. A multitarefa pode fazer com que seu cérebro cometa erros sobre o que precisa armazenar e não consiga interpretar novas informações.

No meu caso, que produzo conteúdo e preciso de foco total, essa pesquisa faz total sentido. Desde que migrei para o home-office tenho ouvido músicas instrumentais de um subgênero do rock chamado post-rock enquanto trabalho. Pode parecer “loucura” minha, mas, tenho a sensação de que esse tipo de música aumenta a minha criatividade, fazendo com que as ideias apenas surjam em minha mente.

Se quiser sugestões do que ouvir nessa “vibe”, eu criei uma playlist chamada “Produtividade”.

São 8h30 de músicas instrumentais e eletrônicas que me ajudam diariamente. Para não enjoar, a dica é dar o “play” no modo aleatório. Assim, cada dia você ouvirá uma sequência diferente.

Então, gostou do conteúdo e está pronto para montar uma playlist para aumentar a sua produtividade? Não deixe de continuar aprendendo e confira nosso conteúdo Zona de conforto: 7 motivos pelos quais você deve parar de nadar em águas calmas!

Conteúdo produzido por um dos maiores influenciadores brasileiros do LinkedIn Matheus de Souza!

  • Jonatas Fróes Pereira

    Muito legal o estudo! Só gostaria de apontar um pequeno errinho no mapa do Brasil: na região Centro-Oeste, a banda Coldplay se repete em duas posições.