Os 3 passos para alcançar o “estado da arte”

Ser capaz de desenvolver um produto tão avançado tecnicamente a ponto de falar que ele é “o estado da arte em sua área” é o sonho de muitos empreendedores.

Ser capaz de desenvolver um produto tão avançado tecnicamente a ponto de falar que ele é “o estado da arte em sua área” é o sonho de muitos empreendedores.

O grande problema disso é que muitas vezes o inventor do produto constrói algo tão complexo que acaba sendo útil só pra quem tem o aprofundamento técnico de um especialista. Porém, o mercado que esse produto alcançará será bastante limitado e vai tudo por água abaixo.

Definitivamente “estado da arte” é diferente de “complexo”. Por isso listamos aqui 3 passos para ajudar empreendedores que querem alcançar o estado da arte em suas áreas, mas também não querem complicar a vida do seu cliente.

1- Desenvolva uma tecnologia para resolver um problema (e não que crie um novo)

Pelo menos 97,83% dos seus clientes não se importarão com a tecnologia utilizada pelo seu produto, desde que ele resolva o seu problema e não dê dores de cabeça a ele ou o faça gastar tempo aprendendo como usar o produto.

Algo com uso não intuitivo, por exemplo, tem grandes chances de não ir pra frente. Por isso, sempre tenha seu potencial cliente perto de você na hora de desenvolver um novo produto.

Pra variar, é uma questão de criar uma boa experiência ao seu cliente.

2- Saiba comunicá-lo de forma simples

Conseguir comunicar o seu produto (e pra quê ele serve) de uma maneira simples tem basicamente 3 vantagens:

  • Você gasta menos dinheiro depois orientando sobre o uso ou com devoluções;
  • As pessoas se lembrarão de você como uma solução ‘óbvia’ para aquele determinado problema e;
  • Um cliente que entende e usa facilmente o produto é um cliente feliz, que se torna um cliente fiel e, possivelmente, um entusiasta.

3- Invista muito tecnicamente

A tela do iPhone é o estado da arte em tecnologia de touch-screen e com certeza isso não foi desenvolvido do dia pra noite por qualquer pessoa.

Além de precisar de pessoas com um grande expertise técnico, é preciso também investir em pesquisas e testes para que a tecnologia “estado da arte” vire uma realidade.

Se quiser se aprofundar no assunto, dia 28/05/2011 começa o Mockup, nosso curso online sobre como começar sua empresa.

O curso será dado por nós e contaremos como foi nosso aprendizado desde a concepção da ideia da Empreendemia até dicas de sobrevivência pro dia-a-dia.

Se você quer começar sua empresa de base tecnológica ou quer reavaliar estratégias de crescimento, aproveite a chance de aprender com nossa experiência. Confira a grade do curso aqui.

Caso tenha alguma dúvida, veja mais informações ou mande um e-mail pra [email protected]

Abraços,

Luiz Piovesana (trabalhando pra manter o Empreendemia sempre o mais simples e intuitivo possível)

  • Fala Luiz, tudo certo?

    Esse material é do Guy Kawasaky, certo?

    Parabéns pelo blog!

    Abs!

    Pedro

    • Anônimo

      Fala Pedro,

      Cara, se é do Kawasaki eu não lembro – fiz hoje, mas sem influências
      externas.
      Fizemos já muitos posts com base no conteúdo dele, mas se esse tiver sido
      foi por pura coincidência. hehehe

      Abraços,
      Luiz