Como fazer marketing digital para bares e restaurantes? Aprenda agora!

Como fazer marketing digital para bares e restaurantes? Aprenda agora!

Aprenda agora como fazer marketing digital para bares e restaurantes e destaque o seu negócio no meio dos seus concorrentes!

Muitos dizem que a divulgação é a alma do negócio. Principalmente se você tem um negócio muito local, como um bar ou restaurante, essa é uma grande verdade. Se você não divulgar, apenas quem passar na frente do seu estabelecimento saberá que você existe. Mesmo em um ponto muito movimentado, isso não será o suficiente para pagar as contas.

Marketing digital para bares e restaurantes

Falar é fácil: como fazer essa divulgação, então? Hoje, a melhor forma de começar é no digital. Muito mais barato, o marketing digital permite chegar a um maior número de pessoas de forma bastante estratégica. Descubra o que e como fazer nas dicas abaixo!

Tenha um site

Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas focam nas redes sociais e esquecem da importância de se ter um site. Além de passar autoridade para os possíveis clientes mais desconfiados, um bom site fornece informações importantes, que diminuem o número de ligações com dúvidas (e o tempo que os seus funcionários gastam atendendo a essas ligações).

É importante que o site seja otimizado, em uma plataforma de fácil reconhecimento do Google – normalmente o WordPress – com informações que descrevam as particularidades do seu estabelecimento. Se você tem uma hamburgueria gourmet em Juiz de Fora, por exemplo, identificar isso no título da página e em diversos elementos no site é importante para que você apareça nessas buscas relacionadas.

Google Meu Negócio

Já se perguntou como os lugares aparecem naquela “caixinha” especial em certas buscas no Google? É a partir do cadastro no Google Meu Negócio.

A configuração é extremamente simples para o número de benefícios que esse cadastro gerará. As pessoas que buscarem pelo nome do seu estabelecimento terão acesso a fotos, avaliações, comentários, descrição, endereço, horário de funcionamento, telefones e endereços para reservas ou pedidos. Também existem botões para levar ao site e para abrir o Google Maps já com o direcionamento do caminho até o local.

Para lugares com características específicas também é importante usar um nome que seja facilmente identificável. Um restaurante italiano de nome Buono, por exemplo, pode ter o nome no Google de “Buono Restaurante Italiano” em vez de apenas “Buono”. Assim, além de ter mais chances de aparecer em uma busca por “restaurante italiano”, quem encontra o perfil do local não tem dúvidas sobre suas características.

Além de aparecer em buscas, o Google Meu Negócio também oferece dados. No menu Insights você analisa as pessoas que descobrem o seu local (se são pesquisas específicas pelo seu nome ou se elas descobriram a partir de uma pesquisa similar e se as buscas são no Google ou no Maps), as ações que os clientes tomaram no seu perfil (como acessos ao site, solicitações de rotas ou ligações), as chamadas telefônicas realizadas para você e até os horários de maior movimento do seu estabelecimento.

Para quem ainda não tem um website, o Google também resolve o problema: uma das ferramentas do Meu Negócio é a criação de um site básico, com as informações principais do seu site, de forma totalmente gratuita. O site já vem com boas práticas de conversão, como botões de ver rotas e ligar, link para o mapa, informações de funcionamento, fotos e até um espaço para uma descrição do seu estabelecimento.

Facebook

Hoje toda empresa precisa de uma página no Facebook. Mesmo se você tiver um site e um Google Meu Negócio, as pessoas ainda procuram pelas informações presentes no Facebook.

A lógica é simples: por ser uma rede social, por lá os usuários veem não apenas o que você quer que eles vejam, mas também opiniões e informações de outras pessoas que já visitaram o local. Em uma sociedade cada vez mais conectada e direcionada pelas interações sociais, isso é extremamente importante.

Por isso, a construção e gestão da sua página no Facebook é muito importante para uma boa percepção da sua empresa. A primeira dica nesse sentido é contar com a ajuda de um profissional. Ter alguém que conhece de marketing digital para aplicar as melhores práticas na sua página é a melhor forma de garantir uma boa performance.

Se isso ainda não é possível, também temos algumas dicas. Primeiro, preencha muito bem as informações. Assim como no Meu Negócio, ter um nome descritivo também ajuda a aparecer melhor nas pesquisas, assim como as imagens de capa e de perfil, que identificam melhor a sua página.

Fazer publicações constantes é importante para alcançar cada vez mais pessoas. Crie o hábito de tirar fotos de produtos, clientes e bons momentos em seu local. Pense na página como uma extensão do seu perfil na rede social, mas com foco no que o cliente gostaria de ver e o que o levaria ao seu estabelecimento.

Crie um processo de avaliação: antes de publicar, pergunte a pelo menos mais uma pessoa se essa foto realmente está boa e se essa publicação faz sentido para os objetivos do negócio. Publicações interativas, com perguntas e fotos de clientes ajudam a aumentar o engajamento.

Instagram

Assim como o Facebook, o Instagram é uma rede que cresce cada vez mais. Por lá, o foco é em engajamento e dia a dia. As pessoas gostam de ver outras pessoas, imagens bonitas, postagens que as inspiram – e isso é ótimo para um estabelecimento como o seu!

Use o mesmo processo de avaliação do Facebook, também pensando para qual essa postagem é mais adequada. Muitas pessoas usam os mesmos posts para as duas redes, e isso normalmente não é um problema.

Além disso, o Stories é uma ferramenta do Instagram que é muito importante para a aproximação com o cliente. Os posts no Stories duram apenas 24h, ou seja, têm o poder de ser muito mais dinâmicos por serem imediatos. Não tenha medo de registrar uma situação interessante, uma boa novidade ou até um momento simples que gerou uma boa foto.

Não subestime os anúncios

Mesmo para quem não tem muito para investir, os anúncios são essenciais para alcançar não só mais pessoas, mas também as pessoas certas.

Pelo Gerenciador de Anúncios do Facebook você pode criar anúncios para o Facebook e para o Instagram, definindo objetivos, o público que você quer alcançar (a partir de informações demográficas, de interesses e de comportamento) e principalmente o quanto você quer gastar.

Esse modelo self-service permite investimentos mesmo que pequenos, mas que geram resultados. É importante fazer testes de segmentação para entender como o seu público se comporta nas redes. Você não tem como saber, por exemplo, se uma configuração de interesse por hambúrguer funciona melhor do que a configuração por interesse em fast food. Por isso, testar e analisar os resultados é sempre necessário.

Além disso, tenha sempre um objetivo em mente. Sua empresa é nova nas redes sociais? Você precisa de mais reconhecimento da marca! Para isso, crie campanhas no gerenciador com esse objetivo e com anúncios que relacionam facilmente os benefícios que você oferece com a sua marca. Já tem uma marca forte, mas precisa de gerar oportunidades? Aposte em um anúncio de conversão ou geração de cadastros.