Ideias de negócios para empreendedor digital

Ideias de negócios e nichos quentes para empreendedor digital apostar em 2018

Ideias de negócios para empreendedor digital tem se fortalecido muito nos últimos tempos e, cada vez mais. Por isso, confira novas ideias para 2018!


(Clique no player para o ouvir a narração do nosso post! Deixe nos comentários o que achou.)

O sonho de muita gente é abrir um negócio, trabalhar em casa e “se tornar o seu próprio chefe”. E, com a internet, isso ficou muito mais simples de ser alcançado.

empreendedorismo digital é um movimento que tem se fortalecido muito nos últimos tempos e, cada vez mais, é possível ver grandes exemplos de pessoas que têm se dado muito bem com um negócio na internet. Afinal de contas, na web há espaço para quase todo tipo de negócio, desde que você saiba como atrair e encantar o público certo.

E ao contrário do que todo mundo pensa, os negócios na internet não se resumem aos e-commerces e lojas virtuais. Há muito espaço para ir além e tudo que você precisa é de um pouco de criatividade, organização e planejamento.

Se você quer ter sua própria empresa digital, mas ainda não teve uma boa ideia para o negócio, a seguir vamos mostrar alguns tipos de empreendimentos que são relativamente fáceis de montar e que podem te trazer retornos excelentes! Continue lendo para entender sobre cada um deles e ver em quais situações eles são mais indicados:

Ideias de negócios para começar a empreender na internet

E-commerce

A primeira ideia é basicamente a mais comum entre todos que pensam em empreender na internet: abrir uma loja online – ou um e-commerce.

E sabe por que isso é tão comum? Porque esse tipo de negócio está muito presente na vida das pessoas. Segundo uma pesquisa realizada pela Total Retail em 2016, o público já compra mais online do que em lojas físicas. Por isso, investir nesse tipo de negócio pode ser extremamente lucrativo caso você já tenha um ponto de venda tradicional e queira expandir, ou veja uma boa oportunidade em algum tipo de produto ou serviço.

Com um e-commerce, diferente de uma loja física, você pode ficar aberto 24h por dia e atender pessoas de diversas localidades e não apenas da sua região. Além do mais, os custos com equipe e manutenção da loja online tendem a ser menores e você não tem que arcar com muitas das despesas  que um local físico demanda.

Em contrapartida, assim como em um negócio tradicional, nas lojas online é preciso ter organização e total controle de questões como estoque e disponibilidade dos produtos. Além do mais, é preciso pensar em estratégias de logística e distribuição e garantir segurança para a loja, uma vez que nela as pessoas estarão compartilhando suas informações pessoais e financeiras.

Infoprodutos

Outra forma de empreender na internet é por meio da venda de infoprodutos. A internet é uma importante fonte de pesquisa e muitas pessoas utilizam esse meio para se informar, aprender sobre um novo tema ou até mesmo para ter uma nova profissão ou adquirir uma habilidade. E por causa disso, há cada vez mais espaço para trabalhar com infoprodutos, uma vez que eles são basicamente uma forma de adquirir esse aprendizado.

Um infoproduto pode ser um ebook, uma vídeo aula, um material em PDF ou qualquer outro tipo de conteúdo cujo suporte seja digital.

E as vantagens de optar por esse tipo de empreendimento são muitas. Primeiro, o custo de produção e distribuição dos infoprodutos é muito baixo (em alguns casos zero). Além do mais, como a cópia é digital, não é preciso se preocupar com questões de estoque e logística (pelo menos não no plano físico).

Porém, como em todo empreendimento, você deve ter alguns cuidados e o principal deles é em relação à segurança de seus materiais. Afinal, se você permitir que seu conteúdo seja copiado ou distribuído ilegalmente na internet, ele perderá o valor de venda e trará prejuízos a seu negócio.

Blog Especializado

Criar um blog especializado em um assunto pode ser uma excelente forma de começar um empreendimento na internet. Aqui a proposta é oferecer conteúdo de qualidade ao público e criar uma audiência sólida que passe a confiar em você e naquilo que você oferece.

No blog, o público não precisa pagar para acessar os artigos e nem sempre eles precisam ter um caráter extremamente educativo ou voltado para a aquisição de habilidades profissionais específicas. É possível, por exemplo, ter um blog muito famoso apenas fazendo críticas sobre seus filmes preferidos ou dando de dicas de passeios em uma cidade. O conteúdo só precisa ser relevante e bem produzido para que ele desperte o interesse do público.

Nesses casos, a monetização pode ser feita de diferentes formas, mas as principais são por meio de artigos patrocinados, como reviews de produtos ou listas de itens, ou da inserção de banners publicitários no espaço do blog – seja vendendo um produto ou indicando uma página de alguma empresa.

O blog tem a vantagem de ser bastante simples de criar – com um pouco de estudo você já consegue montar o seu -, além de demandar  um investimento inicial consideravelmente baixo, uma vez que existem até mesmo plataformas gratuitas para construir esse tipo de espaço. Porém, é preciso investir bastante em estratégias de divulgação para esse canal e garantir que ele será encontrado pela audiência. Saber sobre estratégias de marketing digital e SEO será essencial nesses casos.

Portal de cursos

Diante de um cenário econômico instável, em que todos querem se destacar e conseguir um espaço no mercado (seja com habilidades específicas ou uma nova profissão), investir na criação de um portal de cursos livres pode ser um excelente negócio.

Os cursos livres são definidos por não exigirem nenhuma experiência prévia antes de sua realização e por abordarem uma infinidade de assuntos, que podem ir de tutoriais de maquiagem a finanças e economia. Esses cursos, normalmente oferecidos em vídeo, costumam ter um valor de aquisição mais baixo, e também por isso geram muito interesse na audiência.

Portanto, se você é especialista em um assunto e acha que pode ensiná-lo a outras pessoas, deveria apostar na criação de um portal de cursos. Esse tipo de negócio também tem um investimento inicial relativamente baixo, mas você precisa ter alguns cuidados para não acabar comprometendo o sucesso de seu negócio. Por exemplo, você precisa garantir que terá uma plataforma de distribuição segura, estável e com um sistema de pagamento confiável.

Além do mais, também é preciso investir em uma boa estratégia de divulgação para o canal e atrair audiência qualificada para consumir os cursos.

Depois do tipo de negócio, escolha um nicho de atuação

Depois de ter escolhido em qual tipo de negócio você quer apostar, de acordo com seus objetivos e necessidades, é hora de escolher um nicho de mercado. Essa etapa é extremamente importante e muitos negócios acabam falhando por acharem que o segredo do sucesso é “sair atirando” para todos os lados.

Nesse momento, é importante pesquisar por tendências, saber quais tipos de negócio estão em alta e ver se realmente há interesse pelo tipo de serviço ou produto que você está oferecendo. No caso dos cursos online, por exemplo, de acordo com uma pesquisa realizada pela Samba Techesse é o melhor momento para investir em conteúdos relacionados ao mundo fitness, à culinária, marketing e cuidados com os pets e outros.

Saber qual é seu nicho de atuação vai fazer com que você também compreenda melhor o seu público e seja mais eficiente em toda a sua estratégia.

Pronto para começar a empreender?

Agora que você já tem algumas ideias mais consolidadas, é hora de descobrir seu nicho de atuação, ver qual tipo de negócio é mais apropriado e partir para a ação! Ter sucesso nessa jornada só depende de você.

E caso você queira aprender mais sobre todo o processo por trás da abertura de um novo negócio, dê também uma olhada neste material aqui, sobre empreendimentos digitais. Sucesso!

Artigo produzido pela equipe de conteúdo da Samba Tech.