Guia básico de capital empreendedor e inovação tecnológica (slides)

Hoje tivemos a honra de organizar, junto com a C2C Balloon,  um bate-papo entre empreendedores de Campinas-SP e o Guilherme Pereira, Associado e Coordenador de Projetos do Instituto Inovação que além de prestar consultoria na área de inovação tecnológica também é o gestor do fundo Criatec, maior fundo de capital semente do Brasil.

Hoje tivemos a honra de organizar, junto com a C2C Balloon,  um bate-papo entre empreendedores de Campinas-SP e o Guilherme Pereira, Associado e Coordenador de Projetos do Instituto Inovação que além de prestar consultoria na área de inovação tecnológica também é o gestor do fundo Criatec, maior fundo de capital semente do Brasil.

Os principais pontos abordados foram os tipos  de investimento disponíveis para o empreendedor e quais são as etapas de um processo de investimento.

Seguem os slides da apresentação que podem ser baixados clicando em Get File.

Mais uma vez, gostaria de agradecer muito ao Guilherme que com certeza agregou muito ao nosso encontro.

Abraços,
Millor Machado (fomentando o empreendedorismo tecnológico em Campinas)

  • Muito interessante e elucidativa a apresentação do Guilherme. Foi ótimo conhecer o trabalho do Instituto Inovacão relativo ao fundo Criatec: muito interessante saber o modo de operação e constatar a transparência e eficiência do gerenciamento do fundo.

    Não conheço nenhum outro fundo no Brasil que tenha um posicionamento tão engajado e comprometido com o sucesso dos empreendimentos nos quais participa. Bom saber que o Brasil já conta com fundos que tem a mesma filosofia dos melhores lá fora. Parabéns!

  • Muito interessante e elucidativa a apresentação do Guilherme. Foi ótimo conhecer o trabalho do Instituto Inovacão relativo ao fundo Criatec: muito interessante saber o modo de operação e constatar a transparência e eficiência do gerenciamento do fundo.

    Não conheço nenhum outro fundo no Brasil que tenha um posicionamento tão engajado e comprometido com o sucesso dos empreendimentos nos quais participa. Bom saber que o Brasil já conta com fundos que tem a mesma filosofia dos melhores lá fora. Parabéns!

  • Muito interessante.
    Estamos na fase de conclusão do plano de negócios de um serviço e vamos em busca de capital de risco. E porque nao o CRIATEC.
    Parabéns. Grande abraço.

  • Muito interessante.
    Estamos na fase de conclusão do plano de negócios de um serviço e vamos em busca de capital de risco. E porque nao o CRIATEC.
    Parabéns. Grande abraço.

  • Pingback: Guia básico de capital de risco e inovação tecnológica | Saia do Lugar | Mad Economics()

  • Pingback: 9 mitos sobre capital de risco para startups | Saia do Lugar()