empresa que aplica a governança corporativaCrescer é uma ambição de todos os negócios e, principalmente, de muitos empreendedores. Porém, não adianta almejar o crescimento se ele não ocorrer de forma adequada e sem planejamento algum.

">

Governança corporativa: Entenda o que é e como implementar na empresa

Você sabe como a Governança Corporativa pode ajudar a sua empresa a alavancar seus resultados? Então, acompanhe esse post até o final para saber mais!

Crescer é uma ambição de todos os negócios e, principalmente, de muitos empreendedores. Porém, não adianta almejar o crescimento se ele não ocorrer de forma adequada e sem planejamento algum.

Um dos fatores para que qualquer empresa possa crescer de maneira saudável é ter uma Governança Corporativa estruturada. É bem provável que você já tenha ouvido falar sobre esse termo, mas você sabe o que ele significa e como ele funciona na prática?

Podemos ir além nesse questionamento: você sabe como a Governança Corporativa pode ajudar a sua empresa a alavancar seus resultados? Saiba que os métodos que envolvem essa prática são considerados um dos melhores para administrar um negócio, trazendo a tona a eficiência e transparência na sua gestão.

Quer entender como ela funciona? Então, acompanhe esse post até o final para saber mais!

O que é Governança Corporativa?

Podemos definir a Governança Corporativa como o conjunto de processos, regulamentos, políticas e leis que definem como uma empresa é administrada. Isso envolve, principalmente, o relacionamento entre os colaboradores, os sócios, os diretores e os seus órgãos de fiscalização interna.

Segundo o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), as boas práticas da Governança Corporativa são responsáveis por converter princípios em orientações objetivas. Essas orientações possuem a finalidade de facilitar o acesso a recursos e contribuir com a qualidade da gestão da organização, bem como a sua existência e o bem de todos que fazem parte dela.

Se fosse para resumir, podemos tomá-la simplesmente como um conjunto de boas práticas para melhorar o relacionamento de todas as partes interessadas em um negócio, aumentando a confiança entre elas, que é algo essencial para o seu crescimento.

Isso é feito por meio de alguns princípios e ferramentas. Dentre os princípios podemos destacar a transparência, a equidade, a responsabilidade corporativa e a prestação de contas.

Quando falamos em transparência significa que todas as informações são disponibilizadas para os colaboradores da empresa, independente se ela está ligada a parte financeira do negócio ou não, pois deve contemplar qualquer tipo de informação que seja importante para todos.

A equidade consiste no tratamento de todos com igualdade, levando em consideração seus deveres, expectativas, necessidades e interesses.

O princípio da Responsabilidade Corporativa prega que os responsáveis pela governança devem prezar pela viabilidade econômico-financeira do negócio como uma de suas prioridades.

Já a prestação de contas, refere-se a como os agentes da governança prestam contas de seus atos, que devem ser feitos de forma clara e transparente.

Assim como falamos anteriormente, há algumas ferramentas utilizadas pela governança corporativa para assegurar o controle da gestão do negócio, são elas:

  • Conselho de administração;
  • Conselho fiscal;
  • Auditoria independente.

Como funciona a Governança Corporativa?

Para explicar como funciona a Governança Corporativa, podemos fazer a analogia com qualquer jogo de tabuleiro. Pois bem, dificilmente alguém começa a jogar um jogo sem saber as regras, certo?

Então, a Governança Corporativa funciona da mesma maneira, ela define um conjunto de regras que quando juntas formam a rotina da empresa, fornecendo mais agilidade, transparência e autonomia para a realização de suas atividades e manutenção da sua operação.

Resgatando um pouco do que falamos na introdução, crescer com base na Governança Corporativa significa tornar esse crescimento saudável em que os processos tornam-se cada vez mais aprimorados.

Até porque, a governança possui o poder de colocar ordem na casa. Ela ajudará na tomada de decisões estratégicas, principalmente no que diz respeito a iniciar novos projetos ou quando há impasses nas decisões entre a diretoria.

Na prática, ela ajuda a saber quem deverá participar das votações, quem possui a palavra final, quem possui o poder de aprovar orçamentos, dentre muitas outras ocasiões. Ou seja, ela define as regras do jogo!

Dessa forma, podemos dizer que ela é extremamente útil em situações críticas. Um exemplo disso é quando as decisões importantes encontram-se divididas pelas opiniões dos sócios do negócio.

Quais os benefícios da Governança Corporativa?

Implantar a governança corporativa no seu negócio pode trazer benefícios muito relevantes para o seu crescimento. Fizemos um rápido resumo de alguns deles:

Visibilidade de mercado

As empresas que possuem práticas de governança possuem uma visibilidade de mercado mais positiva, pois essa prática demonstra transparência e agilidade em sua tomada de decisão, o que é muito valorizado.

Sendo assim, a sua visibilidade aumenta, pois é bem provável que o seu processo de crescimento não seja interrompido por algum motivo.

Além disso, as chances dessas empresas acompanharem cada vez mais as tendências de mercado é muito maior do que as outras.

Facilidade para captar recursos

Saiba que as empresas que implementa a Governança Corporativa possuem mais facilidade de captar recursos.

O motivo para isso é muito claro, elas possuem as melhores práticas para administrar um negócio e isso garante que o risco de sua operação dar errado seja cada vez menor, além da chance do retorno sobre o investimento de suas ações ser muito maior.

Por isso, essas empresas são muito mais valorizadas e isso proporciona uma certa facilidade no momento de captar recursos, tal como um investimento financeiro para sustentar seus planos de expansão.

O interessante é que é bem provável que essas empresas utilizarem esses recursos captados de forma coerente e isso ajuda a aumentar a sua reputação e fazer com que se valorizem ainda mais no mercado. Isso é o que chamamos de processo contínuo de criação de valor.

Prevenção de problemas

Ter uma boa governança corporativa também ajuda o negócio a prevenir-se em relação a problemas considerados graves e que podem comprometer toda a sua operação.

Esses problemas podem ser abusos desde abusos de poder por parte de alguma parte envolvida, conflitos de interesse, ou até a questão da diretoria cometer erros estratégicos quando muito poder está concentrado em apenas uma pessoa.

Como implementar a Governança Corporativa na sua empresa?

Agora que você já entendeu sobre como a governança corporativa funciona, bem como seus benefícios, vamos fornecer algumas dicas para que você possa implementá-la em sua empresa. Veja:

1. Não faça tudo de uma só vez

Quando se trata do ambiente empresarial, qualquer mudança que é adotada nunca será fácil. Por mais que essa mudança seja para proporcionar algo melhor, nenhum negócio está imune a um processo de adaptação que pode gerar atritos.

Então, quando for implementar a Governança Corporativa é indicado que não se tente implantar todas as práticas de uma vez, mas sim começar com pequenos passos.

Portanto, tente entender quais pontos podem gerar maior valor para o negócio nesse momento e comece com eles. Junto a isso, busque trazer para a organização uma cultura volta a essa prática para que aos poucos todos possam adotar esse pensamento e ajudar nos próximos passos da sua implementação.

2. Defina uma hierarquia

Estabelecer uma hierarquia pode até soar autoritário, mas no sentido da governança corporativa não é.

A hierarquia é importante pois cada colaborador precisa saber claramente para quem responder. Afinal, é muito comum que em empresas em crescimento, os funcionários exerçam mais de um tipo de função ao mesmo tempo, recebendo diversas demandas.

Isso pode prejudicar vários aspectos do negócio. Então, coloque ordem na casa para não comprometer a capacidade de entrega de cada colaborador e fortalecer as lideranças do negócio.

Além disso, os cargos deverão estar alinhados com o grau de responsabilidade que a pessoa possui no negócio. Portanto, definir uma hierarquia que seja clara ajuda também nas tomadas de decisões.

3. Tenha um conselho consultivo

Todo empreendedor ou liderança do mundo empresarial precisa contar com a figura de um mentor. Pois o mentor questiona, sugere, corrige e faz com que esse profissional pense em suas decisões de forma que adote sempre o melhor caminho possível.

Quando falamos de uma empresa e sua diretoria, essas mentorias poderão vir através de um conselho consultivo.

Esse órgão geralmente é composto por profissionais com uma maior bagagem profissional e com perfis de trabalho diferentes. Portanto, é bem provável que eles já passaram por desafios semelhantes, proporcionando uma orientação completa para que o negócio tome as melhores decisões possíveis.

Saiba que um conselho consultivo pode ser formado por 3 a 5 pessoas de confiança que estejam dispostas a ajudar, trazendo uma orientação para os seus desafios do dia a dia.

É importante que a empresa defina em seu código de governança qual a frequência de encontros com esse órgão durante o ano.

4. Faça um bom acompanhamento e registre tudo

Realizar reuniões de acompanhamento que sejam periódicas também é uma ótima maneira de estimular a cultura da Governança Corporativa.

Independe se a reunião seja entre os sócios, entre as equipes ou até novos projetos, é importante que nesses encontros as atividades sejam acompanhadas, sempre com as diretrizes da empresa em mente.

Caso seja necessário, elabore novos planos de ação que sejam condizentes com os objetivos e metas do negócio, durante esses encontros.

Pode parecer perda de tempo, mas essa é uma excelente forma de manter o controle administrativo do negócio e, principalmente, acompanhar o seu progresso.

Junto a isso, não deixe de documentar essas reuniões, pois essas informações podem ser úteis no futuro, seja para captar investimento ou prestação de contas para o Conselho Administrativo da empresa, dentre outras ocasiões.

Sabemos o processo de implementação da Governança Corporativa em um negócio não é algo simples, mas é uma das únicas maneiras para que ele possa crescer de forma saudável e sustentável.

Então, não desista desse processo, siga nossas dicas e também procure consultar outras fontes externas para fortalecer essa jornada. Pode ter certeza que vai vale a pena!

Gostou de saber mais sobre Governança Corporativa? Então, que tal conhecer um pouco mais sobre Educação Financeira para Empreendedores