gerente de conteúdo

Gerente de conteúdo: Por que ter um profissional deste na sua empresa?

Você sabe o que é um gerente de conteúdo? Veja o que o este profissional faz, qual o perfil desejado, os diferenciais necessários e a faixa salarial.

Você sabe o que é um gerente de conteúdo? Esse é um tipo de profissional que surgiu há pouco tempo, mas que pode fazer a sua empresa se destacar perante a concorrência.

Basicamente, a função desse gestor é oferecer um conteúdo relevante e de qualidade para o seu negócio, atraindo clientes.

Mas é errado pensar que esse gerente se restringe a essas atividades. Na realidade, sua função é muito mais ampla.

Por isso, vamos mostrar a você o que é esse cargo, o que o profissional faz, qual o perfil desejado, os diferenciais necessários e a faixa salarial.

Assim, você vai conhecer os possíveis ganhos que obterá ao contratar esse especialista e verá se vale a pena ter esse profissional na sua equipe.

O que é um gerente de conteúdo?

Esse profissional também pode ser chamado de gerente de marketing de conteúdo, gerente de conteúdo web, diretor editorial etc.

Independentemente da denominação, o objetivo desse profissional é trabalhar com o marketing de conteúdo e suas estratégias.

Assim, ele tem a responsabilidade de fazer o alinhamento e o planejamento estratégico a fim de que a sua empresa atinja os objetivos estabelecidos.

Ao mesmo tempo, deve trabalhar para captar clientes e leads, divulgar a mensagem da marca e permitir que o público-alvo se identifique com a sua empresa.

Em resumo, o gestor de conteúdo deve planejar, coordenar, executar e monitorar os procedimentos para criar e gerir o conteúdo.

Qual é a rotina do gerente de conteúdo?

O marketing de conteúdo é uma estratégia utilizada por aproximadamente 70% das empresas, que obtêm um retorno de 4 vezes mais visitas e 5 vezes mais leads, segundo a pesquisa Content Trends 2016.

Mas de nada adianta ter um blog e criar posts e outros tipos de conteúdos se você não tiver um profissional nessa área.

Sem esse especialista, sua empresa não terá os resultados desejados em relação à geração de leads, engajamento do público, atração de clientes etc.

Nesse contexto, entender a rotina de um gestor de conteúdo é compreender cada uma das seguintes etapas:

Produção de conteúdo

Sendo um gestor, o profissional deve dominar a criação de conteúdos, tendo também essa função. Assim, ele deve escrever, selecionar imagens, vídeos e recursos multimídia em geral que podem complementar e deixar o texto mais atrativo.

Revisão de conteúdo

Conhecer a Língua Portuguesa é fundamental para esse gerente, que deve fazer a revisão de conteúdos originários de terceiros (por exemplo: freelancers). Assim, ele consegue garantir o melhor texto possível para chamar a atenção para o seu negócio.

Compartilhamento de conteúdo

Essa nem sempre é uma tarefa obrigatória, mas existem muitos gestores de conteúdo que fazem o compartilhamento em redes sociais e outros canais na internet. É uma mescla com o papel de social media.

Gerenciamento de sites

Por ser responsável pelo conteúdo, esse gestor deve verificar a necessidade de atualizar o site da empresa ou alguns setores dele, mantendo as informações sempre atualizadas.

Além disso, o gestor de conteúdo deve planejar, executar e monitorar o conteúdo. Entenda a seguir cada uma dessas etapas:

Planejamento de conteúdo

O conteúdo desenvolvido deve estar alinhado aos objetivos estratégicos do marketing, que, por sua vez, deve ter relação com o planejamento estratégico da empresa.

Por isso, nessa etapa, o gestor deve quais objetivos devem ser perseguidos pelo marketing de conteúdo e quais indicadores serão utilizados para mensurar os resultados.

Assim, o gerente deve fazer pesquisas na concorrência e definir a persona (ou seja, uma representação do perfil do público-alvo). A finalidade dessa busca é delimitar o tipo de conteúdo que deve ser criado para obter o máximo desempenho.

Em seguida, devem ser delimitados quais canais são os mais adequados para o negócio a fim de distribuir o conteúdo. Podem ser escolhidos redes sociais, blogs, entre outros.

A última atividade é criar o planejamento editorial, que vai guiar a publicação dos conteúdos. Serão delimitados também os formatos de conteúdo, os canais e a frequência de divulgação etc.

Execução do conteúdo

Você pode contratar um gestor de conteúdo que execute ou apenas monitore a elaboração do conteúdo.

Se ele for responsável pela criação, definirá o assunto a ser tratado, o título do post, as palavras-chave, o direcionamento do texto etc.

Se o especialista apenas fizer o monitoramento, ele deve auxiliar:

  • O redator, que produz o texto.
  • O revisor, que faz a adequação conforme a Língua Portuguesa.
  • O designer, que busca as imagens e faz a formatação delas.
  • O produtor de vídeo, quando esse recurso for utilizado.
  • O responsável pelo áudio, se for utilizado um podcast.

Existe ainda a opção de você terceirizar a produção de conteúdo da sua empresa e manter somente o gerente para fazer o gerenciamento das atividades. Nesse caso, a responsabilidade desse profissional é garantir que tudo saia correto.

Monitoramento de conteúdo

Como você já deve saber, qualquer estratégia deve ser mensurada para saber se está no caminho certo. E uma das tarefas do gestor de conteúdo é monitorar esses resultados.

Como você já viu, ele deve definir as métricas que serão utilizadas. Então, deve:

  • Analisar esses indicadores de performance.
  • Verificar os conteúdos que não estão atingindo os objetivos esperados.
  • Perceber a repercussão de cada conteúdo.
  • Conferir como o público representado pela persona está reagindo ao conteúdo.
  • Verificar qual é o impacto da estratégia nos resultados financeiros da empresa.

Qual o perfil deste profissional?

Nesse momento, você deve estar se perguntando: “como posso escolher um gestor de conteúdo de qualidade?”.

Esse profissional deve ter habilidades técnicas, é claro, entre elas, conhecer a Língua Portuguesa, dominar a produção de textos e de outros tipos de conteúdo, saber trabalhar com indicadores, entre outras.

Por isso, o gestor de conteúdo deve ter graduação em Marketing ou outras áreas similares. Caso não tenha essa formação, a experiência em outros empregos pode ser suficiente.

De toda forma, deve ter ampla experiência com criação de conteúdos e mídias nos mais diferentes formatos, como textos, vídeos, blogs, cases de sucesso e infográficos.

Ter uma certificação em marketing de conteúdo e ter alguma experiência em um cargo de liderança também é recomendado, porque certifica que o profissional tem a experiência adequada.

Quais são os diferenciais desse profissional?

As habilidades técnicas são importantes e não se deve discutir a importância delas. Mas também é importante que o gestor de conteúdo tenha outros diferenciais. Conheça alguns deles a seguir:

Curiosidade

O gestor de conteúdo deve ser curioso, gostar de saber sobre assuntos da sua empresa e outros que estão relacionados.

Por exemplo: se você tem uma loja de roupas, é importante que o gerente conheça também sobre moda, confecção, tipos de tecido etc.

Além disso, deve pesquisar sobre os clientes, o público-alvo, a concorrência, entre outros elementos que podem ajudar a traçar uma estratégia mais adequada.

Pontualidade

O marketing de conteúdo requer pontualidade, porque um post publicado na hora errada pode não surtir o efeito esperado.

Insistência

Se a sua empresa trabalhar com a terceirização de conteúdos, a insistência é ainda ais importante, garantindo que o calendário de postagens seja seguido.

Responsabilidade

É importante que o gerente tenha responsabilidade com as atividades que executa, sem deixar de fazer algo ou transferir responsabilidades.

Paciência

Além de ser paciente com terceiros ou pessoas da equipe, o gestor de conteúdo também deve saber trabalhar sob pressão, gerenciando bem o tempo e fazendo o máximo para cumprir os prazos.

Qual é a faixa salarial e a demanda por este profissional?

Esse cargo de gestor de conteúdo ainda é um pouco recente, mas já está sendo procurado.

Sua faixa salarial é variável, mas, segundo pesquisa da Love Mondays, esse especialista recebe, em média, R$ 3.718,00 por mês. O salário mínimo registrado pelo site é de R$ 1.300,00 e o máximo, de R$ 7.800,00.

A demanda por esse profissional está em crescimento e cada vez mais as empresas vão conhecer a importância de ter um gestor de conteúdo.

É importante que você saiba que, apesar de poder criar um conteúdo qualquer e postá-lo no blog ou no site da sua empresa, somente com uma estratégia adequada é que o resultado esperado surtirá efeito.

Além disso, o gestor de conteúdo, como foi visto, consegue mensurar os resultados. Mais uma vantagem de ter esse especialista na sua equipe.

Além disso, existem outros fatores que ajudam a entender porquê você deve contratar um gestor de conteúdo:

Destacar sua empresa da concorrência

O gestor de conteúdo não vai fazer o “mais do mesmo”, mas sim trazer uma abordagem nova para que a sua empresa se torne referência entre o público-alvo.

Fazer o posicionamento da sua marca no mercado 

O posicionamento de marca requer um trabalho bem realizado, com conteúdos verdadeiros e transparentes e que não incorram em preconceitos e juízos de valor.

Aumentar a receita do negócio

O objetivo final do marketing de conteúdo é aumentar a receita da sua empresa e, por isso, o gestor de conteúdo tem esse objetivo.

Por meio de um conteúdo de qualidade, os clientes são atraídos, tornam-se leads, fecham negócio, adquirem o seu produto ou serviço e podem se tornar fãs da marca.

Esse ciclo continua ocorrendo e faz com que você aumente a compra recorrente e tenha melhores resultados financeiros.

Assim, fica evidente que o gerente de conteúdo é um profissional indispensável na sua equipe, se você quiser traçar as melhores estratégias para o seu negócio.

Agora, se você decidiu contratar esse gestor e quer divulgar sua vaga, aproveite e acesse o maior portal de vagas de Marketing.