Gafes no ambiente de trabalho: 9 hábitos que estão acabando com a sua imagem profissional

O local de trabalho é onde permanecemos boa parte dos nossos dias, não é verdade? Justamente por esse motivo, temos a tendência de naturalizar esse ambiente. Especialmente quando desenvolvemos laços mais estreitos com nossos colegas..

Não há problema algum em criar intimidade com as pessoas com as quais passamos boa tarde dos nossos dias, mas é importante ter em mente que o local de trabalho é um ambiente profissional. Por mais informal que sua empresa seja, certos limites devem ser respeitados.

Será que você comete gafes no ambiente de trabalho? Já parou para pensar nisso? Então conheça alguns deslizes que devem ser evitados!

1. Adotar comportamentos inconvenientes

Existem certos comportamentos que pegam mal em qualquer ambiente, mas no trabalho são ainda mais inconvenientes. Estamos falando da fofoca, da paquera e da reclamação.

A fofoca — ou, como alguns chamam, o “rádio peão” — tem um efeito corrosivo sobre os relacionamentos interpessoais. O disse-me-disse tende a criar intrigas, inimizades e difamações. Por esse motivo, atrapalha trabalhos em equipe e o clima organizacional.

Já a paquera, por sua vez, é ótima — fora das dependências da empresa. Por mais que, em muitas organizações, o relacionamento entre funcionários seja permitido, o ambiente profissional não combina com os flertes. Algumas atitudes podem até mesmo ser enquadradas como assédio moral ou sexual. O ideal é deixar a paquera fora para outras oportunidades.

**Por fim, tenha em mente que ninguém gosta de pessoas que reclamam o tempo inteiro. **Essa é uma das gafes no ambiente de trabalho que deixa o clima pesado, causa constrangimento nos demais e não leva a lugar algum. Se você está insatisfeito com algo, busque resolver o problema!

2. Usar vestimentas inadequadas

Não tem jeito: cada empresa possui um estilo de roupas que combina com a sua proposta. Start-ups e agências de publicidade, por exemplo, tendem a ser mais flexíveis. Enquanto organizações que atuam em ramos mais tradicionais, como os bancos, pedem vestimentas mais sisudas, a exemplo dos trajes sociais.

Sendo assim, não há um estilo de roupa que seja a regra para todas as situações: o correto é o que está alinhado com o estilo da empresa. Se estiver ingressando em um novo emprego, consulte o profissional de recursos humanos no momento da contratação.

E lembre-se: mesmo escritórios com ambiente informal possuem regras. Nada de ir trabalhar como se estivesse indo para uma balada, combinado? Na dúvida, inspire-se no seu (ou na sua) chefe.

3. Descuidar da imagem nas redes sociais

Quando trabalha em uma empresa, a sua imagem está involuntariamente associada à dela. Portanto, funcionários que descuidam das redes sociais, postando conteúdos ilegais, antiéticos ou fotos inadequadas estão cometendo uma das grandes gafes no ambiente de trabalho, mesmo sem perceber.

O ideal é cuidar das suas redes sociais como se você estivesse sempre buscando um emprego. O que significa mantê-las apresentáveis, com conteúdo adequado para o segmento de mercado no qual atua.

Se surgir a dúvida sobre um determinado conteúdo, o melhor é não postar. Os seus perfis no Facebook, no Instagram e nas demais redes dizem muito sobre você — e os clientes, supervisores e colegas de trabalho também estão online.

4. Usar ferramentas de comunicação de forma inadequada

As soluções de comunicação interna do trabalho devem ser utilizadas… para o trabalho! Não se deve utilizar o aplicativo de chat interno, por exemplo, para reclamar do salário, falar mal de um colega e nem mesmo sobre assuntos alheios ao ambiente profissional.

Além disso, é importante sempre adotar uma linguagem profissional, tanto no chat quanto no e-mail. Nem toda empresa exige uma linguagem formal, mas palavrões, por exemplo, nunca serão bem vistos.

Portanto, tenha sempre bom senso ao utilizar tais ferramentas.

5. Falar mal do cliente ou errar o seu nome

Os clientes são a razão de existir de qualquer empresa e, em última instância, são eles que possibilitam o pagamento do seu salário, não é verdade? Sendo assim (mas não só por isso), é importante tratá-los com a devida atenção e respeito.

**Por mais que um cliente seja difícil de lidar e faça muitas reclamações, nunca fale mal dele. **Nem mesmo pelas costas. Do contrário, você imprimirá falta de profissionalismo aos seus colegas de trabalho e, especialmente, aos superiores.

Como Dale Carnegie ensinou no livro “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas”, um homem é mais interessado no seu próprio nome do que em todos os outros nomes da Terra juntos. Portanto, esquecer o nome do cliente pode até mesmo ofendê-lo. Dê especial atenção a isso!

6. Ter o atraso como hábito

Atrasar-se para uma reunião em uma ocasião, com a devida justificativa, é perdoável. Mas adotar o atraso como um estilo de vida é uma das maiores gafes no ambiente de trabalho! Você sabe por quê?

**Quando alguém deixa de ser pontual em um compromisso, está transmitindo a clara mensagem de que não valoriza o tempo dos demais. **Além de demonstrar falta de compromisso e seriedade. Você não quer que seja assim, certo?

Existem ótimas soluções tecnológicas que ajudam a chegar na hora, em especial os aplicativos de compromissos, como o Google Agenda, e os de trânsito, a exemplo do Waze. Se você tem problemas com horários, é bom testá-los agora!

7. Não expressar opiniões

Muitas vezes, pelo medo de serem rejeitados, muitos profissionais simplesmente abdicam de suas opiniões.** Quem adota essa postura não se destaca e colabora pouco com a solução de problemas. **Por tais motivos, dificilmente será um destaque na organização.

Não é recomendável que se adote o outro extremo, em que toda e qualquer opinião é expressada. É importante filtrar suas ideias e apresentar soluções que sejam, de fato, coerentes. Assim você contribui com a equipe.

Mesmo que as suas sugestões e ideias não sejam adotadas, certamente elas contribuirão para que a equipe siga pelo melhor caminho possível.

8. Usar os recursos da empresa para fins pessoais

Computador, internet, telefone, impressora… Todos os recursos que a organização coloca à sua disposição são de uso profissional. Por mais que seja tentador imprimir aquele ingresso do cinema, evite cometer essa gafe.

Ainda que imagine não estar sendo observado, saiba que os seus superiores estão sempre atentos a esse tipo de atitude. Além do mais, independentemente disso, utilizar tais recursos para fins próprios é antiético, concorda?

Nesse momento, vale aplicar aquela regrinha de ouro: o fato de todo mundo fazer não indica que seja certo.

9. Não colaborar nos trabalhos em equipe

As empresas valorizam enormemente os profissionais que sabem trabalhar em equipe — esse é um dos atributos mais buscados nos processos seletivos. Portanto, não contribuir com tarefas em grupo é uma das grandes gafes no ambiente de trabalho.

A não colaboração não se resume a deixar de participar, mas compreende também a adoção de atitudes indesejáveis, tais como:

  • ser pouco amigável;
  • monopolizar as tarefas;
  • ignorar as opiniões dos colegas;
  • criticar os outros membros da equipe; e
  • evitar a formação de laços.

Siga no caminho oposto à essas atitudes e você estará no caminho certo para conquistar bons resultados tanto profissionais quanto interpessoais.

E então? Você identificou algumas gafes no ambiente de trabalho que comete, mesmo involuntariamente? Fique tranquilo, todos nós somos humanos e cometemos erros. O importante é estar disposto a reconhecê-los e corrigí-los, certo?

Que tal compartilhar esse post com os seus amigos nas redes sociais? Assim eles também descobrirão se cometem alguns desses deslizes!

comments powered by Disqus