Franquia: como escalar o seu negócio da forma correta?

Franquia: como escalar o seu negócio da forma correta?

Descubra quais caminhos seguir para franquear o seu modelo de negócio. Continue a leitura!

Empreender não é fácil! Se você chegou até aqui provavelmente já passou por muitos desafios e, como na maioria dos casos, talvez tenha tenha começado a empreender sem largar o emprego que tinha na época. São muitas histórias para contar e mostrar o quanto se esforçou para construir sua empresa.

Como parte natural da maioria do ciclo de vida de muitos negócios, chega uma hora que é preciso pensar em crescer ainda mais. Mas tomar a decisão de dar o próximo passo e expandir a empresa não é uma tarefa simples. Afinal, envolve assumir novos riscos, encarar um maior volume de trabalho e aplicar mais capital e seu negócio.

Uma das principais soluções que podem passar pela sua cabeça neste contexto, é contar com um sistema de franquias. Neste artigo vamos explicar como avaliar esta possibilidade e decidir franquear o seu modelo de negócio e quais os caminhos que você precisa trilhar para ter sucesso. Vale a pena conferir!

O que é um sistema de franchising?

Franquias são modelos de negócios baseados na venda de licenças de uso de marcas, técnicas, conhecimento ou patentes. Em um modelo tradicional de franquia, temos de um lado os franqueados, que remuneram o sistema por meio do pagamento de royalties e o franqueador, que por sua vez, conta com o potencial de alavancagem dos franqueados para expandir sua marca.

Quando franquear o meu negócio pode ser uma boa alternativa?

O principal motivo que você deve levar em conta ao decidir franquear a sua empresa deve ser a rápida expansão. Mas crescer rapidamente mesmo com a ajuda de outros empresários, também implica em riscos. Por isso, saber manter o controle da situação para que o projeto não desande é extremamente importante.

O planejamento estratégico deve ser executado em seus mínimos detalhes para que o processo não caminhe em direção à falência, como ocorre com algumas empresas no mundo a fora. Alguns pontos devem ser levados em consideração:

  • Situação legal da empresa
  • Processo de transformação da empresa em um franquia
  • Plano de expansão da rede
  • Elaboração de contratos
  • Valores de comercialização da marca (venda)

Muitas vezes, no ímpeto de conseguir resultados imediatos, o empreendedor não enxerga os investimentos que precisam ser feitos – tanto financeiramente, como em tempo e disposição. Há que se ter mente, que leva um certo tempo para que a primeira franquia abra suas portas.

Conheça os “vizinhos” de sua futura franquia

Uma atitude sábia de todo empreendedor organizado é ter um checklist em mãos, para saber se o próximo passo é realmente a abertura de uma ou mais franquias.

Avaliar o mercado de atuação é imprescindível. Ter uma pesquisa bem elaborada é fundamental para obter informações sobre a sua concorrência, sobre crescimento de mercado e outros fatores. Uma dica que pode ajudar é ter o auxílio da ABF – Associação Brasileira de Franquias.

Entrar em um setor competitivo requer que o empreendedor tenha um conceito de valor que possa ser comercializado facilmente – o que você está vendendo é único e insubstituível? O seu know-how é diferencial para estruturação deste negócio?

Avaliação da capacidade de investimento

Por mais que você passe a contar com o aporte financeiro de outros empreendedores para o crescimento da sua marca, franquear um negócio implica em ter alguns recursos financeiros extras.

Como está o fluxo de caixa da sua empresa? Qual o investimento necessário que eu preciso para aplicar? Muita gente se empolga e pensa que é possível expandi somente com o lucro das primeiras unidades franqueadas. É imprescindível avaliar os seguintes pontos:

  • Custo de implantação da franquia
  • Custo de expansão dos negócios para outras unidades
  • Projeção de resultados no investimento de capital
  • Treinamentos de equipes
  • Custo de aquisição de equipamentos

Pode parecer óbvio, mas na maioria dos casos, pensar em uma expansão regional é a melhor opção, para depois se aventurar em novos mercados.

Aspectos legais entre franquia e franqueado

A relação entre franqueador e franqueado é como um casamento. Por mais que exista afinidade e confiança entre as partes, é necessário deixar tudo muito bem formalizado para evitar problemas caso as coisas desandem.

Consultar a legislação e saber os quais são os fatores jurídicos que permeiam o processo de abertura de novas franquias é um dos passos mais importantes para o empreendedor.

De nada adianta fazer generosos investimentos para aumentar o número de lojas ativas de sua marca, caso as mesmas não estejam 100% regularizadas.

Ter todas as documentações corretas, validadas e em dia é uma das formas de garantir que todos os processos estão de acordo com a legislação. Uma das mais importantes é a Circular de Oferta de Franquia (COF), um documento que centraliza as “regras do jogo” e deve ser passado para o franqueado dez dias antes deste assinar o contrato, conforme orienta a Lei 8.955.

Algumas das informações que precisam estar na COF são:

  • Balanço contábil para verificar a solidez da rede
  • Descrição clara sobre o negócio franqueado, isso envolve valor de investimento, território, informações de outros franqueados, etc.
  • Histórico da franquia e registro no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI)
  • Condições contratuais do negócio
  • Condições de suporte, serviços prestados, taxas, remunerações, fundos de divulgação (propaganda), etc.

Os benefícios de se escolher uma franquia virtual

Se a intenção é buscar alternativas à abertura de uma franquia física, uma modalidade a se considerar é a das franquias virtuais. As mesmas se tornam uma opção atraente para o empreendedor por terem investimento inicial reduzido, vinculado ao baixo custo operacional.

Pontos que favorecem uma franquia virtual:

  • Redução no investimento com ponto comercial
  • Baixo custo de administração do negócio
  • Redução na contratação de funcionários
  • Baixo custo de manutenção e despensas
  • Maior margem de precificação do produto/serviço

Contudo, para que o empreendedor possa embarcar nessa, é preciso garantir que o mesmo tenha conhecimentos mínimos em informática e softwares de gestão, visto que o negócio virtual fica praticamente 100% centrado no uso de computador e rede online.

Uma das principais estratégias para ter sucesso em franquias virtuais é a utilização do marketing digital como pilar para divulgação, engajamento, conversão de leads, aquisição e fidelização de clientes. Utilizar ações de marketing de conteúdo, campanhas de marketing digital e redes sociais são as mais cotadas para esse modelo de negócio.

A alta velocidade das informações no ambiente online é um dos pontos a se levar em consideração. É preciso fortalecer a produção de conteúdos, para alcançar pessoas e gerar uma mídia espontânea para o negócio.

No entanto, a geração de conteúdo deve ser cuidadosamente monitorada e mensurada. Muitos podem se sentir negativamente afetados por algum tipo de publicação feita pelo administrador da franquia, seja ela em redes sociais ou páginas externas.

Cabe a este profissional saber lidar com controle de danos caso surja repercussões negativas com potencial de danificar a imagem da marca e da franquia em si.

Inspire-se com histórias reais

Nada melhor do que histórias reais para ajudar a entender as alegrias e desafios de dar os primeiros passos no mundo do franchising. Para inspirar futuros empreendedores de franquias, é válido mencionar casos de sucesso.

Pegando como o segmento de alimentos, encontramos referências interessantes que vão desde o pequenas redes de franquias de pipoca gourmet a uma das maiores redes de fast food do mundo.

O filme The Founder, é uma das melhores referências sobre isso. Lançado em 2016, o longa mostra um pouco dos desafios, riscos e erros dos criadores do Mc Donalds, durante o processo de expansão agressiva da rede de lanchonetes no Estados Unidos.

Filme indispensável para quem deseja franquear o seu próprio negócio e expandir o seu negócio. Confira:

Como percebemos, além de muito esforço é necessário tem muitos cuidados na hora de decidir ter uma franquia para o seu negócio. Pesquise bastante e tenha em mente os prazos saudáveis de crescimento e maturidade do negócio. Agindo assim, poderá obter um bom resultado e fazer sua marca crescer ainda mais.

Gostou do texto? Pensa em iniciar a carreira como empreendedor ou buscar novas oportunidades de crescimento? Então confira o esse texto sobre como empreender sem largar o emprego.