Entrevista com John Jantsch do blog Duct Tape Marketing

Entrevista com John Jantsch do blog Duct Tape Marketing

Uma das coisas mais legais de ter um blog é o acesso a fodões referências do seu setor. Hoje tenho a honra de publicar uma entrevista exclusiva com John Jantsch, autor do fantástico blog Duct Tape Marketing.

Uma das coisas mais legais de ter um blog é o acesso a fodões referências do seu setor. Hoje tenho a honra de publicar uma entrevista exclusiva com John Jantsch, autor do fantástico blog Duct Tape Marketing.

Dá um saque na descrição do sinistro:

John Jantsch já foi chamado de “O expert em pequenos negócios mais prático do mundo” por entregar ideias e estratégias provadas e aplicáveis sobre marketing para pequenas empresas.

John é consultor de marketing e premiado escritor. Autor dos livros Duck Tape Marketing e The Referral Engine.

Sim, ele mesmo! John Jantsch, o cara!

Qual o impacto que um sistema que estimule o boca-a-boca pode ter em um pequeno negócio?
Se você considerar de verdade a primeira parte do livro (Referral Engine),  a parte que foca primeiro em criar uma ótia experiência para o cliente, então o impacto desse passo na geração de contatos em potencial e retenção de clientes pode ser muito grande.

Qual o principal ponto que um empreendedor deve focar para receber mais indicações?
Ser mais “indicável”!

Sei que parece simplista, mas se você prestar mais atenção nos clientes atuais, você conseguirá mas indicações.

Você acha que as mídias sociais mudaram a forma que as pessoas falam sobre as experiências que tiveram com pequenas empresas?
Com certeza sim.

Agora todo mundo pode publicar informações sobre sua empresa, mas isso é uma coisa muito positiva para empresas que fazem algo que vale a pena ser comentado. Agora os clientes tem as ferramentas para avaliar, comentar e compartilhar informações sobre a empresa, fazendo o trabalho de marketing ainda mais fácil.

Bill Cosby dizia que o segredo para o fracasso é tentar agradar a todos. Para conseguir mais boca-a-boca, você acha que o empreendedor deveria “demitir’ alguns clientes para focar na experiência dos entusiastas em potencial?
Eu sempre digo que um dos maiores componentes de uma estratégia de marketing é focar no cliente ideal e construir sua empresa para atrair esse cliente ideal. Faça isso e você não precisará se preocupar em “demitir” clientes.

Qual o primeiro passo para empreendedores que não tem um sistema para estimular o boca-a-boca e querem receber mais indicações?
O primeiro passo é parar um pouco e olhar para sua empresa. Você entende o que estimula uma indicação, como sua empresa é diferente e como você quer que as pessoas falem sobre sua empresa?

Tenha respostas claras para essas perguntas antes de qualquer outra coisa.

Seguindo na linha de entrevistas com fodões referências, veja a entrevista que fizemos com Tony Hsieh, CEO da Zappos, sobre seu exemplo de bom atendimento.

Obs.: Aparecemos ontem no jornal do SBT. Confira a matéria aqui!

  • Perguntas simples e respostas práticas! Tudo começa do desejo de se diferenciar no mercado em que o pequeno empreendedor atua. Analisar sua situação atual para descobrir o que precisa ser feito. Criar objetivos, metas e estratégias para alcançá-las. Tudo são processos que podem ser aprendidos. Os resultados normalmentes são clientes engajados, que compram 30% à mais e garantem em torno de 50% a 70% de faturamento mensal. Gostei do insight da entrevista: RETENÇÃO DE CLIENTES. Parabéns Millor Machado pelo artigo. http://www.versetreinamentos.com.br

    • Bacana que tenha gostado Gerfson!

      Sem dúvidas as metas fazem toda a diferença, para guiar nossos esforços.

      Fico feliz que tenha curtido a entrevista.

      Grande abraço