Entrevista com fundador do Videolog, concorrente brasileiro do Youtube

Edson Mackeenzy (Mack) é empreendedor e fundador do Videolog.tv, co-autor do Livro “Internet – O Encontro de 2 mundos”, vice-campeão do prêmio de empreendedorismo “Ovelha Negra dos Negócios” promovido pela Revista ResultsON.

Edson MackeenzyVideolog.tv

Como foi o processo de criação do Videolog?
Videolog.tv começou a operar em maio de 2004 e surgiu da necessidade de dar mais velocidade à entrega de nossas produções.

Na época tínhamos uma produtora e o custo com a logística inviabilizava muitos negócios. Resolvemos, então, criar um serviço que pudesse atender à nossa empresa e aos nossos amigos. O serviço deu tão certo que no primeiro mês tivemos 30 mil usuários, o que nos obrigou a transformar o pequeno serviço em um negócio apenas dois meses depois.

Qual foi a reação de vocês quando souberam que o Youtube havia sido comprado pelo Google por infinitos milhões de dolares?
Vamos por algumas coisas nos eixos… O Dinheiro do Google não é “Infinito”.

O valor declarado publicamente foi de US$ 1.4 Bi e apenas uma pequena parte em dinheiro e ações do Google. A maior parte foi pra pagar rombos no caixa.

Não é demais lembrar que eles são uma companhia deficitária que gasta 1/3 de seu valor de compra em prejuízo e o Eric Schmidt, declarou a alguns meses sob julgamento que pagou US$ 1 bi a mais do que os conselheiros indicaram.

Tendo essas informações nós pensamos que foi um movimento arriscado e o único jeito de não quebrar com esta aquisição aquisição seria fazendo muito barulho. E nisso eles são muito bons! Agora, será que eles continuariam de pé sem investimento nenhum? Nós estamos conseguindo.

O Youtube é conhecido por gastar muito e ter pouca receita, o Videolog é lucrativo. Qual a diferença entre os 2 modelos?
Temos uma gestão participativa, todos os nossos colaboradores estão diretamente envolvidos com o sucesso do Videolog.

Temos alianças muito fortes com grandes instituições privadas como o UOL, públicas como o Altex/Seprorj e não governamentais como a Endeavor. Alem disso nosso trabalho de planejamento é fortíssimo e nossa comunidade nos orienta sobre suas necessidades, focamos apenas nisto para desenvolver todas as nossas novidades.

Mesmo com tantos concorrentes, o Videolog continua crescendo cada vez mais. A qual fator você atribui esse sucesso do Videolog?
Nosso crescimento é acima da média de mercado, nossa audiência segundo o Ibope cresceu 112% em comparação 2008 x 2009. Acredito que este resultado se dá com o trabalho de envolvimento com nossa comunidade.

Dia 7 de janeiro fizemos uma reunião com 20 usuários do Rio, no início de março fizemos um evento maior para 300 pessoas e agora estamos nos organizando para fazer um congresso internacional sobre vídeo, somente para discutir o tem de marketing em vídeo.

Qual sua dica para o empreendedor que quer ver seu produto/serviço sendo usado por um grande número de pessoas na internet brasileira?
O meu mantra é: Organização, criatividade e pró atividade. Isso quer dizer que organizado você se torna mais criativo e pode fazer mais e melhor, sem medo de dar o primeiro passo ou de gastar além do necessário.

Sabemos que vocês foram grandes aliados do COB na conquista dos jogos olímpicos para o Rio de Janeiro em 2016. Quais são os próximos passos tendo em vista os grandes eventos que estão por vir?
Cada vez mais estamos inspirando pessoas a compartilhar sua cultura. Estamos caminhando na direção de ser o maior banco de dados colaborativo de vídeos do Brasil. Para nós isso já vale muito hoje, mas no futuro, com toda a ascensão que nosso país esta conseguindo, isso valerá muito mais.

Perceba que 2 coisas muito enfatizadas pelo Mack foram: tornar-se referência na sua área e ouvir o cliente, isso faz muita diferença pra quem quer ter sucesso na internet. Pensando nisso, recomendo 2 posts:

Você pode entrar em contato com o Mack e o pessoal do Videolog pelo Empreendemia:

Vale a pena ler de novo: Como conheci meu sócio, a história dos fundadores do Videolog.

comments powered by Disqus