empreender durante a faculdade

É possível empreender durante a faculdade?

Quer saber como empreender durante a faculdade e as principais atividades que podem te ajudar no começo da vida de empreendedor? Acompanhe!

[email protected] estudantes do ensino superior estudam e trabalham. É uma rotina pesada, mas necessária para muita gente. [email protected] iniciam o estágio logo nos primeiros períodos, em busca de mais qualificação profissional. Mas há uma terceira possibilidade: iniciar o próprio negócio.

Grande parte [email protected] universitá[email protected] não sabe, mas é possível empreender durante a faculdade! Na verdade, esse pode ser o início de uma carreira de sucesso, quem sabe até como [email protected] de uma grande empresa mais à frente.

Hoje, é com muito orgulho que trazemos este guest post ensinando como começar o seu próprio negócio, conciliando com as aulas da faculdade. Vamos lhe mostrar algumas opções de atividades que podem ser feitas durante os anos do curso e que podem até ter continuidade depois.

[email protected]? Venha com a gente!

Empreendedorismo: o conceito

O empreendedorismo é tido como uma das forças do nosso sistema econômico. Sem a figura [email protected] empreendedor/a, o modelo em que vivemos não seria possível. Mas definir esse conceito não é tão fácil assim.

É muito comum pensar que @ empreendedor/a é alguém que é “chefe de si [email protected]”. No entanto, essa explicação ainda não é suficiente para dar conta da complexidade dessa atividade.

De acordo com o professor Louis Jacques Fillion, PhD em educação empreendedora, podemos dizer que “um/a empreendedor/a é uma pessoa que imagina, desenvolve e realiza visões”. Há algumas camadas nesse significado que devem ser reveladas.

A primeira delas é a visão. @ empreendedor/a é alguém que enxerga algo que o restante das pessoas não vê: uma oportunidade. Depois, essa definição traz o conceito do planejamento. Uma vez identificada a oportunidade, há que se colocar no papel como viabilizá-la.

Por fim, há o ponto fundamental da realização. Não basta ter a visão, nem saber como fazer. Para empreender, é necessário colocar a mão na massa. Um/a empreendedor/a, então, pode ser visto, de forma mais ampla, como um/a realizador/a. E há várias maneiras de fazer isso, em todos os momentos da vida.

Formas de empreender durante a faculdade

Aqui, separamos algumas ideias para inspirá[email protected]:

Criar uma empresa júnior

Empresas juniores são organizações totalmente geridas por [email protected] de um determinado curso universitário. Para funcionar, ela deve ter a supervisão de um/a professor/a do curso, que será @ responsável pela orientação [email protected] [email protected]

Seus clientes são pessoas e organizações da sociedade que precisam de um serviço real. Os preços cobrados por esse tipo de empresa têm valores muito mais atrativos — afinal, [email protected] @s [email protected] sainda estão aprendendo.

Unir-se a uma empresa júnior ou iniciar uma no seu curso pode ser uma excelente forma de empreender durante a faculdade. Caso você vá começar uma organização do zero, pode obter ajuda no portal da Confederação Brasileira de Empresas Juniores.

Organizar eventos

Simpósios, congressos, jornadas e outros tipos de encontros acadêmicos são centros muito importantes de reflexão e geração de conhecimento. E organizá-los é uma excelente forma de exercer o seu empreendedorismo.

Planejando e realizando eventos em sua área, você desenvolve suas habilidades de liderança, gestão e planejamento, além de ampliar muito a sua network.

Desenvolver um produto

As aulas da faculdade são um momento em que a cabeça borbulha de ideias. Aprendendo sobre os tópicos que vão formá[email protected] como profissional, você começa a entender como funcionam as coisas. Esse é também um ótimo momento para identificar necessidades e enxergar oportunidades.

Aproveite os laboratórios da faculdade e os recursos disponíveis na instituição para tentar desenvolver algum produto que possa ser lançado no mercado.

Criar uma startup

Em alguns casos, a oportunidade enxergada pode dar origem a um novo modelo de negócios ou a uma nova forma de fazer algo que já existe. Nesses casos, você pode criar uma startup para atender a essa necessidade do mercado.

Lembre-se que o Facebook, uma das maiores empresas do mundo, surgiu quando Mark Zuckerberg estava na universidade!

Muitas faculdades possuem incubadoras de empresas que dão uma importante ajuda nos primeiros anos de um novo negócio, oferecendo infraestrutura, acompanhamento, mentorias e até investimentos. Busque por essas oportunidades e alavanque seu negócio!

Fazer um intercâmbio profissional

Por si só, a realização de um intercâmbio já é uma ferramenta catalisadora de crescimento pessoal. Quando feita em associação à faculdade, pode ser também uma ótima oportunidade de crescer profissionalmente. Alguns programas de work and travel levam você para trabalhar e aprender em organizações no exterior.

Veja se a sua faculdade possui algum convênio nesse sentido. Outra possibilidade é afiliar-se à AIESEC, uma organização mundial totalmente gerida por jovens líderes que oferece esse tipo de programa. Lá, além de ter uma experiência internacional, você ainda terá a oportunidade de trabalhar na própria associação e ganhar ainda mais experiências empreendedoras.

Criar um projeto de extensão

Um projeto de extensão acadêmica é uma ação da faculdade para oferecer à comunidade um serviço com base nos conhecimentos gerados pelas pesquisas e pelo ensino que acontecem na instituição. Exemplos de projetos de extensão são clínicas escola, atendimentos sociais e assessorias.

Veja quais serviços sua faculdade oferece em extensão e verifique se há espaço para a criação de novos projetos. Muitas instituições têm verbas específicas para esse fim. Ajudar a criar um projeto de extensão, além de ser uma excelente forma de empreender, ainda é uma excelente contribuição social.

Transformar seu projeto em TCC

Em praticamente todos os cursos superiores, @ [email protected] deve entregar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que sintetiza todo o conhecimento adquirido nos períodos da faculdade.

Alguns cursos só admitem monografias — trabalhos de cunho teórico — como trabalho final. Mas tem se tornado cada vez mais comum que as faculdades admitam também projetos de orientação mais prática, que devem ser acompanhados de um relatório técnico.

Nesses casos, transformar seu projeto de empreendedorismo em seu TCC pode ser uma excelente ideia. Seu empenho para fazer o projeto dar certo fará com que você busque todas as informações necessárias e também consulte muitos textos de referência, que poderão ser usados no relatório.

Além disso, o fato de você conhecer o negócio como ninguém certamente valerá alguns pontos a mais na apresentação do projeto para a banca avaliadora, pois você saberá responder a todas as perguntas que lhe forem feitas.

Empreender durante a faculdade é uma ação que traz uma série incalculável de benefícios. Não é fácil (assim como empreender em qualquer idade). Mas é uma experiência que, certamente, vai transformar seu caminho e prepará[email protected] melhor para a vida.

Ficou [email protected] com a possibilidade de começar a realizar seus sonhos agora mesmo? Então, compartilhe este post nas redes sociais! Quem sabe você não encontra [email protected] para encarar essa aventura com você?

Artigo produzido pela equipe da Fappes.