empreendedor no Facebook

Confira algumas dicas práticas para o pequeno empreendedor no Facebook

O Facebook é a principal rede social do mundo hoje - por isso, quem quer ter uma empresa de sucesso precisa estar por lá.

O Facebook é a principal rede social do mundo hoje – por isso, quem quer ter uma empresa de sucesso precisa estar por lá. Afinal, se todas as maiores e melhores empresas do mercado utilizam a rede de forma estratégica, gerando resultados.

Mesmo quem não gosta pessoalmente da rede sabe que ter uma página é essencial para o reconhecimento da marca. O que muitos não sabem é que não é só isso. Com uma página, é possível gerar tráfego para o seu site ou blog, conseguir engajamento com a sua marca, chegar exatamente nas pessoas que você deseja e até gerar leads.

Pode parecer muito difícil conseguir isso tudo, mas a verdade é que o Facebook quer tornar a geração de resultados o mais simples possível. Afinal, quanto mais pessoas usando a rede não só para interagir, mas também para educar o mercado e gerar negócios, mas a empresa de Zuckerberg é relevante.

Como, então, um mero empreendedor pode tornar essa rede uma boa fonte de resultados? Fique atento às nossas dicas!

Produza conteúdo

Parece óbvio, mas muita gente já começa errando por aqui. Não adianta nada ter uma página linda, mas parada. Muito menos muitas curtidas, se essas pessoas não vêem as atualizações da página na timeline do empreendedor no Facebook.

Mesmo sem uma grande equipe, é possível produzir conteúdo estratégico constantemente. Primeiro, é necessário que essa produção esteja na sua rotina. Separe meia hora por dia para procurar notícias ou criar posts relevantes. O contrário também pode ser feito: mantenha uma página de anotações sempre aberta e atualize-a durante o dia com anotações e links relevantes. Um cliente fez uma pergunta? Anote-a e crie um post com a resposta no final do dia.

Tenha uma estratégia

Se você não tem uma equipe de marketing pode ser difícil montar uma estratégia de marketing no facebook muito elaborada. É possível, porém, começar aos poucos. Primeiro, tenha sempre os seus objetivos em mente.

Você precisa tornar sua marca conhecida no mercado? Pense em posts que o seu público gostaria de ver. Precisa levar tráfego para o seu site? Produza conteúdo relevante para esse público.

O empreendedor no Facebook deve pensar na sua página como um veículo de comunicação direcionado para o seu público-alvo. Eles não querem ler apenas sobre como a sua empresa é legal, certo? Por isso, escreva sobre o seu mercado, compartilhe notícias relevantes, produza peças e vídeos sobre experiências interessantes.

Mesmo sem falar diretamente sobre a sua empresa, ela será cada vez mais reconhecida pelas pessoas que te interessam.

Participe de grupos

Não subestime os grupos! É raro encontrar tão facilmente uma concentração pessoas que estão interessadas no assunto que você fala.

É importante, porém, tomar cuidado para não ser o chato. Não adianta apenas usar os grupos como formas gratuitas de divulgação, você precisa agregar a essa comunidade de alguma forma.

Ao chegar em um grupo, dê uma olhada nas discussões recentes, nos argumentos levantados e dúvidas geradas. Você (ou principalmente o seu conteúdo) pode ajudar em alguma delas? Se sim, não hesite em compartilhar.

É possível, dentro do tema geral do grupo, criar uma discussão relevante com o seu conteúdo? Também é uma boa forma de deixar um link. Com o tempo, as pessoas reconhecerão a sua marca como boa fonte de informação, e não apenas aquela empresa que quer se divulgar.

Use bem o Facebook Ads

Sim, está cada vez mais difícil alcançar mais pessoas pelo Facebook. Com tanto conteúdo sendo publicado na rede constantemente, é quase impossível se destacar. Por isso, o Facebook Ads é uma ferramenta essencial para o sucesso da sua marca na rede social.

Quem não conhece muito da ferramenta vai direto no botão Impulsionar Publicação. É a forma mais fácil de fazer um anúncio, mas pode não ser tão eficiente. O modo impulsionar permite uma configuração mais básica e, ao mesmo tempo, mais facilmente criada sem elementos estratégicos.

Nunca se sabe – muitos dizem que o Facebook Ads é um eterno beta, sempre com novas opções para facilitar a criação de anúncios pelos usuários. Alguns cuidados, porém, ainda são necessários.

Deixe claro o seu objetivo

Quanto mais claro o que você quer alcançar com esse anúncio, melhor. Por isso, lembre-se de alterar objetivo da impulsão de acordo com o que você deseja.

Importante: a seleção de objetivo de visitas no site não garante que você pagará apenas por cliques no link, apenas que ele será mostrado para pessoas mais inclinadas a visitar a página. A configuração de pagamento por clique só é permitida na criação do anúncio pelo Gerenciador de Anúncios.

Escolha a rede

Se esse conteúdo não é estratégico no Instagram, não faz sentido mostrá-lo lá, certo? Por isso, é importante não selecionar a opção de veicular o anúncio também no Instagram.

Olho na régua

A régua de público não está ali atoa. Ela mostra se o público selecionado é específico ou amplo demais, e isso está diretamente ligado a quanto você vai pagar por cada resultado.

Se você tem um público muito específico e a seta apontar no vermelho, você pagará mais por resultado. Pense, então, se vale a pena mesmo assim. Da mesma forma, se o público for amplo demais, você pode não estar atingindo as pessoas certas.

A estimativa de pessoas alcançadas mostrará quantas pessoas o orçamento que você selecionou tem a capacidade de alcançar.

Ou use o Facebook Ads estrategicamente de verdade

Se você quer fazer o seu anúncio no Facebook valer realmente a pena, não tem jeito: use o Gerenciador de Anúncios.

Por lá, você não está apenas mostrando um post para várias pessoas. Está criando um anúncio com todas as opções possíveis, com um foco total em resultado. Quer aprender?

Crie a campanha

A campanha é onde você define o objetivo de marketing. Como visível na imagem, existem muitas opções além de apenas visitas ou engajamento. Cada opção permite particularidades diferentes na criação do anúncio, por isso, vale a pena dar uma olhada em cada uma delas. Aqui, vamos fazer uma campanha voltada para tráfego para o blog, por exemplo.

Defina seu público, posicionamentos e orçamento

A criação correta do conjunto de anúncios também é extremamente importante para uma campanha de sucesso, e o gerenciador permite duas opções diferentes, mas que fazem muita diferença.

Primeiro, na edição dos posicionamentos. Esses são todos os lugares onde um anúncio pode aparecer (mas, na impulsão, o Facebook só permite tirar o Instagram):

Vale a pena analisar muito bem o seu tipo de anúncio e o seu público para entender se todos esses locais são realmente estratégicos para você. No nosso exemplo de um anúncio de post de blog, será que vale a pena aparecer no Messenger? Se estamos analisando constantemente o tráfego que chega nessas páginas, é interessante ter um anúncio em Instant Articles, que não leva o visitante para o meu site?

Além disso, a seleção de cobrança por cliques no link é permitida após a configuração do orçamento. Assim, você garante que realmente pagará apenas pelo tráfego gerado.

Defina o seu anúncio

O último passo é de seleção ou criação do anúncio desejado. Se você quer apenas mostrar um post para as pessoas certas com o anúncio, é só selecionar Usar a opção existente.


Se você precisa criar o anúncio do zero, o Facebook disponibiliza diversos formatos diferentes, a possibilidade de incluir links, adicionar mais de uma imagem e até um banco de imagens gratuito, que você utiliza na mesma tela.

Analise o que aconteceu

Não existe estratégia sem análise. Se você não pára para entender o que aconteceu e como pode melhorar, nada irá para frente. Por isso, a organização do Gerenciador de Anúncios é bem-vinda.

Se você tem campanhas separadas de acordo com cada objetivo (tráfego para o blog, tráfego para o site, engajamento com a marca, conversões na landing page x, por exemplo), pode analisar os resultados de cada uma e comparar o que é possível comparar.

Se, dentro de cada campanha, o conjunto de anúncios está nomeado de acordo com a segmentação (homens de 25 a 35 anos com interesse em negócios, por exemplo), você entenderá facilmente quais características representam bem o seu público.

Se cada anúncio for nomeado de acordo (post sobre marketing com imagem azul, por exemplo), você analisará de forma rápida quais elementos ajudam a trazer melhores resultados.

Dica bônus: gerando leads no Facebook

Tráfego, engajamento e reconhecimento de marca são elementos muito importantes para uma estratégia de sucesso – mas, no final, queremos mesmo é gerar leads, não é?

Se você não se esquecer dos outros elementos, isso é mais do que justo e é inclusive possível pelo Facebook. A configuração é tão fácil que vai te surpreender.

Primeiro, crie uma campanha com objetivo de Geração de Cadastros.

Configure o conjunto de anúncios da mesma forma, sem grandes alterações. A maior mudança é na criação do anúncio em si: com essa configuração, você pode criar um formulário diretamente no Facebook.

A criação do formulário é simples e intuitiva. Você seleciona imagem, título, perguntas e cria até uma tela de agradecimento.

O importante, aqui, é criar um formulário atrativo, que fará as pessoas terem vontade de se inscrever. Pode ser um sorteio, uma oferta de conteúdo, um desconto ou até uma consultoria gratuita. Lembre-se de vender o que você oferece, e não a sua empresa.

Agora que você já sabe da possibilidade de ganhar dinheiro com o Facebook, aprenda quais são os horários ideais para as suas postagens!