empreendedor introvertido

6 dicas para tornar um empreendedor introvertido mais sociável

Veja agora as 6 dicas que trouxemos para você, empreendedor introvertido, aprimorar suas habilidades e se tornar cada vez mais sociável!

O senso comum leva muita gente acreditar que alcançar o sucesso no mundo dos negócios é algo exclusivo para extrovertidos. Mas, quem segue essa premissa pode estar bastante enganado.

Apesar dos mais tímidos aumentarem seus níveis de energia em momentos de introspecção e de pouco contato social, eles podem, sim, ser empreendedores brilhantes.

Um dos maiores exemplos é o caso de Bill Gates. Além de ser filantropo e um dos homens mais ricos do mundo, o dono da gigante Microsoft é um empreendedor introvertido.

Segundo Gates, existem maneiras de aprender e utilizar os benefícios da introspecção no mundo dos negócios. Para aproveitar todo o seu potencial e se tornar um grande líder, é preciso eliminar algumas crenças limitantes e aprender a lidar com essa característica.

Veja agora as 6 dicas que trouxemos para você, empreendedor introvertido, aprimorar suas habilidades e se tornar cada vez mais sociável!

1. Valorize o poder da escuta

Em primeiro lugar, é fundamental saber que ser extrovertido ou introvertido não determinam as chances de se destacar como líder ou empreendedor. Um dos principais fatores dessa equação é a sua capacidade de ouvir o que as pessoas têm a dizer. 

Indivíduos introvertidos são, na grande maioria das vezes, bons ouvintes. Dessa forma, eles podem contribuir bastante para o ambiente de trabalho porque prestam atenção nas sugestões, pensam antes de falar e são abertos ao diálogo e à busca pela melhoria.

Além disso, um introvertido que cuida da gestão de equipes pode encontrar retornos bastante positivos. Quando os funcionários são proativos, líderes com a “fala mansa” e mais controlados tendem a gerar ótimos resultados.

2. Aprenda o poder da fala

Assim como escutar é uma virtude, falar também pode ser. Pessoas introvertidas costumam gostar de permanecer em silêncio em uma roda de conversa, mesmo que tenham opiniões sobre os assuntos discutidos.

Entretanto, falar é uma habilidade que precisa ser desenvolvida para a melhora do convívio social. Mesmo que você não fale o tempo todo sem parar, fazê-lo aumenta sua confiança para as relações com colegas ou colaboradores.

Uma boa maneira de começar é fazer pequenos comentários nos grupos de conversa, até quando você não tiver confiante de falar. Apenas comece a praticar esse exercício e exponha seus pensamentos.

A grande dica é não ter receio do julgamento dos outros, pois dificilmente alguém vai lhe julgar tanto quanto você mesmo.

3. Respeite sua hora de recarregar as energias

Uma das maiores diferenças entre as pessoas introvertidas e as extrovertidas é a maneira de onde elas tiram energia. Os extrovertidos são bastante sociáveis e se dão muito bem em atividades de grupo. Esses indivíduos se energizam ao compartilhar suas histórias e ao interagir com pessoas.

Já os introvertidos tendem a preferir atividades solitárias ou com pessoas com as quais têm muita intimidade. Pensam antes de falar e se sentem exaustos ou sobrecarregados quando expostos a interações sociais excessivas.

Entretanto, isso não deve fazer com que você pense que um introvertido não pode ser um palestrante, por exemplo. A diferença é que no final do dia, ao invés de sair com um grupo para um happy hour, essas pessoas preferem ir para casa ou algum lugar mais tranquilo para restabelecer sua energia.

Ser introvertido não é empecilho para manter um bom relacionamento com colegas, fazer reuniões importantes ou até mesmo dar um discurso. Contudo, é necessário que você respeite seu tempo solitário ou de silêncio para clarear a mente, encontrar soluções criativas ou simplesmente recarregar as baterias.

4. Faça seu dever de casa

Essa dica vale especialmente para eventos onde você pode utilizar o networking para fazer novos contatos e até mesmo novas parcerias. Afinal, convenções e outros eventos sociais são boas oportunidades para expandir sua marca.

Fazer uma pesquisa do tipo de pessoas que comparecerão no evento é uma ótima prática para ajudar a começar uma conversa. É difícil prever exatamente como será um bate-papo, mas ter uma base de como sua empresa pode se conectar com outras pessoas certamente é de grande valia.

Prepare-se para iniciar diversas conversas curtas, sem se desgastar muito nesses períodos. Depois, durante o evento, você pode retomar o diálogo com as mesmas pessoas com mais confiança. Dessa maneira, você inicialmente prepara o terreno e, uma vez que o gelo já foi quebrado, pode engajar nas conversas com maior facilidade e menos nervosismo.

5. Saia da sua zona de conforto

Sair da zona de conforto também é uma maneira de se tornar cada dia melhor e, aos poucos, descobrir todos os seus pontos fortes. O mais importante para isso é saber identificar suas habilidades e dificuldades e tentar alcançar a energia contrária.

Por exemplo, se você tem medo de falar em público, iniciar uma conversa e tomar decisões, pode tentar ser mais comunicativo, pró-ativo e decisivo. Aos poucos, isso vai se tornando cada vez mais natural até que você comece a perceber os melhores momentos de se expor ou de respeitar sua introspecção.

Se manifestar aos poucos em relação ao seus maiores medos ajuda você a romper barreiras invisíveis e a se tornar uma pessoa cada vez mais empoderada. 

6. Busque parceiros de negócio

Muitas empresas alcançam o sucesso pois seus sócios são pessoas de personalidades complementares. Se um dos donos é uma pessoa mais técnica e focada nos números, o outro é bom em comunicação e relações interpessoais e assim por diante.

Aproveite essa tática para ter ainda mais chances de fazer bons negócios. Se você é um empreendedor introvertido, busque parcerias com executivos mais expansivos e com características contrárias as suas.

Assim, ao contratar e lidar com colaboradores, você também tem mais chances de compreender suas habilidades, dificuldades e maneiras de construir um time vencedor.

O mesmo vale para contatos com clientes e empresas parceiras. Dessa forma, suas ideias podem impactar muito mais pessoas.

Pessoas introvertidas guardam o mesmo potencial dentro de si do que pessoas extrovertidas. O pulo do gato aqui é saber como lidar com suas características para tirar o melhor proveito de cada situação.

Se você é um empreendedor introvertido, com as dicas que viu nesse conteúdo, certamente vai conseguir treinar suas habilidades para os momentos de maior exigência social!

Gostou das dicas para transformar empreendedor introvertido mais sociáveis? Talvez você também se interesse em saber como enfrentar sua jornada empreendedora mesmo com um início turbulento.

  • Henrique Aranha

    Muito bom!