email marketing

Você sabe como fazer email marketing?

Você sabe como fazer email marketing e deixar sua base de leads informada sobre as novidades do seu empreendimento e assim melhorar seu resultado? Leia e aprenda!

Cada vez mais a internet está sendo usada para promover e divulgar produtos e serviços.

E essa é uma estratégia que faz todo o sentido: no Brasil, cerca de 98 milhões de pessoas tem acesso à rede.

Portanto, usar essa ferramenta para se posicionar no universo digital é uma tática e tanto.

Mas nem tudo é tão simples quanto parece.

Para alcançar as pessoas certas e transformar esses consumidores em clientes, é preciso muito estudo e trabalho árduo.

Mais do que isso, é necessário entender como fazer marketing digital para oferecer conteúdo de qualidade e conquistar a confiança do leitor.

Se você está começando a utilizar essa estratégia e precisa de mais informações, acompanhe esse post e saiba como fazer email marketing.

Por que email marketing?

Usar o email como um canal de contato com o lead é uma das maneiras mais efetivas de entregar sua mensagem.

Na verdade, sua lista de contatos é o seu ativo mais importante no mundo do empreendedorismo online.

E nessa hora você pode estar se perguntando: “Mas e as redes sociais, então, não devem ser a minha prioridade?”.

Nada assegura que as redes, de uma hora pra outra, mudem suas políticas de uso.

Imagine se o Facebook, por exemplo, decide excluir páginas ou contas sem questionar nada a ninguém.

Isso pode acontecer, justamente, porque você não é dono de nenhuma das páginas ou contas das suas mídias sociais.

Já a lista de emails é sua.

As pessoas confirmaram suas inscrições e cederam autorização para que você enviasse conteúdo a elas.

Mesmo que o serviço de email marketing que você usa falir por algum motivo, você pode exportar a sua lista e importar para um outro servidor.

Portanto, não coloque todos os seus pães em uma única cesta.

Ou seja, não deixe que seu negócio dependa somente de uma ou duas redes sociais.

Atualmente estima-se que 78% das empresas brasileiras utilizam recursos de email marketing para se comunicar com seus contatos.

Esse recurso também é o que apresenta o maior ROI (retorno sobre investimento), com cerca de US$ 40,56 para cada dólar investido.

Ao ignorar o poder do email marketing para o seu negócio, você pode estar deixando dinheiro na mesa.

Conceitos básicos

Entender algumas das definições mais utilizados por empreendedores que investem em marketing digital é fundamental para criar as suas próprias campanhas e táticas.

Veja só:

Formulário de captura

Meio de inscrição do futuro leitor na sua lista de email. É o local onde ele insere o endereço de email para receber mais informações.

Lista de email

Nada mais é do que todos os endereços de email de pessoas que se interessaram no que você tem a oferecer. É para essa lista que você dispara newsletters e quaisquer outros conteúdos que julgar importante.

Landing page

É uma página onde você insere um formulário de captura, uma chamada para ação e uma possível recompensa para o lead.

Lead

Potencial cliente – outra denominação para qualquer pessoa que se inscreva na sua lista.

Funil

Etapa de conscientização e conhecimento em que o lead se encontra.

Todos os leads começam na mesma altura do funil.

Com o passar do tempo e conforme o interesse de cada um, eles vão se aproximando da parte mais estreita do funil, que é a compra de um produto ou serviço que você oferece.

Depois disso, o lead vira cliente.

Recompensa

Forma digital de entregar um presente em troca do email de uma pessoa.

Gatilhos mentais

Muito usados no marketing digital, são recursos persuasivos que se baseiam na forma como o cérebro humano funciona desde os tempos mais primitivos.

Ao utilizar os gatilhos mentais da forma correta, você pode fazer as pessoas tomarem uma ação do jeito que você quer que elas façam.

São atalhos poderosos e devem ser utilizados sempre com muita ética.

Lembre-se de que se você não entrega o que promete, seu público não confiará mais em você.

Software de confiança

Escolher o serviço de email marketing é uma etapa fundamental na sua jornada no marketing digital.

Antes de mais nada, você precisa ter certeza de que o conteúdo que você preparou para a sua lista será entregue pelo serviço de email marketing.

Portanto, a ferramenta escolhida deve ter uma boa taxa de entrega, enviando os seus emails para a caixa de entrada das pessoas, e não para o spam.

Quando uma pessoa se cadastra na sua lista de emails, ela quer receber suas dicas, informações e saber mais sobre o que você oferece. Se ela passa um tempo sem “ouvir” notícias suas, você cai no esquecimento.

E o pior, serviços de email que encaminham newsletters para as pastas de spam ou lixo tendem a fazer isso com todos os conteúdos subsequentes  que você enviar.

Dessa maneira, os gerenciadores de email como Google e Hotmail “entendem” que você dispara spam e tendem a classificá-lo dessa maneira para cada vez mais pessoas.

Uma boa forma de evitar que isso aconteça é incentivar o lead, na mensagem de confirmação de inscrição na lista, a cadastrar o seu endereço de email como um contato.

Título

Para que as pessoas cheguem até os ótimos conteúdos que você preparou, você precisa chamar a atenção delas.

É necessário fazer com que elas se sentam interessadas em abrir o email para ver a sua mensagem.

Por isso, vale a pena gastar um bom tempo pensando e produzindo o título do seu email.

Procure não ultrapassar 70 caracteres no seu título (menos é mais) e nunca mande títulos prometendo ou comentando um assunto que você não trata no corpo do email.

Consistência e qualidade

Seus contatos merecem assuntos de real valor, e não apenas emails para cumprir tabela.

Por isso, é melhor você mandar emails com um intervalo um pouco maior de tempo, como a cada 15 dias, do que enviar emails diários com informações nem tão relevantes assim.

Se você utiliza a opção de autorresposta (programar emails para serem enviados automaticamente), escolha um espaço de 3 ou 4 dias entre um email e outro.

Essa é considerada uma boa distância de tempo para voltar a aparecer na caixa de entrada da sua lista.

Mostrar que você valoriza o tempo das pessoas é algo muito apreciado por quem recebe as suas mensagens.

Portanto, envie emails só quando realmente tiver algo interessante para oferecer e, principalmente, vá direto ao ponto.

Não escreva textos enormes para dizer algo que pode ser explicado em poucas linhas.

Aproximação

Você é uma pessoa, um ser de carne e osso, assim como o seu leitor.

Por isso, use uma linguagem pessoal e mostre que você também tem acertos e erros.

Isso aproxima você cada vez mais de quem lê seus emails.

Outra dica aqui é usar o seu nome ao invés do nome da sua empresa.

Isso dá a entender que você é acessível e que as pessoas podem se conectar com você.

Mobile

Mais de 76% das pessoas acessam a internet pelo celular.

Esse número ressalta a importância de adaptar a sua newsletter para que todos possam ler seu email em qualquer largura de tela.

Nesse caso, contar com um servidor de email marketing responsivo faz toda a diferença.

Alguns servidores permitem que, antes de confirmar o envio, você faça simulações para visualizar como a sua mensagem vai aparecer em diferentes tipos de telas.

Call to Action

É a chamada para ação, ou seja, um incentivo para que o leitor tome uma atitude após abrir e ler o email.

Pode direcionar para um post, vídeo ou outro tipo de conteúdo que você desejar.

A chamada para ação (ou simplesmente CTA) deve atrair a atenção e dar uma ordem.

Se puder, crie botões com cores chamativas e textos que motivem o leitor a clicar.

Procure distribuir mais de um call to action ao longo do corpo do email, pois isso também aumenta a taxa de cliques.

Outra dica também é deixar o CTA visível logo no início da mensagem.

Assim, aquelas pessoas que não rolam a mensagem para baixo também podem aproveitar a oportunidade de clicar no seu link ou botão.

Ofereça um presente

A recompensa digital é uma forma de fazer com as pessoas troquem seu email por um “presente” que você disponibiliza.

Essa recompensa ou isca pode ser oferecia em diversos formatos.

Algumas das mais conhecidas são eBooks, webinários, planilhas, tutoriais e infográficos.

Essa é uma ótima maneira de mostrar um pouco do seu trabalho e formar lista.

Mas lembre-se: é muito importante que a recompensa seja de qualidade.

Afinal, esse é o primeiro contato do leitor com o seu conteúdo.

A regra da primeira impressão se aplica nesse caso.

Design

Não ignore o design do corpo do email, botões de call to action e possíveis imagens a incluir na mensagem.

É cada vez mais necessário, em meio a tantos emails que as pessoas recebem diariamente, que o seu conteúdo se destaque e chame a atenção.

Não precisa ser nada muito elaborado, mas que seja simples, bonito e fácil de ler.

Ah, e não se engane: quando todos os concorrentes usam imagens e recursos gráficos, o design mais chamativo pode ser aquele que usa só texto, por exemplo.

Ainda sobre a questão de facilidade de leitura, muitos empreendedores preferem mandar suas mensagens configurando a largura máxima da coluna para 500 pixels.

É mais simples para o olho humano acompanhar textos que se encaixam em espaços menores.

Dicas extras

como fazer email marketing

Não compre listas de email

Em hipótese alguma!

Listas prontas que são oferecidas no mercado podem ser o seu pior investimento.

Os endereços de email contidos nessas listas não foram confiados a você por aquelas pessoas.

Isso pode simplesmente queimar a sua reputação.

É preferível ver sua lista crescer aos poucos do que disparar email para milhares de pessoas que não querem ouvir o que você tem a dizer.

Personalize

Se puder, ao criar seus formulários de captura de email, peça também o primeiro nome do seu leitor.

Isso permite que você mande emails do estilo “Fulano, aqui está o seu presente”.

Estatísticas demonstram que as taxas de abertura de email podem aumentar em 14% quando as pessoas veem seu nome no assunto.

Além de se sentir importante, o leitor passa, mais uma vez, a se aproximar de você.

Unsubscribe

Inclua em todos os emails que você envia a possibilidade do lead se descadastrar da sua lista.

É direito do leitor escolher não receber mais os seus emails.

Quando essa opção está ativa, as chances das pessoas classificarem seus emails como spam diminuem, o que é bom para você aos olhos dos provedores de email.

Ao ver leads se descadastrarem da sua lista, não se desespere.

Pense pelo lado positivo: você está pagando (dependendo do software de email marketing) para manter aquele lead na sua lista.

Se ele não tem interesse nos seus assuntos e no que você oferece, o descadastro é quase um favor que ele presta a você.

Assim, você pode continuar seus projetos com quem realmente gosta e valoriza o seu trabalho.

Mensure

Uma das maiores vantagens de trabalhar com o marketing digital é a oportunidade de analisar todas as métricas disponíveis de uma forma muito mais barata e simples do que nas mídias convencionais.

Você pode controlar taxas de abertura e cliques em links no corpo do email, por exemplo.

Também pode fazer testes A/B, onde você envia duas variações do mesmo email para ver qual deles funciona melhor.

A partir desses resultados, você pode estudar suas estratégias e melhorá-las a cada novo envio de newsletter.

Segmente sua lista

Procure entender de onde seus leads vieram.

Se foi da página de captura onde você ofereceu uma recompensa sobre o assunto “x” ou se foi pelo formulário do seu site para receber suas newsletters.

Outro grupo interessante para se criar é o dos seus clientes – que podem receber conteúdos mais avançados ou até up sellings.

Ao separar as pessoas por interesse, você aumenta as chances de entregar conteúdos que sejam relevantes para cada grupo.

Responda os emails

Dedique um tempo do seu dia a responder os emails que os leitores encaminham a você.

Alguns podem até se surpreender positivamente por receberem uma mensagem sua.

Essa é mais uma oportunidade de você criar uma ligação entre você e o lead.

Se ficar difícil para você realizar essa tarefa, deixe alguém da sua equipe responsável pela tarefa.

Ah, só um detalhe: essa pessoa não deve assinar com o seu nome.

Parabéns, agora você já sabe como fazer email marketing!

Investir em métodos de relacionamento por email é uma das melhores maneiras de alavancar seus negócios e fidelizar clientes.

Segundo pesquisas, 44% das pessoas que recebem promoções via email realizam ao menos uma compra.

Esses são dados bons o suficiente para, pelo menos, dar uma chance aos recursos de email marketing.

Gostou desse conteúdo?

00Achamos que você também pode se interessar em saber mais sobre os diferentes tipos de marketing.