empreendedor verificando dicionário de startup

Dicionário de Startup: conheça os termos mais utilizados no mundo das startups

Criamos esse dicionário de startup para te ajudar a entender e ter sempre disponível expressões mais usuais no mundo dos negócios!

Você já se perdeu em meio a tantos termos e expressões usadas no universo empreendedor? E para piorar um pouco, a maioria é escrito em inglês. Fique tranquilo, nós também já vivemos isso e sabemos ser algo comum para quem está começando a se aventurar nesse universo. Foi por isso que criamos esse dicionário de startup.

Com o tempo, todas essas palavras vão se tornando familiar. Enquanto isso, não custa nada fazer umas consultas rápidas quando surgir aquela dúvida. Se preferir, coloque esse link como “favoritos” em seu navegador e use sempre que for necessário.

Aceleradora

O próprio nome sugere o propósito principal das aceleradoras. Basicamente, elas visam dar todo a mentoria necessária durante certo período para que startups cresçam mais rapidamente. Esse processo pode ser governamental ou financiado por empresas privadas e não necessariamente inclui investimento financeiro, mas também mentorias e empréstimo de infra-estrutura.

Angels

Os chamados “angels” nada mais são do que investidores que apostam em grandes ideias que ainda não são negócios formados. Muitas das vezes elas nem foram tiradas do papel. É difícil generalizar suas intenções, mas essa estratégia funciona como uma aplicação financeira de alto risco, que se der certo, pode valer muito mais.

Angel Round

Esse é o momento, como a própria tradução sugere, em que ocorre a captação de recursos do investidor pela startup.

Aporte

Diz respeito a qualquer apoio dado às startups e pode ser tanto financeiro como um mentoria e compartilhamento de experiência.

Bootstrapping

É o período que uma empresa iniciante consegue caminhar e gerar valor apenas com investimentos próprios. Geralmente essa é uma opção tomada por empreendedores que possuem certa experiência e querem aproveitar o máximo que podem de sua liberdade para modelar seu negócio.

Além do mais, quando mais o empresário consegue caminhar pelas próprias pernas, maiores as chances de receber investimentos mais significativos quando for necessário algum aporte.

Break-even

A tradução em português quer dizer ponto de equilíbrio. Ele é um dos principais indicadores financeiros de um negócio. Na prática, indica que as receitas e as despesas correspondem ao mesmo valor. Em um planejamento, o break-even aponta a partir de que etapa sua startup vai começar a dar lucro.

Burn Rate

Com os recursos dispostos em caixa, quanto tempo sua empresa pode sobreviver? A resposta a essa pergunta corresponde ao burn rate da sua empresa. Ela é importante para calcular a sustentabilidade de seu negócio.

Business Model Canvas

Método criado por Alexander Osterwalder como uma alternativa para realizar e gerenciar um plano estratégico de forma mais direta e ilustrativa. O Canvas é um quadro que pode ser desenhado em um papel apenas e que resume de forma objetiva todas as etapas necessárias para se fechar o ciclo criativo de uma ideia de negócio.

Business Plan

Na tradução literal significa “plano de negócios“. Esse documento por muitas vezes se tornou obrigatório no momento de buscar investidores. Isto porque ele descreve detalhadamente a ideia de negócio, contento pontos como objetivos da empresa, análise de recursos, plano financeiro etc.

Cap Table

Uma cap table é uma tabela em que são listados todos os acionistas de uma empresa. Essa ferramenta é muito importante, pois contribui para a organização da participação de cada sócio.

Capital de Giro

Uma boa gestão do capital de giro pode definir a longevidade de seu negócio. Ele nada mais é do que o dinheiro necessário para que se reinicie um ciclo de compra e venda. Toda produção precisa conseguir retorno suficiente para pagar as despesas e reinvestir em novos produtos.

Captação de Recursos

Para manter um negócio, é necessário haver captação de recursos, isto é, levantar investimento. Isso pode ser feito em bancos, investidores, fundos de investimentos etc.

Core Business

Na tradução, “core business” significa “negócio principal” e essa expressão é usada para se referir à razão de existir de um empreendimento.

Coworking

Espaço criado para que trabalhadores diversos possam dividir uma área para execução de suas tarefas, além de trocar experiências e interagir com outros empreendedores. Também é chamado de “escritório compartilhado”.

Crowdfunding

É uma forma de levantar recursos para um projeto baseada em financiamento coletivo, normalmente feito por uma plataforma especializada. Em sua maioria, os contribuintes são pessoas físicas que acreditam no sucesso daquela ideia de negócio.

Customer Development

Essa cultura acredita que a validação de uma ideia deve ser feita pelos consumidores o quanto antes. Ela está bastante alinhada com o conceito de Lean Startup, que acredita que o erro é inerente ao desenvolvimento e por isso se torna mais vantajoso errar cedo para corrigir rapidamente.

Design Thinking

É uma técnica que tem sido bastante aplicada no processo de inovação. O principal objetivo é entender os problemas de forma mais ampla, sendo capaz de construir soluções que integram diferentes áreas.

Early Stage

Early Stage (estágio inicial) são empresas novas, de até três anos.

Elevator Pitch

É uma técnica que propõe a apresentação de uma ideia de forma objetiva e direta. Ela geralmente deve durar cerca de 30 segundos, o tempo suficiente para contá-la em um elevador.

Empreendedorismo Social

Empreender sem fins lucrativos, mas em prol de causas sociais e/ou ambientais. O empreendedorismo social é uma saída sustentável para impactar pessoas e mobilizar causas que realmente transformam a sociedade.

Equity

Quando sua startup alcançar a “equity“, significa que ela alcançou estabilidade e pode ter o capital aberto.

Escalabilidade

Essa é uma das características principais do conceito de startup. Dizer que ela tem escalabilidade é o mesmo que possuir capacidade de entregar o mesmo produto para um grande público.

Fluxo de Caixa

O Fluxo de caixa determina quanto de dinheiro entrou e saiu da empresa em determinado período. Ele é um importante indicador para a gestão financeira.

Founder

Criador de uma negócio.

Growth Hacking

Segundo seu criador, Sean Ellis, é um “marketing voltado para experimentos”. Isto é, uma prática com foco em achar saídas inovadoras (gatilhos) para um rápido crescimento da empresa.

Hackaton

São eventos com propósito de unir criadores de produtos em competições que possam agregar a todos. São formados grupos que devem trabalhar para alcançar uma solução para o problema levantado e ao final, um é premiado.

Incubadora

É uma versão mais tradicional do processo de aceleração. A incubadora geralmente tem foco em apoiar empresas a desenvolver suas ideias de negócio por determinado período de tempo e buscam áreas mais tradicionais, muitas vezes devido a uma resolução estadual de fomento de um setor.

Intraempreendedorismo

Também chamado de empreendedorismo corporativo, se refere aos empreendedores que trabalham dentro de uma companhia. Eles ajudam na identificação dos problemas cotidianos e propõem soluções inovadoras. O intraempreendedorismo é muito saudável para grandes e tradicionais empresas, pois ajudam a trazer a atualização de forma sistêmica.

Landing Page

Faz parte da estratégia de marketing digital, para captar leads (potenciais clientes) para um negócio. Uma landing page é uma página simples, com um formulário de cadastro, que oferece algum conteúdo ou experiência em troca da captação de seus dados.

Lean Startup

Conceito desenvolvido por Eric Ries em seu livro “Startup Enxuta” e que propõe uma melhor gestão dos recursos disponíveis. Ele disseminou a cultura de errar rápido para aprender e poder crescer o quanto antes.

Meetup

Encontro realizado para debates e troca de contatos (networking) promovido por startups para aquecer o ecossistema empreendedor.

Mentor

É um empreendedor de sucesso que ajuda outros por meio de aconselhamentos e direcionamentos. Eles auxiliam as startups para terem sucesso de forma mais assertiva, devido a sua larga experiência.

MEI

É a sigla para micro empreendedor individual e se tornou uma categoria muito difundida no brasil, por ser um lugar em que as pessoas encontram na abertura do própria negócio uma alternativa à dificuldade de obter um emprego formal.

Modelo de Negócios

Como explicado no “Business Model Canvas”, o modelo de negócios é uma ferramenta mais simples e dinâmica para transformar uma ideia em um um produto viável.

MVP (Minimum Viable Product)

Na tradução, significa “mínimo produto viável”. Esse conceito está incluído na proposta do Lean Startup e na prática propõe que, ao ter uma ideia de mercado, você deve criar um produto rudimentar que represente sua proposta central e que possa ser testado o quanto antes.

Networking

Algo essencial no mundo das startups: possuir uma rede de contatos. Ter uma networking é encurtar caminhos, pois ela ajuda empreendedores a ter acesso a pessoas que possam colaborar para o desenvolvimento de seu negócio.

Pitch

E o ato de apresentar sua ideia para investidores e/ou mentores que podem comprá-las e agregar com aconselhamentos e geralmente duram cerca de 30 minutos.

PME

PME ou Pequenas e Médias empresas é usada para catalogar o porte de um negócio. Esse valor está relacionado ao número de funcionários.

ROI (Retorno de Investimento)

É um cálculo que demonstra a taxa de lucro obtido em determinado investimento. Ele é importante para medir se determinado processo está dando retorno e por isso, se está sendo vantajoso.

Seed Money

É o dinheiro investido no início de um negócio até que ele consiga gerar lucro. É essencial em startups, que muitas vezes não possuem capital para colocar a ideia em prática.

SEO (Search Engine Optimization)

Padrão criado pelo google para classificar a posição das buscas. Ao realizar o que o buscador considera relevante, você conseguirá aparecer nas primeiras páginas — algo essencial para negócios digitais.

Spin-off

Processo de nascimento de um negócio derivado de outro já existente. O google, por exemplo, nasceu como buscador, mas várias outras empresas foram criadas a partir dele, como o google Ads.

SoftWare-as-a-service (SaaS)

É a contratação de um software através de uma assinatura ou taxa de utilização.

Stakeholders

Os tomadores de decisão de uma empresa. Ou seja, todos os públicos relacionados a ela sejam clientes, funcionários, sócios etc.

Startup

O conceito mais atual para uma startup considera que ela seja uma empresa rentável, escalável e possua um alto grau de inovação. Na maioria das vezes, ela é um negócio iniciado na web devido aos baixos custos exigidos para isso, mas não necessariamente.

Valuation

Qual o valor do seu negócio? Esse é um conceito necessário caso você pretenda vender ou mesmo saber o grau de grandeza de determinado ativo.

Gostou de conhecer mais sobre as expressões do mundo do empreendedorismo nesse dicionário de startup? Você pode conferir também esse artigo sobre “O que é empreendedorismo”!