dicas de fériasempreendedorismo. Sendo assim, procuramos fazer isso de diversas formas através dos nossos posts e materiais.

">

7 dicas de férias para viciados em trabalho

Desligar do trabalho pode ser um exercício difícil, mas não é impossível. Por isso, trouxemos dicas de férias para aqueles que não conseguem se desconectar.

A competitividade no mercado de trabalho torna impositivo o aperfeiçoamento das habilidades profissionais — ser bom não é o suficiente, as portas se abrem com mais frequência para os melhores.

Tal característica da vida moderna causa a sensação de que somos insubstituíveis, e na nossa ausência as coisas não funcionarão da mesma forma; a ponto de o que antes era a maneira de garantir o sustento e conquistar uma vida digna resultar em um vício.

Realmente nada é cem por cento igual, mas sempre há algum caminho para lidar com as adversidades — nenhuma empresa vai parar porque o funcionário entrou de férias.

Desligar do trabalho pode ser um exercício difícil, mas não é impossível. Pensando nisso, no post de hoje trouxemos 7 dicas de férias para aqueles que não conseguem se desconectar. Acompanhe!

1. Planeje suas férias com antecedência

O primeiro passo para não ser incomodado com assuntos de trabalho durante o período de férias é traçar um planejamento.

Pessoas viciadas no seu ofício dificilmente vão pensar que existe um momento propício para se ausentar da empresa, mas se ele não existe, de alguma forma precisa ser criado.

Converse com seus superiores sobre as possíveis datas disponíveis, e foque naquela que comprometerá menos o desempenho da empresa. Ou se você é o chefe, crie uma estratégia para que tudo corra naturalmente durante seu afastamento.

A partir daí, organize um cronograma de atividades, estabelecendo quais são as prioridades a serem resolvidas antes que você saia de férias. Dessa forma, fica mais fácil identificar o que pode ser adiado, e evita que projetos ou decisões importantes sejam tomadas pelo seu substituto.

Aproveite a antecedência para programar também alguma viagem e comece a pagá-la. Os workaholics têm sempre o trabalho em primeiro lugar, e qualquer motivo pode se transformar em pretexto para não abandonar, ainda que temporariamente, esta dependência. Então use a tática de já ter investido dinheiro para não se furtar do descanso.

2. Desligue-se de qualquer recurso que tenha relação com o trabalho

O avanço das tecnologias trouxe ferramentas significativas para aumentar a produtividade das organizações. Hoje as informações são compartilhadas com mais agilidade, e, mesmo não se estando presente fisicamente, muitas questões conseguem ser resolvidas.

Porém, toda essa praticidade pode acabar se tornando um inconveniente nas férias. Se você optou por descansar, desligue de tudo que lhe faça lembrar de trabalho. Caso contrário, as chances de voltar mais estressado do que saiu são enormes.

Fique longe da sua caixa de email, do contato com colegas de trabalho nas redes sociais, avise seus clientes com antecedência, mantenha apenas um número para ser procurado em hipóteses de extrema necessidade.

3. Treine o seu substituto

Os workaholics, em regra, são profissionais extremamente competentes, mas ninguém é insubstituível; a empresa continuará funcionando independentemente que você se afaste por dias ou meses.

Uma dica para não ter o seu descanso perturbado nas férias é preparar uma pessoa para delegar suas funções.

Quanto antes você definir quem ficará no seu lugar, mais tempo haverá para treinamento e a execução de suas tarefas fluirá com menos complicações.

É válido deixar anotado informações essenciais como senhas, instruções para casos de emergência, tarefas com prazo a cumprir, tudo o que for ajudar a pessoa a se virar sozinha.

4 . Programe atividades para preencher o seu dia

Ainda que esteja em um lugar agradável e encantador, dificilmente um viciado em trabalho não vai pensar no assunto em algum momento do dia.

Se você teve a oportunidade de viajar, aproveite os passeios, práticas que lhe dão prazer, conheça a cultura e culinária do local — a ideia é preencher o tempo com o máximo de diversão possível.

Mas se estiver passando férias em casa, desfrute do laser que a sua cidade oferece. O importante é não deixar muito tempo disponível para lembrar do serviço.

5. Não conclua projetos importantes antes das férias

Deixar todas as atividades prontas para não precisar da interferência de terceiros, provavelmente será um motivo de ansiedade para os obcecados pela vida corporativa.

Contudo, saiba que não é conveniente finalizar tarefas complexas quando a data da sua ausência se aproxima.

O objetivo de sair de férias é poder descansar sem a interferência de assuntos de trabalho. Mas quando concluímos ações de maior relevância pouco antes de sair, é certo que a menor dúvida que surgir, a primeira pessoa que a empresa tentará entrar em contato será você.

6. Cuide da sua mente

O profissional competente vive em constante busca de aprimorar seus conhecimentos, recursos que ajudem a melhorar o seu desempenho — eles têm uma mente que trabalha a todo vapor.

Entretanto, o cansaço do dia a dia vai acumulando e chega um momento que a mente já não fica tão inspirada para criar, tomar decisões inovadoras, e o trabalho passa a não render mais como antes.

Entrar de férias é a oportunidade de cuidar da mente, ocupa-la com novas experiências, relaxar, ter contato com outras coisas capazes de estimular sua criatividade; a pessoa retorna com um elevado nível de motivação.

Reservar um período do ano para descanso significa investir em qualidade de vida. A falta de férias deixa a pessoa irritada, descontrolada, sua vida pessoal e profissional acaba se misturando, causando desconforto tanto para família quanto para os colegas de trabalho.

7. Cuide da sua saúde física

Os cuidados com o bem-estar e saúde precisam ser considerados sempre, e não somente na época das férias. Porém, o cotidiano de trabalho leva as pessoas a se descuidarem deste fator.

Aqueles que esperavam a melhor oportunidade para mudar de hábitos, aproveite este tempo livre para começar. Procure manter uma alimentação equilibrada, praticar esportes, aumentar suas horas de sono. Além de proporcionar uma melhora na qualidade de vida, ocupar-se com tais cuidados fará com que sobre menos tempo para pensar na empresa.

Ao contrário do que as pessoas viciadas em trabalho podem imaginar, desconectar um pouco das suas obrigações só tem a favorecer a carreira profissional. Experiências novas ajudam a ativar outras áreas do cérebro que talvez fiquem reprimidas por sua rotina cansativa e uma mente relaxada é sinônimo de inspiração.

Gostou das dicas de férias? Viu como um bom descanso contribui positivamente na vida e carreira de um profissional? Encontre outras formas de melhorar seu desempenho acompanhando nosso artigo Como sua mesa de escritório pode influenciar a sua produtividade.