Dica diária ao empreendedor 51: Saiba perguntar da forma corretablog.

">

Dica diária ao empreendedor 51: Saiba perguntar da forma correta

Como pedir negócios e se preparar para uma negociação.

A dica de hoje foi dada por Seth Godin em seu blog.

Como já dizia o velho ditado, perguntar não doi.

Na verdade dói sim. Dói perguntar da forma errada, sem preparação, sem permissão. Dói porque você perderá a chance de perguntar da forma correta.

Se você encontrar com Elton John no jantar e falar “Oi Elton, você vai cantar no casamento da minha filha?” você joga fora sua chance de chamar positivamente a atenção dele. Você o induziu a dizer não, mostrou que é egoísta e ingênuo.

Se um possível cliente entrar na sua concessionária e você falar “Por favor, me pague $200,000 por esse Porsche agora”, dificilmente você fechará a venda. O mais provável é que tenha afastado o cliente, transformado a atenção dele em uma barreira de proteção.

De vez em quando perguntar dessa forma pode funcionar. E daí? Não vale a pena, considerando a chance enorme de não dar certo. Ao invés, invista algum tempo e ganhe o direito de pedir. Faça seu dever de casa. Construa conexões. Faça um pedido razoável, algo fácil e que beneficie ambos. Sim leva ao sim que levará ao compromisso que você está procurando. Vá aos poucos.

  • todos que pensam em empreender precisam fazer essa lição de casa

  • todos que pensam em empreender precisam fazer essa lição de casa

  • Interessante esse post porque é uma coisa que pouca gente se preocupa. Estava conversando com um pessoal que viajou para EUA e CHINA e nessa conversa eles relataram uma coisa que me chamou a atenção: nos EUA, os negociadores se preocupam somente com o resultado, se atingiu ou não. Então essa cultura é voltada para velocidade, para metas. Já na CHINA, os negociadores apreciam muito mais o relacionamento, a confiança. Eles valorizam muito a construção do negócio e não somente os resultados. A importância da relação de confiança em um networking, na CHINA, denomina-se GUANXI.
    Abraço e sucesso.

  • Larissa

    Lição de casa sensacional..todos deveriam ler este artigo!!! abraçoss

  • Muito obrigado pelo comentário Cristiano! Não sabia sobre essa questão dos
    chineses. Tem uma amiga minha que está em Beijing e escreve em um blog
    contando sobre a cultura de lá, mas não me lembro de ter lido sobre a
    questão de negociação.

    Dà uma conferida no blog dela, é muito bacana:
    http://lunachina.blog.uol.com.br/

    Abração

  • Muito obrigado Larissa!

    Fico feliz em saber que nosso conteúdo foi útil.

    Que tipo de conteúdo que você normalmente se intessa mais? Liderança,
    marketing, características do empreendedor, etc.? Tem algo que você ache
    mais bacana, daí posso sugerir outros posts do blog.

    Abraços!

  • Stormingerrj

    Vc tem razão, o logotipo em minha opnião é o resumo grafico da alma do negocio…….by storminger…

  • Perguntar não dói! Certo? O parágrafo 3º do artigo 192 da Constituição Federal tem eficácia plena (auto-aplicabilidade), ou tem eficácia limitada (não auto-aplicabilidade), dependente da edição da lei complementar mencionada no caput doartigo 192 da CF? A Mafia dos bancos certamente tem força ($) para deixar como esta certo? Pergunto, eles podem ganhar do povo unido?

  • Aprendi essa lição esses dias. Um pequeno deslize e perdi um possível cliente. Fica o aprendizado.