homem analisando a departamentalização

Entenda as diferenças entre os tipos de departamentalização

Uma empresa pode uma departamentalização de diversas formas, e o ideal é que o empresário saiba qual é a melhor escolha para o seu negócio.

Uma das características principais de uma empresa com visão mercadológica é a departamentalização: ela consiste em agrupar ocupações diferentes em setores especializados dentro de uma empresa.

O intuito é classificar, facilitar o acompanhamento de cada setor, melhorar a gestão e otimizar os resultados, evitando perda de tempo e de recursos e, consequentemente, impulsionando o crescimento do negócio no mercado de trabalho.

Uma empresa pode ser departamentalizada de diversas formas, e o ideal é que o empresário saiba qual é a melhor escolha para o seu negócio. Quer aprender um pouco mais sobre o assunto? Então continue a leitura deste post!

Formas de departamentalização

Conforme a organização se desenvolve, as tarefas dos colaboradores que dela fazem parte tornam-se mais diversificadas. Para facilitar a administração, a corporação necessita dividir as funções em áreas específicas, delegando a cada uma delas responsabilidades e metas a serem cumpridas. Surge, então, a departamentalização.

É possível adotar essa prática de diversas maneiras: por produtos ou serviços, projetos, localização, função e clientes. Alguns princípios devem ser observados:

Princípio da supressão da concorrência

Para evitar perda de tempo e de recursos, cada departamento deve realizar somente as atividades que foram a ele determinadas.

Princípio de maior interesse

Cada departamento deve ficar sob a supervisão de um gerente especializado responsável por orientar a equipe, garantindo que as tarefas sejam realizadas com sucesso e que os objetivos sejam alcançados.

Princípio de separação do controle

Os trabalhos de execução das tarefas devem ser apartados das funções de execução. A departamentalização visa reunir atividades que possuem uma mesma linha de ação, objetivando a melhoria e o rendimento operacional.

Modelos de departamentalização

Existem vários modelos de departamentalização com características específicas que as diferem umas das outras. O conhecimento de cada uma delas é fundamental para auxiliar na análise de cada modelo do negócio, criando empreendedores de sucesso.

Departamentalização locacional

Conforme a localização geográfica, os departamentos são distribuídos de forma estratégica — com facilidade de acesso dos clientes, matéria-prima, canais de venda, entre outros.

Isso garante um entendimento melhor do local e das necessidades do negócio, podendo otimizar a execução do serviço para melhor atender os clientes e aumentar o fluxo do trabalho do negócio.

Departamentalização funcional

A mais comum de todas. Nesse modelo os colaboradores são reunidos em grupos, de acordo com as funções exercidas por eles. Ao dividir cada setor em uma área especializada, o rendimento das atividades flui melhor, permitindo uma produção maior e com mais qualidade.

Cada área recebe um gerente que ficará responsável por acompanhar a execução geral das atividades.

Departamentalização por cliente

Todo negócio precisa alcançar a satisfação da clientela para continuar as suas atividades de maneira cada vez melhor. A ideia da departamentalização por cliente é separar os setores da empresa de acordo com o público compatível ao produto.

Assim fica mais fácil conhecer os consumidores e suas necessidades, podendo-se investir no tipo de atendimento ideal para cada situação.

Departamentalização por produto ou serviço

É a departamentalização focada em um produto ou serviço forte no mercado que requer maior empenho da organização.

Esse modelo permite que toda a equipe — empresários, gestores, colaboradores etc. — esteja voltada para trabalhar com essa inovação da empresa, otimizando processos de produção e divulgando melhor a novidade com a marca.

Departamentalização por projetos

Tem como foco o projeto e segmenta recursos materiais, financeiros e humanos, tendendo a ser temporária.

Dessa forma é possível fazer a divisão de um projeto entre diversas áreas, facilitando o controle de serviços, o acompanhamento de eventuais ROIs — retornos sobre o investimento —, bem como auxiliando a encontrar erros em suas origens — garantindo uma melhor tomada de decisões para resolvê-los.

Cada tipo de departamentalização possui diferentes particularidades. Para aplicar uma delas é extremamente importante o conhecimento da realidade do seu empreendimento.

E então, gostou de aprender sobre a departamentalização? Aproveite para melhorar sua visão empreendedora descobrindo como identificar problemas para gerar oportunidades para o seu negócio!