o que é cro

Entenda o que é CRO e a importância dele nas conversões do seu negócio

A estratégia de CRO reúne uma série de práticas voltadas a otimizar as experiências dos seus usuários a fim de converter leads em clientes. E para você saber o que é CRO e como ele pode ser aplicado no seu negócio, redigimos este post.
Cursos de Marketing DigitalPowered by Rock Convert

Negócios na internet demandam um planejamento de marketing digital muito bem alinhado para gerar os resultados projetados. Porém, nem sempre o trabalho é simples. O foco em aumentar a taxa de conversão é uma parte importante do processo e deve ser o primeiro passo. Para isso, usamos o CRO. Mas, você sabe o que é CRO?

No post de hoje vamos explicar essa estratégia, mostrar a sua importância para os negócios online e como colocá-la em prática com eficiência. Então, pegue uma água ou uma xícara de café e aproveite a leitura!

O que é CRO e para que serve?

CRO é a sigla para “Conversion Rate Optimization” (otimização da taxa de conversão) e representa um processo pelo qual você organiza os elementos inseridos nas páginas (textos, imagens, vídeos e botões) de uma forma que melhore o visual, torne o site mais intuitivo e promova boas experiências aos usuários.

O foco é converter visitantes em leads (interessados em consumir os produtos e serviços da empresa) e leads em clientes (compradores ativos). Essa estratégia não é tão simples de ser aplicada, pois envolve uma série de fatores que devem ser analisados com cuidado, considerando sempre o perfil do usuário.

Ao longo do texto você vai descobrir quais são esses fatores e como manipulá-los para aumentar a taxa de conversão do seu negócio online.

Por que o CRO é importante para o seu negócio?

Como dissemos, o CRO visa aumentar a porcentagem de tráfego de visitas do seu site que é convertido em leads e clientes. Converter significa levar o usuário a realizar o objetivo que você designou como o mais importante em uma determinada página.

Esse objetivo pode ser a realização de uma cotação, uma ligação, a inscrição em um curso, o download de um e-book ou aplicativo, a aquisição de um produto ou serviço etc. Independentemente do objetivo, as táticas de CRO devem elevar a probabilidade do tráfego ser convertido nessas páginas.

Naturalmente, isso significa ter uma lista maior de pessoas para trabalhar o e-mail marketing e outras estratégias de persuasão para a primeira compra e as próximas.

Resumindo, um plano de CRO bem montado deve melhorar a autoridade da marca e aumentar o volume de vendas, esticando o ticket médio dos clientes. Esses resultados são fundamentais para gerar força competitiva a empresa.

Quais são os elementos do CRO?

Os principais elementos do CRO são:

  • Testes A/B: essa tática é utilizada para a criação de 2 versões da mesma página. O objetivo é descobrir qual atrai e converte mais usuários, usando ferramentas como as do Google Analytics para monitorar os resultados;
  • Landing Pages: são páginas criadas com a finalidade única e exclusiva de conversão. Elas devem abrir, como um pop-up, na tela e oferecer algo irresistível ao perfil do visitante em troca do contato ou da compra. Os testes A/B devem ser aplicados aqui;
  • UX (User Experience): a experiência do usuário é uma técnica aplicada com base no estudo do que agrada mais o usuário e influencia em sua tomada de decisão. Em grande parte dos projetos, vemos fatores emocionais envolvidos, como os que abordam desejos e sonhos da persona.

Como aplicar o CRO no seu negócio?

Com um melhor entendimento sobre o CRO, preparamos algumas dicas que devem ajudar você a colocá-lo em prática no seu negócio. Acompanhe!

Teste suas Landing Pages e outras páginas

Com base nos testes A/B, desenvolva versões diferentes das suas páginas de captura, blog e site. Depois, use o Google Analytics para monitorar o desempenho de cada uma durante 1 mês ou 2.

As versões que apresentarem os melhores resultados devem ser mantidas como originais. As outras podem ser descartadas temporariamente para não gerar inconsistência e dúvidas aos olhos dos visitantes.

Powered by Rock Convert

O ideal é que os testes A/B sejam realizados periodicamente (uma vez a cada 6 meses é o suficiente), já que o mercado digital sofre constantes mudanças.

Qualifique os visitantes convertidos em leads

Nem todos os visitantes estão prontos para comprar o produto ou serviço no momento em que são convertidos em leads. Geralmente, eles estão interessados, mas ainda desejam consumir mais conteúdos, conhecer melhor a empresa, o que ela oferece e como.

Então, crie um processo que separe os leads mais promissores (qualificados) dos que ainda precisam ser nutridos. Depois, desenvolva uma estratégia separada para cada grupo.

Os leads promissores devem receber conteúdos mais direcionados a conversão de vendas, enquanto que os outros devem receber conteúdos mais relacionados ao ganho de confiança para se tornarem qualificados.

Otimize os posts do blog

Os blogs são ferramentas fundamentais para o processo de atração e conversão do público-alvo e fazem parte das estratégias de Inbound Marketing. Nele, você deve postar conteúdos relevantes a persona e criar sistemas de engajamento com a ajuda de Landing Pages e CTAs (Call To Action).

Mas não é só isso. Alguns posts geram um tráfego de visitas maior que outros e você deve descobrir quais são eles. Depois, busque formas de melhorar a página, investindo na otimização das ferramentas de conversão. Assim, você passa a aproveitar melhor o fluxo de visitas, não deixando que os usuários se dispersem tão facilmente.

Invista em automação

Se o seu negócio tem uma equipe de trabalho reduzida e o fluxo de visitas é relativamente alto, inevitavelmente falhará no atendimento, pesquisas e aplicações de estratégias.

Nesse caso, o recomendável é que use ferramentas de automação para agilizar os processos, reduzir as falhas humanas e atender um número muito maior de clientes simultaneamente.

Algumas dessas ferramentas são o Chatbots e o envio automático de e-mails sempre que o visitante, lead ou cliente realizar alguma ação no blog ou site.

Especialize-se

Como pôde perceber, o CRO não é uma estratégia simples de ser aplicada, principalmente quando não se tem conhecimentos e experiências no assunto. Então, antes de mergulhar de cabeça nessas táticas, busque o aperfeiçoamento profissional.

Você pode fazer isso por meio de cursos online, tendo sempre o acompanhamento de um instrutor experiente na estratégia. A medida que você avança no curso e absorve mais conhecimentos, pode ir aplicando suas descobertas no seu próprio site e blog para testar os resultados.

Agora que você já sabe o que é CRO, bem como a importância dele para os negócios digitais, não perca mais tempo e dinheiro. Considere as nossas dicas e comece a usar a estratégia ainda hoje!

Vamos começar? Matricule-se agora mesmo no curso de CRO da Rock University e desenvolva um diferencial competitivo para a sua marca!