equipe trabalhando em um ambiente de coworking

O que é Coworking e quais seus benefícios

Elaboramos um post para que você possa se inteirar na nova realidade do sistema coworking e entender a sua aplicabilidade. Acompanhe!

Vivemos em um cenário de competitividade acirrada, no qual existem muitos obstáculos para se inserir no mercado de trabalho, fato que tem contribuído para o sucesso da cultura de colaboração. E neste contexto, a criatividade humana dá vida ao sistema de Coworking, termo que talvez ainda não seja do conhecimento de todos.

Pensando nisso, elaboramos um post para que você possa se inteirar dessa nova realidade e entender a sua aplicabilidade. Acompanhe!

Afinal, o que é Coworking?

O modelo de Coworking surgiu nos Estados Unidos, no ano de 2005, representando uma forma de economia colaborativa. A ideia baseia-se na criação de ambientes de trabalho democráticos, capazes de atender as necessidades de diversos profissionais.

Neles, as pessoas dividem o mesmo espaço para realizar suas tarefas, independentemente delas serem parecidas ou não.

No mercado brasileiro, este conceito foi introduzido em 2008 e desde então tem conquistado muitos adeptos. Cada vez mais o sentido de compartilhar vem ganhando força, especialmente nos momentos de crise financeira.

Funciona da seguinte maneira: o proprietário fornece todos os recursos indispensáveis ao bom desenvolvimento de uma atividade, e calcula as despesas de manutenção do espaço por horas.

A partir daí, pode ser oferecido planos diários, semanais, mensais, conforme o interesse do público-alvo.

A título de exemplo, se o valor da hora é R$ 10 (dez reais) e você precisa de 4 horas diárias, durantes os 5 dias da semana, ao final do mês somaria um investimento de R$ 600 (seiscentos reais). Por outro lado, a empresa escolhida oferece um plano mensal de R$ 399 (trezentos e noventa e nove reais), com direito a 6 horas diárias. Logo, antes de contratar o serviço avalie a proposta mais vantajosa.

Quais os seus benefícios?

O primeiro ponto relevante em relação ao Coworking é que ele promove toda infraestrutura necessária para desenvolver uma atividade a custos reduzidos.

O método traduz a chance de trabalhar em um ambiente estrategicamente montado, contribuindo especialmente com os empreendedores ou profissionais liberais em início de carreira, e que não têm condições ou interesse de, sozinhos, bancar um escritório.

Outra vantagem significativa consiste no aumento do networking. É a oportunidade de encontrar e conviver não somente com trabalhadores da sua área, esses locais geralmente são ricos na diversidade, podendo tal fator lhe render ótimas parcerias.

Que recursos são característicos dos ambientes de Coworking?

1. Estrutura física bem montada

Quando procuramos por um escritório compartilhado, o primeiro critério a ser observado é se o espaço físico corresponde às nossas expectativas. Qualquer profissional sente motivação ao trabalhar em um ambiente bonito, agradável, confortável, e o resultado de tudo isso é o aumento da produtividade.

Portanto, antes de fazer a sua escolha, certifique-se a respeito da existência de funcionários responsáveis pela manutenção e limpeza. Já imaginou ter que atender algum cliente em uma sala desorganizada ou suja? Pois bem, lembre-se de que a organização do local interfere na sua imagem de prestador de serviços.

Também é importante verificar se a área é suficiente para que várias pessoas a utilizem, sem comprometer os afazeres uns dos outros. Ou seja, se há um número considerável de estações individualizadas, se a recepção é satisfatória para seu público.

Ainda neste contexto, o conforto é uma característica fundamental, afinal, você passará boas horas do seu dia neste local. Então mobília nova e aconchegante, ar-condicionado, banheiros, são itens básicos para fazê-lo sair de casa ou deixar o escritório próprio e apostar no Coworking.

2. Ferramentas tecnológicas

Uma ideia inovadora como os escritórios compartilhados requer ferramentas tecnológicas a altura para garantir o seu pleno funcionamento. Por esse motivo, sempre que você visitar um Coworking, repare:

2.1 O sistema de telefonia

O lugar via de regra recebe um fluxo intenso de pessoas, muita gente querendo marcar horário, chegando para trabalhar ou ser atendido, o que exige um sistema de telefonia mais complexo.

Assim, contar equipamentos de PABX modernos, capazes de receber várias ligações ao mesmo tempo, bem como funcionários eficientes é imprescindível ao bom desenvolvimento do seu ofício.

2.2 O serviço de impressão

Talvez você não utilize tanto máquinas de impressão no dia a dia, mas nada pior do que estar com pressa para imprimir um arquivo e ela travar, enganchar o papel ou acabar a tinta.

Nos modelos de Coworking, o simples fato de ter uma impressora não é satisfatório, ela deve ser adequada ao uso profissional e dar conta do recado quando mais de uma pessoa mandar imprimir documentos.

Então, fique de olho nos detalhes – é possível acessá-la de qualquer sala? Como são contabilizados os custos? Quem é o responsável pela manutenção?

2.3 O serviço de internet

A tendência das redes em geral é perder velocidade quando acessadas por várias pessoas ao mesmo tempo. Dessa forma, algumas características merecem ser observadas antes de fechar negócio no escritório comunitário.

A existência de uma banda larga alternativa, em caso da principal deixar de funcionar, precisar de reparos, por exemplo, é um fator positivo.

Ter controle sobre os acessos também ajuda a manter a qualidade do serviço, a medida em que evita o seu uso para fins que não sejam de trabalho.

Imagine que desagradável a internet ficar lenta porque um colega resolveu aproveitar sua rapidez e baixar um filme; complicaria a vida dos outros coworkers, não é mesmo?

3. Sala de reuniões

Além de sala individual, em algum momento você certamente precisará de se reunir com duas ou mais pessoas, apresentar campanhas ou projetos, e isso requer um cantinho especial: o local das reuniões.

Trata-se de um espaço que ajuda a transmitir credibilidade aos clientes, consequentemente, jamais pode ser negligenciado.

Deste modo, vale apostar no conforto do ar-condicionado e dos assentos, nos equipamentos multimídia, até mesmo no tradicional cafezinho.

4. Área de convivência

Pausas para descansar, fazer refeições, trocar ideias com os companheiros é essencial a todas as rotinas de trabalho, inclusive nos escritórios compartilhados. Nessas oportunidades, há uma troca rica de experiências, descontração, e tudo contribui na obtenção de melhores resultados.

As opções do mercado são variadas, alguns Coworkings mantém uma linha formal, outros apresentam peculiaridades de diversão como jogos. Mas independente de qual seja o perfil, o importante é não abrir mão de um ambiente como este.

A função do Coworking ultrapassa a concepção de um espaço físico, ele é um estilo de vida, uma nova maneira de aproveitar os recursos, e está alinhado à visão moderna de empreendedor. Acima do compartilhamento de ferramentas, ele permite o enriquecimento de experiências e negócios bem-sucedidos.

Gostou deste artigo? Agora que você já conhece os benefícios dos escritórios compartilhados, não deixe de conferir nosso conteúdo Rumo aos 100: Como conseguir os primeiros 100 clientes?