ontrate pessoas pela competência, não pelo QI

Contrate pessoas pela competência, não pelo QI

Algumas armadilhas que aparecem na hora de escalar seu quadro de funcionários.

A dica de hoje foi dada por nosso leitor Anderson Resende.

Você teve uma idéia, fez um plano de negócios, discutiu suas idéias com amigos, familiares, especialistas e clientes potenciais, e agora está abrindo sua empresa.

Nesse momento surgem pessoas de todo tipo, desde aquelas com quem você convive diariamente até aquela gatinha da 5ª série que você era maluco por ela, mas que nunca te deu mole. Todas com um pedido comum “Me arruma uma vaga na sua empresa?”

ontrate pessoas pela competência, não pelo QI

"Sorte meu filho, é quando a preparação encontra o nepotismo"

Nessa hora, nada de ser “gentil por educação”. Peça o currículo da pessoa, analise se ela tem capacidade técnica e demais aspectos que o seu negócio precisa.

A gestão de pessoas é essencial para o seu negócio decolar de vez. Tendo pessoas que acreditem em você como gestor e nos valores da empresa, seus funcionários irão dedicar-se ao máximo para provar que são merecedores da confiança que você depositou em cada um deles quando disse “Está contratado!”.

No caso de familiares próximos, tenha cuidado! Não deixe que desavenças ou afinidades pessoais o atrapalhem na análise, considere tudo. De nada adianta um funcionário com excelente capacidade técnica e formação, se ele não está aberto a receber ordens de alguém muito mais novo, ou que acha que pode atropelar suas decisões, porque pode usar a família para pressioná-lo a abrir exceções. Da mesma forma, não deve deixar de contratar a pessoa simplesmente porque você não gosta de como ela educa os filhos dela.

Segundo dados do SEBRAE-SP, 58% das empresas paulistas fecham as portas nos 5 primeiros anos. Isso se deve à diversos fatores relacionados com o planejamento do negócio, seja o fato de não fazer um plano de negócios, análise de mercado, avaliação das características do público-alvo, ausência de um plano de marketing ou ausência de um plano de gestão de pessoas. Tudo isso influencia no fracasso do negócio, e procure entender que, por mais pessimista que possa parecer, TODOS os seus concorrentes apostam no seu fracasso!

Portanto, seja claro ao conversar com pessoas que querem entrar para sua empresa, a iniciativa privada, apesar de ter pessoas que contaram com o Q.I. (Quem Indica) para entrar pra uma empresa, são muito menores em número do que aquelas que entram por competência.

E se você algum dia se candidatar a um cargo no governo, ajude a mudar a realidade atual do nosso país, leve para o seu gabinete ou empresas públicas pessoas que tem competência e desejo de viver num Brasil melhor.

Para se aprofundar no assunto, recomendamos nossa sessão: Como contratar pessoas.

Se quiser dicas diárias que te ajudarão na sua empresa, assine nosso RSS ou siga-nos no Twitter: @empreendemia.

  • Danni Grh

    Precisa melhorar os conteudos e muito urgente!