entrevista de emprego para contratar para startup

Quem você deveria contratar para Startup?

Elaboramos um post com algumas dicas sobre o que você deve levar em conta ao contratar para startup. Acompanhe com a gente!

Construir uma ótima equipe está na lista de prioridades das empresas de tecnologia, mas a pressão de saber se o seu projeto irá ou não render o retorno aguardado torna a decisão de contratar para startup desafiadora.

A escolha de quem trazer para embarcar na sua aventura pode ser determinante ao fortalecimento do seu negócio. Com as pessoas certas, a tendência é que todos falem a mesma língua e as estratégias implementadas reproduzam ótimos resultados.

Pensando nisso, elaboramos um post com algumas dicas sobre o que você deve levar em conta ao escolher os seus aliados. Acompanhe!

Qual é a cultura das startups?

O modelo de negócio das startups diz respeito a um ambiente propício a inovação. O objetivo é apresentar soluções diferenciadas, com visão a frente do seu tempo.

São empreendimentos com uma cultura mais moderna que as organizações tradicionais – ambiente desburocratizado e com normas menos rígidas; existe hierarquia, mas a contribuição de toda equipe é analisada; flexibilidade de horários, dentre outras características.

Via de regra comandada por jovens empreendedores, elas representam uma nova forma de gerar valor para o seu público-alvo.

Além disso, a dinâmica de criatividade e agilidade das startups exige um plano de negócios mais maleável, pois, necessariamente ela vai sendo adaptado com o desenrolar das atividades.

O fato de estarem estabelecidas a pouco tempo no mercado, bem como o emprego da realidade digital, também justificam o processo de constante renovação de ideias.

O que essas empresas estão buscando?

Embora seja uma proposta diferente, as startups apresentam um fator em comum a qualquer outro tipo de negócio: conseguir bastante lucro.

O diferencial deste ecossistema é que, em princípio, se trabalha para atrair os olhares dos investidores e viabilizar o projeto. A partir daí, a meta é conseguir ser notada pelas grandes organizações com potencial para comprá-la.

No quesito de recrutamento de mão de obra, um aspecto muito cultivado é o espírito de cooperação, a soma de esforços de toda a equipe para que os melhores resultados sejam alcançados.

Assim, a pessoa interessada em trabalhar nesse mercado precisa mostrar que se encaixa ao perfil.

Como escolher a pessoa certa ao contratar para startup?

Para obter sucesso ao selecionar os colaboradores que farão parte do seu time, é importante levar em consideração três abordagens diferentes:

  • Competência técnica: ter bem definido as atribuições de cada cargo e avaliar se a pessoa que concorre a vaga tem habilidade suficiente para executar as tarefas.
  • Talento individual: aqui é avaliado a inteligência bruta, não significa buscar por profissionais renomados, mas sim enxergar aqueles com potenciais de aprendizado e inventivo.
  • Alinhamento com a cultura da empresa: o fundador deve refletir se o candidato consegue absorver os valores de sua companhia e somar ao time.

Entendido esses princípios básicos, veja o que exatamente procurar nos futuros colaboradores:

1. Alguém que pode equilibrar seu pensamento visionário

O sistema das startups requer fundadores com pensamento visionário, capazes de encontrar estratégias e prospectar o seu desenvolvimento ao longo dos anos.

As empresas de tecnologia sempre passam pelo momento de incerteza em relação a prosperidade de seus projetos, e a escassez de recursos financeiros. Por esse motivo, ao longo da jornada, é comum que alguns empreendedores percam o vigor para gerir o negócio.

Tais perspectivas também devem refletir na contratação dos colaboradores. Assim, é importante focar em pessoas com a mente aberta, dispostos a ousar e aprender com as novas experiências, que vão trazer motivação ao time.

2. Alguém para lidar com as tarefas que não geram renda diretamente

Você pode ser bom em realizar várias funções, porém não é a melhor estratégia dedicar parte do seu tempo envolvendo em atividades que não trazem o dinheiro para os caixas do negócio.

Por exemplo, planejar campanhas de marketing a fim de atrair investidores é fundamental, mas a ação de organizar o agendamento para exposição do seu projeto pode ser cumprida por outra pessoa.

Isso nos leva a entender, que é indispensável a presença de funcionários para trabalhar nas engrenagens do sistema corporativo. Os idealizadores devem focar na criação e na busca das melhores oportunidades.

3. Alguém vasto conhecimento em tecnologia

As startup são empreendimentos que dependem da tecnologia para produzir, e não adianta investir em softwares, ferramentas modernas se quem vai manuseá-los não está familiarizado com esse tipo de recurso.

Neste sentido, contar com talentos qualificados na área desde o início, pode ser determinante para que as ações da sua empresa sejam bem-sucedidas. Então, procure empregar ou estabelecer parcerias com quem domina o assunto.

4. Alguém com habilidades complementares

O fundador de uma startup encara o papel de um CEO – é um cargo que exige competências diversificadas para atuar em toda a gestão de uma organização, desde questões administrativas até a logística de entrega dos seus produtos no mercado.

Porém como todos seres humanos, os líderes também possuem seus pontos fortes e fracos, e essa visão crítica permitirá encontrar alguém com perfil que complemente não só suas habilidades pessoais, como também as dos outros contratados. O potencial da equipe é mais forte se ela for coesa.

5. Alguém que você possa delegar tarefas

Como mencionamos, é possível encontrar qualidades em pessoas que talvez não sejam as mais experientes e esse fato é positivo, tendo em vista que há maior facilidade para moldá-los aos valores da empresa; o que influencia na contratação de muitos jovens pelas startups.

Um bom CEO sabe que é importante ter no seu time, colaboradores em que possa confiar funções, pessoas que conseguem agir nos momentos decisivos e cumprir com suas obrigações de forma independente.

Sem pensar nisso na hora do recrutamento, ao longo do tempo, sua missão de crescer e escalar o negócio ficará prejudicada.

O processo de contratar para Startup é essencial a fim de que ela renda bons frutos. Sabemos que o sucesso das empresas de tecnologia, dentre outros fatores, está condicionado ao entusiasmo e dedicação do empreendedor, mas sozinho ele não consegue cumprir todas as atividades com eficiência.

Então, escolher bem os talentos para compor o seu quadro de pessoal trará a harmonia e agilidade que esse procedimento criação diferenciado exige.

Gostou do post? Ele ajudou a entender os critérios de seleção ao fazer suas primeiras contratações? Veja também como melhorar a saúde da sua empresa em nosso artigo Como escalar decisões importantes e seu negócio.