confiar no seus instintos

Cientistas cerebrais dizem para você confiar no seus instintos nesses 5 momentos chaves

Então, como tomar decisões de maneira correta? A ciência diz para confiar no seus instintos em 5 momentos chaves. Entenda melhor a seguir!

Lançar um negócio é bastante desafiador. E, mais do que isso, é preciso ter resiliência para gerar crescimento até prosperar.

Em meio às dificuldades, o empreendedor sempre procura tomar as melhores decisões, aliando a razão ao famoso “feeling” de empresário. Mas como saber quando é hora de confiar no seus instintos?

Uma nova pesquisa descobriu que, ao lidar com situações desafiadoras, pode ser difícil entender o que está acontecendo ao seu redor. A maior parte das pessoas busca se preparar para desafios e encará-los de maneira linear e uniforme. Porém, desconsideram que esses momentos difíceis alteram seus pensamentos racionais.

Então, como tomar decisões de maneira correta? A ciência diz para confiar no seus instintos em 5 momentos chaves. Entenda melhor a seguir!

Como a pesquisa foi desenvolvida

Um grupo de pesquisadores europeus liderou um estudo em que os participantes assistiram a clipes com situações positivas, neutras e negativas. Para as situações negativas, foram usadas cenas de violência; para as positivas, uma cena de sexo; e depois uma cena neutra.

Em seguida, os cientistas testaram a capacidade dos participantes em adquirir novas informações sobre o que estava sendo exibido.

Resultado: os participantes que assistiram a clipes com situações desafiadoras — fossem elas positivas ou negativas — tiveram uma piora nas avaliações.

Na prática, as pessoas que assistiram a cenas violentas e sexuais tiveram mais dificuldade para lembrar de onde os objetos estavam e para reconhecer os padrões exibidos nas cenas. Já os participantes que foram expostos e cenas neutras tiveram uma facilidade maior.

Conclusão da pesquisa: confie no seu instinto

Com isso, os pesquisadores concluíram que ao passar por uma situação desafiadora, o cérebro humano reage com base em reflexos — e não com uma abordagem mais racional, detalhista e orientada pelo contexto.

Em um resumo das descobertas, os pesquisadores explicaram que quando somos expostos a desafios, vale mais a pena confiar no nosso instinto do que na nossa razão.

Afinal, nesses momentos de desafios, a tendência é que o ser humano perca a capacidade de reunir informações completas sobre um assunto. Assim, ouvir o coração e seguir o instinto pode trazer decisões mais acertadas.

5 momentos em que você deve confiar no seus instintos

1. Quando você está pensando demais

Você já ouviu falar em “overthinking”? Esse é um termo bastante conhecido entre empreendedores e significa “pensar demais”.

Quando estamos lançando um novo negócio, as dúvidas parecem não ter fim. Será que estou agindo do jeito certo? Como devo me posicionar no mercado? Essa ideia é mesmo boa?

Nesses momentos, o melhor a fazer é parar de agir com o cérebro e começar a agir com o coração. Assim, é possível começar a colher feedbacks e resultados reais.

2. Quando você está esperando o momento perfeito

Praticamente todas as vezes que um empreendedor fica esperando o momento perfeito para agir, ele está procrastinando. Afinal, não existem momentos totalmente perfeitos.

Enquanto você aguarda, o seu concorrente pode estar abordando diversos clientes e parceiros de negócio. É isso que você deseja?

3. Quando você sente que tudo está complexo

Sabe aqueles momentos em que tudo parece complicado demais? O que você faz nessas horas? Nesses horas, a maioria dos empreendedores decide buscar mais informações.

Porém, essa é a última coisa que deve ser feita para combater a complexidade. Ao invés disso, confie no seu instinto e tome uma decisão simples.

4. Quando você baseia tudo em análises

Dados e informações são excelentes na hora de montar um plano de negócio, por exemplo. Também são muito úteis ao fazer o controle financeiro.

No entanto, isso não significa que você deva basear todas as decisões em análises. No fim das contas, pessoas compram de você por causa da conexão gerada, e não a partir de dados.

5. Quando você está criando conteúdo

Estude, absorva aprendizados, especialize-se. Mas, depois disso, crie conteúdos a partir do coração. Entregue valor às pessoas compartilhando dicas e informações que fazem seu coração vibrar, e não somente aquelas que os especialistas de marketing dizem ser as corretas.

E então, essas dicas fizeram sentido no seu momento atual de empreendedor? Aproveite para conferir também 9 frases do Twitter para inspirar empreendedores. Afinal, motivação nunca é demais!