Como nascem as grandes empresas

Como nascem as grandes empresas

Não sei vocês, mas eu sempre tive muita curiosidade em saber como grandes impérios eram criados. Depois de um tempo, não apenas li sobre o surgimento de mega corporações como também descobri que normalmente há um padrão de crescimento de empresas.

Não sei vocês, mas eu sempre tive muita curiosidade em saber como grandes impérios eram criados. Depois de um tempo, não apenas li sobre o surgimento de mega corporações como também descobri que normalmente há um padrão de crescimento de empresas.

Se você pretende mudar seu status de maluco com uma ideia (empreendedor iniciante) pra gênio visionário (empresário bem-sucedido), confira as 6 etapas necessárias pra que isso aconteça.

Como nascem as grandes empresas

Todo gigante já foi pequeno um dia

1. Concepção
Esse é o ponto em que você teve uma ideia genial e tem certeza que ela irá mudar o mundo.

Nessa etapa você tem basicamente 2 preocupações:

  1. Construir seu produto
  2. Conseguir capital suficiente pra que seu projeto não morra antes de ver a luz do dia

2. Sobrevivência
Na hora de desenvolver seu produto vale a pena ter 2 coisas em mente:

  1. Ele irá demorar mais do que o esperado para ficar pronto
  2. As vendas iniciais serão menores do que você espera

A maior preocupação nessa etapa é colher feedbacks dos primeiros clientes, melhorar seu produto e chegar a um modelo de negócios que seja capaz de garantir sua sobrevivência e te dar lucro.

3. Estabilização
Se você chegou até o ponto em que sua empresa dá lucro e sua preocupação passa de sobrevivência para expansão, parabéns! Você está em um lugar onde muitos empreendedores jamais chegaram, a lucratividade.

Na fase de sobrevivência sua empresa chegou a um modelo em que você faz alguma coisa e isso te dá dinheiro (modelo de negócios). Agora é uma questão de fazer isso mais vezes.

Nessa hora sua preocupação deixa de ser financeira (quem diria hein?) e passa a ser a contratação de pessoas capazes de executar seu modelo de negócios. É aqui que uma cultura empresarial forte e processos gerenciais bem organizados começam a fazer a diferença.

4. Crescimento
Depois de tanto trabalho, finalmente sua conta bancária está ficando bem gordinha e você sofre para atender a demanda de tantos clientes.

O lado bom é que magicamente você se torna uma pessoa mais bonita. A desvantagem é que pra que a empresa vá ainda mais longe, você ainda não poderá colher os frutos, já que eles serão usados para financiar a próxima etapa do crescimento.

5. Decolagem
Como já dizia Mufasa “Simba, chegou a hora que você deve ocupar seu lugar no ciclo da vida.”.

Na decolagem você irá expandir rapidamente sua presença em mercados maduros e irá estabelecer sua marca como referência no setor. Isso tudo exige uma grande quantidade de capital para seus esforços de marketing e contratação de pessoas.

6. Maturidade
Se você passou por todas as etapas anteriores, considere-se um vencedor.

A maior dificuldade de uma empresa madura é manter sua posição de liderança. É preciso tomar muito cuidado para não se acomodar e deixar de inovar.

Conclusão
Uma coisa que você deve ter percebido é que, cada vez mais, o empreendedor deixa de ser o cara que “coloca a mão na massa” pra ser um líder capaz de delegar tarefas.

Outra coisa importante é que planejamento é fundamental. Imagina só acordar um dia e falar “Opa! To na próxima etapa! E agora, o que faço?”. Por isso, ter conhecimento sobre liderança e gestão pode facilitar muito sua passagem por essas etapas.

Nessa área, recomendamos a Graduação Executiva em Processos Gerenciais da Anhembi Morumbi, que conta com professores experientes e inseridos no mercado.

O mais legal desse curso, além da flexibilidade na escolha das matérias, é o fato de ser focado em pessoas já com certa experiência no mercado (turmas exclusivas para pessoas acima de 24 anos), o que permite um grande networking e o surgimento de oportunidades.

A Graduação Executiva conta com grande flexibilidade de horário, o que te possibilita montar seu horário de acordo com sua agenda e capacidade financeira.

Abraços,
Millor Machado (ansioso para levar a Empreendemia até as próximas etapas)

Obs.: Esse artigo é uma adaptação da aula “Managing Business Growth” de Dennis Ceru, professor do Babson College.

  • Thiago Lorenzi

    Muito bom!

  • Valeu Thiago!

  • Millor muito bacana o artigo,

    E o Empreendemia em que fase está?

    • Estamos ainda na sobrevivência hehe Infelizmente empresas de tecnologia demoram um tempinho pra chegar na lucratividade, mas espero em pouco tempo te atualizar sobre esse status.

      Abração!

  • Bruno Santos

    Muito legal o artigo, mas pelo título imaginei que seria algo mais técnico como, distribuição de investimentos, criação de departamentos, delegando funções, enfim… Mas está excelente! Parabéns.

  • Anderson Soares

    Muito bom! Parabéns pelo artigo, além de explicativo é motivacional!