como deixar de ser sócio de uma empresa

Saiba já como deixar de ser sócio de uma empresa!

Neste post vamos abordar alguns obstáculos e listar algumas dicas de como deixar de ser sócio de uma empresa de forma segura e ágil. Confira!

Não é nenhuma novidade que abrir uma empresa é um processo longo e burocrático. O que a maioria das pessoas não imagina é que o processo de deixar uma sociedade pode ser tão complicado quanto a abertura de um negócio se alguns cuidados não forem tomados.

Ao se juntar em uma sociedade empresarial com uma ou mais pessoas, as chances de tornar sua empresa um sucesso é realmente maior. Afinal, duas ou mais cabeças pensam melhor do que uma. Porém, nem sempre uma sociedade dura para sempre. Cabe aos envolvidos evitar que o fim da sociedade represente também o fechamento da empresa.

Em alguns casos, apenas um dos sócios tem a intenção de deixar a empresa. Dessa forma, os demais podem permanecer tocando o negócio sem muitas complicações.

No entanto, é preciso seguir alguns pontos do Código Civil, pois lá estão as leis que regem as sociedades empresariais. Neste post vamos abordar alguns obstáculos deste processo e listar algumas dicas de como deixar de ser sócio de uma empresa de forma segura e ágil. Confira!

Alguns obstáculos para desfazer a sociedade

O processo de retirada de um ou mais sócios depende muito do que foi acordado no contrato social da empresa. Algumas cláusulas se referem exatamente a esse processo, e cabe lembrar que o que está acordado no contrato social se faz lei entre as partes envolvidas.

Quanto a uma possível retirada judicial, seus motivos devem ser justos e ser bem explicitados pelo sócio que deseja sair, mas muitas vezes essa situação se torna um obstáculo por gerar interpretações subjetivas.

Outro grande obstáculo se refere à necessidade de encontrar alguém interessado em comprar a parte do sócio retirante. Essa tarefa costuma ser difícil, pois nem sempre os outros sócios têm capacidade financeira para realizar a compra.

Caso a decisão pela retirada ou a saída de um sócio seja realmente definida, algumas ações facilitam o processo. Seguem algumas dicas:

Saiba que o diálogo é o melhor começo

A conversa entre os sócios é a melhor forma de se iniciar um processo de saída. A ideia aqui é iniciar uma negociação de forma amigável com os demais sócios. Se houver acordo entre todas as partes, o processo fica mais simples. Caso não haja acordo, essa intenção deve ser realizada por escrito, por meio de uma notificação.

Procure ajuda especializada

Na dúvida de como deixar de ser sócio de uma empresa, o melhor e mais seguro é contar com a ajuda de um advogado. Os procedimentos administrativos para o registro da saída do sócio são de responsabilidade da empresa, mas um profissional ao seu lado vai facilitar tudo.

Os advogados já têm experiência nesse processo e podem fazê-lo de forma mais ágil e segura. Sua contratação é um investimento que vale a pena!

Firme um contrato de cessão de quotas

Se houver consenso entre os sócios, é muito importante que os envolvidos firmem um novo contrato escrito para a cessão das quotas. Esse é um instrumento no qual constam todos os direitos e as obrigações dos sócios retirantes e dos remanescentes. Muitas vezes bastam algumas alterações no atual contrato social para resolver a situação.

Registre o novo contrato social

Alterações realizadas no contrato social devem ser registradas assim que houver a retirada do sócio. Isso é feito perante o registro de comércio local (junta comercial). Somente após registro na junta é que a alteração será válida e eficaz.

Priorize a saída por meio de venda de quotas

A venda de quotas é a opção mais simples para a saída de um sócio da empresa. Nesse caso, os sócios remanescentes têm a preferência na compra. Se não houver intenção de compra por parte deles, é possível dar início à negociação com terceiros.

Saiba separar o pessoal do profissional

Alguns atritos, comuns nesse processo, podem desenterrar assuntos pessoais. Porém, as responsabilidades da empresa que você está deixando transcendem questões pessoais. O auxílio de especialistas ajuda você a escapar de armadilhas vindas do relacionamento pessoal.

Conseguiu entender como deixar de ser sócio de uma empresa legalmente e sem gerar conflitos? Para ficar por dentro de outras questões importantes sobre o assunto, confira este post que traz informações de como evitar problemas de relacionamento entre sócios!

  • Fábio Eduardo Chilá

    Letícia, que tipo de profissional devemos procurar?