Seja um rockstar da sua área

Como aparecer na mídia através de uma boa assessoria

Basicamente o que uma assessoria faz é te colocar na mídia (confira nossas aparições), o que terá impacto direto na chegada de novos clientes. No nosso caso, temos muito a agradecer à Happy Hour Comunicação.

Basicamente o que uma assessoria faz é te colocar na mídia (confira nossas aparições), o que terá impacto direto na chegada de novos clientes. No nosso caso, temos muito a agradecer à Happy Hour Comunicação.

O melhor de tudo é que ao aparecer na imprensa, isso passa mais credibilidade do que quando você compra anúncios. Afinal, o jornalista não arriscaria a reputação dele falando sobre uma empresa porcaria.

Seja um rockstar da sua área

Quem nunca sonhou com a fama?

Entenda as principais vantagens de ter uma assessoria de imprensa especializada.

Eles têm MUITOS contatos
Sério mesmo,  nós achávamos que conhecíamos muita gente, mas éramos apenas meninos. A cada novo release (notícia sobre a empresa enviadas aos jornalistas) nós temos um pico no número de visitas e consequentemente de novos usuários do Empreendemia.

Como as assessorias são especializadas nisso, elas normalmente tem acesso a MUITOS jornalistas de uma vez só. Esses contatos são fundamentais pra quem quer aparecer na mídia.

Eles têm credibilidade com os jornalistas
Convenhamos, se você pudesse, estaria todo dia na capa do jornal, não?

Na visão do jornalista, a assessoria de imprensa serve como filtro do empreendedor. Ele sabe que o material vindo da assessoria é de qualidade e vale a pena ser publicado. Acredite, isso faz muita diferença.

Eles são especializados nisso
Aposto que seu dia-a-dia já é extremamente ocupado e é difícil até arranjar pra tempo pra se coçar, quanto mais para ficar preparando releases e mandando para os jornalistas.

Vai por mim, você tem mais o que fazer. Deixa o trabalho com quem sabe o que faz.

O ponto mais importante de todos
Assim como em qualquer outro aspecto da sua empresa, nenhum veículo de mídia vai se interessar se você for só mais um, igual a todo mundo. A assessoria de imprensa é muito bacana mas não faz milagre.

Antes de qualquer coisa, garanta que você tem um produto diferenciado que seja capaz de gerar entusiastas. Isso vai facilitar demais sua estratégia de marketing.

Conclusão
Apesar de não ser algo que se encaixa para qualquer tipo de negócio (apenas para os mais interessantes), a assessoria de imprensa é fundamental pra quem quer sair do aquário e ir para o oceano (expansão de mercados). Os resultados são impressionantes.

Pra quem tem produtos/serviços bacanas mas que ainda não ganharam visibilidade, essa é uma oportunidade única de ganhar destaque no mercado.

Abraços,
Millor Machado (entusiasta da Happy Hour Comunicação)

Aproveitando que você ainda está por aqui, confira o making-of da nossa sessão de fotos pra revista Época Negócios de setembro:

Além disso, confira a matéria Empresas Conectadas.

  • Silvia Ferreira

    De fato, uma assessoria de imprensa não é indicada pra qualquer caso. Mas, antes de afirmar isso, é preciso checar se há mídia especializada no segmento desejado. Hoje em dia, existe revista pra tudo, até mesmo para falar sobre assuntos desinteressantes no ponto de vista do consumidor final, mas fundamentais quando se fala em B2B. Se você tem um negócio, é porque ele é interessante para alguém. E se não há nenhum mídia especializada no seu segmento, então se abre um novo mercado: ao invés de contratar uma assessoria de imprensa, contrate uma agência de comunicação para produzir a sua revista customizada, o seu próprio veículo. Ela vai servir de referência para o seu público que até então não tinha referências. Além de vender o seu peixe, você presta um serviço, desde que não transforme o veículo em um catálogo publieditorial ambulante. Relevância também vale no mundo offline! Se alguém quiser tirar alguma dúvida sobre isso, estou à disposição. 😉 @silviaferreira

  • Igor Furniel

    Pessoal

  • Igor Furniel

    Pessoal Ano passado investimos algo em torno de R$ 25 mil em assessoria de imprenssa e os retornos quee tivemos com publicações não pagas em jornais revistas e + televisão, ultrapassaram R$ 200 mil.
    Ai vão algumas veiculações:
    Bloomberg: http://www.youtube.com/watch?v=w1rIU4Tb_OU&feat
    SBT: http://www.youtube.com/watch?v=YHpUexdmIrs&feat

  • Millor,
    Bom post. Concordo em grande parte contigo, mas também tem o outro lado da moeda. Escrevi sobre isso agora no blog do SisteMarketing:
    http://sistemarketing.com.br/blog/uma-assessori

    Para o caso de Startups de tecnologia, também tem a hora certa para utilizar um serviço desses, que é pós-Product/Market Fit. Esses dois posts falam bem sobre essa questão: http://bit.ly/dv5Gg8 e http://bit.ly/cOZiD3

    De qualquer forma, a promoção com a Happy Hour é muito bacana.

    Abs!
    Eric

  • Millor, muito bom seu post. Fico feliz que vocês estejam gostando do nosso trabalho. Como disse o Eric, no SisteMarketing, o importante é acertar nos veículos certos, para conseguir o maior retorno para o cliente. É isso o que sempre procuramos fazer com nossos clientes: estudar bem para atingir o público-alvo certeiro.

    Acontece um problema muito sério em muitas agências de assessorias de imprensa: eles só querem disparar release a torto e a direito, sem muito foco. E o importante de um trabalho é saber muito bem o que se quer atingir. Além do mais, tem que saber o que um bom release tem de ter, que é a pegada, o gancho certo pra sensibilizar o jornalista. E, é claro, tem todo o relacionamento que é construído ao longo do tempo com os jornalistas.

    Aliás, legal o Igor Furniel, do Grupo GSN, por aqui também! Outro cliente nosso feliz. Bacana. 🙂

    Abraços.

    • Concordo com seu ponto de vista Carlos. Assessoria de imprensa é um trabalho estratégico, e a escolha dos veículos deve estar alinhada com o target das empresas. O Brasil ainda é um país virgem no campo da assessoria de imprensa. Muitas empresas não conhecem nem sequer a função de um assessor de imprensa. E os que acham que sabem, confundem Assessoria de Imprensa com Publicidade e Propaganda. Por fim, felizes são os empresários que entendem o exercício desta função e sabem tirar o real proveito dela. Abs.