As 5 atitudes que separam “alcançadores” de quem fica no “quase”

Considerando o sucesso do artigo As 3 diferenças entre a pessoas produtiva e a pessoa ocupada, decidi me aprofundar mais sobre o tema e falar sobre algo mais amplo, alcançar objetivos.

No inglês existe o termo “achievers”, mas como em português não me lembro de nada parecido, usarei a palavra “alcançadores” para descrever as pessoas que chegam ao final do dia e se orgulham do que fizeram.

Vale a pena deixar bem claro que ser um “alcançador” não é fácil, mas também não é algo destinado a algumas poucas pessoas que foram abençoadas com esse dom. Eu mesmo desenvolvi esses hábitos com o tempo, não foi do dia pra noite.

Seguem as lições que aprendi para melhorar meu lado “alcançador” e sair do “quase”.

[![Um exemplo de não-"alcançador"](http://files.saiadolugar.com.br/uploads/2011/10/Quase-lá-300x262.jpg "Quase lá")](http://saiadolugar.com.br/dia-a-dia-do-empreendedor/as-5-atitudes-que-separam-%e2%80%9calcancadores%e2%80%9d-de-quem-fica-no-%e2%80%9cquase%e2%80%9d/attachment/quase-la/)Deve ser ruim ser esse cara
**“Alcançadores” sabem onde querem chegar **Ao contrário da ideologia defendida pelo filósofo brasileiro [Jessé Gomes da Silva Filho](http://pt.wikipedia.org/wiki/Zeca_Pagodinho), deixar a vida te levar não é uma boa atitude para quem quer chegar mais longe.

Para alcançar um objetivo, a primeira coisa que você precisa fazer é ter um objetivo.

Porém, existe um problema. É difícil correr atrás de um objetivo muito amplo como “quero ser feliz”. Por outro lado, objetivos de curtíssimo prazo como “quero comer lasagna no almoço” também não te levam muito longe.

Para facilitar a definição do objetivo, minha dica é: imagine como vai será seu dia típico numa 3ª-feira daqui a X anos (o valor de X é você que escolhe). Nesse dia típico, comece imaginando o trabalho que você estará fazendo às 15 h. Depois pense em como vai ser quando chegar em casa. Como sua família te receberá quando ouvir um “Amor, cheguei!”?

O que você fará no seu tempo livre é tão importante quanto o que você vai fazer. Saber o que você fará quando não estiver ocupado é fundamental para criar seu propósito de vida.

**“Alcançadores” criam planos de ação
**Ao contrário da lenda urbana da Loira do Banheiro, seus objetivos não aparecerão simplesmente se você falar seu nome 3 vezes. Para ser um “alcançador”, é essencial criar planos de ação.

Apesar de planejamento ser um tema razoavelmente complexo, na prática um bom planejamento responde as seguintes perguntas:

  1. Quais tarefas eu preciso fazer para alcançar meus objetivos?
  2. Em qual ordem e quando farei cada uma dessas tarefas?
  3. Quais recursos (tempo, dinheiro, aprovação de alguém, etc.) eu precisarei para executar cada uma dessas tarefas?
  4. Se me faltar algum desses recursos, quais tarefas eu farei para consegui-los?

**“Alcançadores” revisam constantemente seus planos
**Antigamente quando me falavam “Coloque seus planos no papel e isso te ajudará a alcançar seus objetivos” eu achava que era algo muito óbvio e que não traria resultados mágicos. E eu estava certo, colocar os planos no papel não é suficiente.

Tão importante quanto colocar o plano no papel é olhar sempre para o papel. Se você planeja algo, mas esquece o que tinha prometido, é difícil enxergar se está indo na direção certa.

Para não depender só da sua memória, registre seu plano em algum lugar e se programe para revisá-lo constantemente. A frequência de revisão varia entre semanal, mensal, etc. de acordo com o tamanho do objetivo, mas é fundamental que você ganhe esse hábito.

**“Alcançadores” sabem dizer “não” para o que não é realmente importante
**Uma das coisas mais lindas da vida é a sua infinita diversidade. A cada momento nossa vida pode mudar completamente e tomar rumos que não imaginávamos. Porém, apesar de tudo isso ser bonito do ponto de vista espiritual, é algo que pode atrapalhar muito seus planos.

Mesmo sabendo que é normal que os planos mudem, o “alcançador” consegue manter o foco no que é importante e dizer “não” para o que não o ajudará no seu objetivo.

Por mais que seja difícil dizer “não” para oportunidades interessantes, isso é extremamente necessário para que você foque seus recursos no que realmente é importante.

**Conclusão
**Além dessas 4 atitudes, sair do lugar é o ponto que mais diferencia um “alcançador” daquele cara que está sempre no “quase”. Não é a toa que esse é o nome do nosso blog.

Se você quer se aprofundar no tema e melhorar a cada dia seu lado “alcançador”, uma dica é o curso Como criar metas, se motivar e vencer obstáculos, do meu amigo Fred Graef.

Nesse curso, ele aproveitou sua experiência com Coaching (serviço focado em ajudar “alcançadores”) e organizou um material muito bacana sobre gestão de tempo, definição de objetivos e aplicação do planejamento no dia-a-dia. Em um curso presencial esse material custaria R$440, mas ele disponibilizou por apenas R$98.

Para desenvolver seu lado “alcançador” por menos de 100 moedas de 1 real, veja mais informações aqui.

Abraços,
Millor Machado (desenvolvendo a cada dia meu lado “alcançador”)

P.S.: Para conhecer outras características fundamentais para o dia-a-dia empreendedor, confira o artigo As características do empreendedor.

comments powered by Disqus