As 3 diferentes formas de aprendizado

As 3 diferentes formas de aprendizado

As 3 melhores formas de aprendizado essenciais para o dia a dia do empreendedor

Pra aprender a fazer algo novo, você pode ir desde “enfiar o dedo na tomada” ou “tomar tapa na cara”, até o máximo do estudo e aprofundamento na teoria. Dificilmente ir direto à prática ou ficar preso nos livros são boas opções quando escolhidas sozinhas.

Pensando nessas opções, segue o que acreditamos ser o tripé das melhores formas de aprendizado.

Os fundamentos são sua base

Todas as áreas do conhecimento têm fundamentos básicos que guiam todo seu funcionamento. Imagine, por exemplo, um jogador de futebol profissional que não consegue dominar a bola – ele provavelmente faltou nas aulas infantis quando o professor mandava exaustivamente jogar a bola pra cima e dominar a bola sem tirar o pé do chão.

O exemplo de fundamentos que a gente mais gosta de citar é o Karatê Kid, onde o Daniel San a partir de atividades simples, como lixar o chão e pintar a cerca do Sr. Myagi, aprende movimentos básicos de karatê

Do mesmo jeito que atividades esportivas têm fundamentos, marketing, finanças e RH também têm.

Why so serious?! Ops, filme errado

Coloque em prática

Depois de aprender os fundamentos, vem a hora de colocá-los em prática e ver como eles se encaixam com o resto do mundo.

Como sempre falamos, sair do lugar é algo essencial pra quem quer alcançar resultados. Apenas colocando em prática você conseguirá testar suas ideias, aprender com erros do mundo real e, com isso, conseguir produzir de uma forma cada vez mais eficiente.

Voltando no caso do Daniel San, apesar do sábio Sr. Myagi tê-lo treinado muito bem nos fundamentos, sabia da importância da prática e, por isso, o campeonato de karatê era o objetivo final.

Procure fontes alternativas de estudo

Além de nos manter atualizados, continuar lendo e estudando sobre diversas áreas de atuação também nos força a pensar e aprender mais.

No nosso caso, o Millor é uma máquina de leitura de blogs e livros dos mais variados tipos e, o mais legal, é ver isso convertido em novas formas de fazer as coisas aqui na Empreendemia.

Mas é bom lembrar que esse estudo complementar é legal a partir do ponto que você já se envolveu de alguma forma com a área em questão. Não adianta encontrar conteúdo interessante sobre algo sem conhecer os fundamentos ou sem ter o mínimo de prática.

Lembre-se, saber aprender é uma das características do empreendedor.

Abraços,
Luiz Piovesana (sempre exercitando os fundamentos na prática)

  • Ótima dica. Nunca devemos achar que não temos nada a aprender.