5 lições sobre negócios que aprendi com ZumbisPlataforma Brasil feito especialmente para os leitores do Saia do Lugar.

">

5 lições sobre negócios que aprendi com Zumbis

A dica de hoje foi dada por Chelle Parmele no blog Up and Running.

A dica de hoje foi dada por Chelle Parmele no blog Up and Running.

Não sou o maior expert em zumbis, mas não é preciso ser um especialista em comedores de cérebro para enxergar essas 5 analogias com negócios.

1- O que você quer? Cérebro! Quando você quer? Cérebro!

Você precisa de cérebros pra gerir um negócio. Não só o seu, mas de toda sua equipe. Desde a geração da ideia, até o gerenciamento diário, você precisa de pessoas inteligentes e criativas e que transformem o seu sonho de negócio em realidade. Não dê mole nas contratações, mire os melhores.

2- Zumbis nunca desistem

Não importa o que aconteça, zumbis persistem. É um tipo específico de postura que faz alguém continuar andando, mesmo quando há danos graves e perdas. Claro, parar e analisar o melhor sempre pode ser útil. Até um zumbi pára quando perde as pernas, mas isso não o impede de rastejar.

3- Pequenas coisas horrendas

Zumbis não são as coisas mais belas do mundo, mas quem disse que eles ligam pra isso? E você também não deveria ligar. Se a sua empresa não tem dinheiro suficiente para investir num escritório bonitão, então não invista (claro, ao menos que o seu negócio se baseie em ter/tornar um escritório bonitão).

4- Vamos todos juntos!

Zumbis rondam por aí, mas quando farejam algo que querem, eles se tornam uma massa com um único objetivo, que só vai parar quando alcançar esse objetivo.

Todos na sua equipe têm diferentes funções e responsabilidades, mas quando um objetivo macro é traçado, todos devem alinhar seus projetos com esse objetivo.

5- O MacGyver sabe o que fazer com poucos recursos no momento de pânico. Mas você sabe?

Nem todo mundo tem sorte de ter acesso a armas quando acontecer um apocalipse com zumbis. Às vezes você está sozinho, num campo isolado com uma porrada de zumbis te perseguindo. E aí, como faz?

Improvise. Use aqueles cérebros pra se adaptar às mudanças e fazer seu negócio prosperar.

Para ver mais dicas que usam analogias diferentes, não deixe de ler as 13 dicas de marketing que aprendi com a pescaria.

Se quiser dicas diárias sobre como se superar no dia-a-dia dos negócios, assine nosso RSS ou siga-nos no Twitter: @empreendemia.

  • Sergio

    Os zumbis perderam a vida trabalhando. Os zumbis precisam de cérebro para se manterem mortos-vivos, já que falta-lhes alegria na vida, já que tudo em seu corpo deteriora.
    Os zumbis não podem desistir, já estão semi-vivos, já estão semi-mortos, é o último suspiro antes da morte. São coisas horrendas porque não enxergaram o mal e agiram por gregarismo, indo com os outros e não viram no que o mundo os levaria e afundaram.