5 dicas importantes para terceirizar e ter sucesso

Esse texto foi desenvolvido pelo Guilherme da Luz, editor dos sites Emprestimo e Seguro Auto

Esse texto foi desenvolvido pelo Guilherme da Luz, editor dos sites Emprestimo e Seguro Auto.

Keith Crosley, freelancer do site Elance produziu um excelente artigo para os Empreendedores e pequenos empresários indicando caminhos através da terceirização para atingir o sucesso, ter melhores resultados e gastar menos dinheiro.

1 – Defina claramente o escopo e o cronograma do seu projeto
Defina primeiramente os requisitos do seu projeto. Os prestadores de serviços precisam de informações completas para apresentar uma proposta realista e condições de preços razoáveis.

2 – Avalie o prestador de serviço como se  fosse um funcionário em tempo integral.
Não tenha medo de fazer perguntas. Verifique as referências e solicite um feedback dos clientes que já usaram seus serviços, sendo assim mais objetivo.

3 – Procure alguém experiente que se encaixe nos seus planos
Contrate alguém com experiência específica na área. Cerifique-se dos projetos semelhantes ao seu já realizados por ele e também se possui clientes satisfeitos.

4 – Não escolha um fornecedor apenas como base no preço
Embora seja tentador, alguns pequenos empresários relatam que os  projetos mais bem-sucedidos foram aqueles em que o fornecedor apresentava uma boa relação entre o custo e os resultados.

5 – Faça uma revisão do portfólio e das amostras
Examine os trabalhos anteriores e avalie se atendem às suas expectativas de qualidade e estilo. Se ainda tiver dúvidas, peça para o fornecedor uma amostra.Porém não insista em um serviço completo ao invés da amostra, pois nenhum profissional espera trabalhar de graça.

Vale lembrar que no Empreendemia você consegue achar facilmente qualquer tipo de empresa e ainda conferir sua reputação. Busque em nossa Lista de Empresas.

Para saber mais sobre como escolher fornecedores, receba nossas dicas diárias através de nosso RSS ou Twitter: @empreendemia.

  • É um vício comum de todo empreendedor que está começando algo querer fazer tudo por si só, meter a mão na massa.
    Na minha empresa sofri bastante no início com tarefas aparentemente simples como por exemplo a criação do logo. Creio que 2 aprendizados que tive e que estão alinhados com as dicas do post foram:
    – Faça um briefing extremamente detalhado caso não queira perder tempo em diversas iterações com o fornecedor;
    – Contrate um prestador/fornecedor como se estivesse contratando um colaborador para a sua empresa!
    Meus parabéns pelas dicas!