startup vencedorastartup vem sendo constantemente citada quando se fala de empreendedorismo e também do atual cenário econômico mundial.

">

Os 13 maiores segredos de uma startup vencedora

Já não é de hoje que a palavra startup vem sendo constantemente citada quando se fala de empreendedorismo e também do atual cenário econômico mundial.

Já não é de hoje que a palavra startup vem sendo constantemente citada quando se fala de empreendedorismo e também do atual cenário econômico mundial.

Ou seja, é um modelo de empresa que hoje é considerado como um dos mais promissores.

A realidade é que esse modelo combina uma nova maneira de se fazer negócio junto com uma proposta de rotina de trabalho diferente, agitando a economia e trazendo um pensamento diferente de como se é trabalhar em uma empresa.

Porém, como tudo que cresce e ganha destaque, vira “moda”!

Muitas propostas de startups vem surgindo, sendo que muitas delas não tem um propósito claro, apenas possuem o objetivo de ser uma “startup” e nada mais que isso! Há quem diga, ainda, que nas décadas anteriores a moda era ter uma banda, na década atual, a moda é ter uma startup.

Falando mais sobre essa questão, podemos considerar que uma boa parte das startups acaba morrendo em estágios prematuros, como na fase da ideia ou no começo das suas operações. Ou seja, tem muita ideia por aí convertendo em pouco sucesso.

Por esse motivo, um dos cuidados de quem está para começar uma startup é não criar apenas mais uma que vai morrer prematuramente.

E, para isso, o foco deve ser em trazer uma proposta diferente de empresa e de atuação no mercado, se propondo a resolver um problema real de forma inovadora.

Por isso, vamos revelar aqui 13 segredos de uma startup vencedora para ajudar qualquer empreendedor que está começando. Confira!

O primeiro segredo de uma startup vencedora: #1 – Foque em Nichos Promissores

Com o cenário atual, o qual praticamente todos os mercados estão tomados por empresas grandes, a grande jogada é focar em nichos promissores desses mercados.

Justamente pelo motivo de que, não importa o mercado, ainda há grandes dores a serem resolvidas.

Essas dores provocaram e ainda provocam uma grande insatisfação dos clientes das grandes empresas. Nesse sentido, há a oportunidade de se especializar em um nicho específico, ou seja, uma parcela do serviço que compreende esse mercado.

Como consequência de um bom trabalho, a startup poderá se tornar líder naquilo que faz e se tornar referência.

Como grande exemplo, podemos citar as fintechs, empresas do setor financeiro que resolveram focar na resolução em apenas uma parte do serviço, oferecendo um serviço de qualidade, atuando cirurgicamente naquela dor do cliente.

Como exemplo dessas empresas, temos a Nubank, empresa que facilita o acesso de qualquer pessoa ao cartão de crédito.

Segredo #2 – Planeje menos e faça mais.

No universo do futuro incerto em uma startup, os aprendizados aparecem naturalmente com os erros cometidos, e a necessidade de agir rápido é cada vez mais real.

Por isso, planejar é algo importante, mas não adiantará nada se a parte de colocar a mão na massa não for bem executada.

Não adianta nada também planejar até que tudo esteja perfeito. O risco de se perder muito tempo é muito grande, sendo que a parte da prática tende a ficar comprometida. Uma startup que peca em questões como essa acaba perdendo para a concorrência.

Por isso, esse segredo prega que é necessário planejar apenas o mínimo necessário, após isso já partir para a execução, e depois validar se essa execução deu certo para depois fazer algo mais complexo e assim por diante.

Uma analogia legal para isso é a de que “Entre o mapa e o terreno, fique com o terreno”. Então, planeje menos e faça mais.

Segredo #3 – Busque novos oceanos

Estar atento em como a ideia de negócio pode se adaptar ao mercado que quer atingir é essencial.

Isso envolve sair da caixa e entender como o seu produto pode atingir o máximo de pessoas possíveis, adquirindo clientes de diferentes maneiras.

Nesse sentido, podemos citar o mercado da tecnologia, que antes era baseado em sistemas, os quais o cliente precisava basicamente adquirir e instalar em sua infraestrutura.

Já hoje, a modalidade SAAS (Software as a Service) é a mais adotada, a qual facilita todo o processo, o custo de instalação basicamente caiu, as atualizações são feitas em tempo real, além da flexibilização de condições especiais para o próprio cliente, por ser uma assinatura.

Um grande exemplo desse mercado é o Spotify que oferece uma plataforma online para ouvir música. A empresa ganhou um poder de escala grande em oferecer seu produto gratuitamente para depois ganhar dinheiro com a sua modalidade Premium. Ou seja, o cliente pode experimentar por um tempo para depois comprar.

Portanto, não fique estagnado ou relaxado perante uma pequena conquista ou sucesso. Busque sempre novas oportunidades de fazer seu negócio crescer.

Segredo #4 – Haja de acordo com o seu tamanho

Não é porque sua empresa tem uma ideia grande, revolucionária, que vai impactar o mercado, que ela precisa necessariamente agir como uma empresa grande em seu dia a dia.

As startups de sucesso são pequenas e rápidas, pensam grande, mas procuram executar da forma mais simples possível, que ofereça agilidade para sua operação.

Uma boa reflexão é a de que antes mesmo de estabelecer em um processo, pense na dor interna que quer resolver, e após isso pense nas soluções existentes, provavelmente você não precisará de algo robusto.

Por exemplo: se a equipe de vendas está precisando de uma maneira de organizar e documentar sobre os seus primeiros 10 primeiros clientes, você não precisa contratar um CRM complexo. Será que uma planilha no excel não resolveria?

Seguindo esse segredo, tempo e dinheiro poderão ser poupados.

Segredo #5 – Valorize os colaboradores

Quem faz qualquer empresa são as pessoas! E em uma startup isso não é diferente! Aliás, é um dos grandes diferenciais para alcançar o sucesso.

Pois não é apenas o empreendedor que se mantém motivado pelo sonho, os colaboradores também.

Por isso, trate seu colaborador como membro da sua família. No começo existe muito trabalho e pouca recompensa. Mostre para ele que recompensas maiores podem vir adiante e de fato virão. Obviamente que promessas como essas deverão ser cumpridas!

Quando for recrutar pessoas venda o sonho da empresa e mostre que esse sonho pode ser delas também. Afinal, a maioria das pessoas geniais não trabalham só por dinheiro.

Segredo #6 – A guerra agora é entre redes

Criar uma comunidade de parceiros é uma excelente estratégia de ganho de escala. Para isso é importante criar seu próprio ecossistema e terceirizar aquilo que não é sua especialidade.

Nessa mesma linha de pensamento, procure parceiros para propor um programa de fidelização, para que eles possam ganhar dinheiro para você e junto com você!

Ou seja, além de ter um bom modelo de negócios, tenha também bons parceiros. Para que isso seja concretizado, seja criativo e menos complicado possível, pense em tudo que pode ser melhorado, foque no que você é bom.

Naquilo que você não é, procure parceiros para ajudá-lo e assim ganhar escala, afinal existem milhares de oportunidades de negócio.

Segredo #7 – Volume é valioso

Procure focar o seu serviço em um mercado, o qual o seu público-alvo seja uma parcela relevante. Dessa maneira só depende de você mostrar para eles que precisam da sua empresa.

A partir disso, o trabalho deve ser focado na capacidade de produção e distribuição da empresa, para que ela consiga atender esse mercado, ou seja, mostrar para que veio e dar conta do recado!

Entenda que quanto mais produtos ou serviços distribuídos, menor será o seu custo, se você estiver empreendendo na internet, melhor ainda, pois nesse canal, a distribuição tem custo quase zero!

Uma dica nesse sentido é utilizar estratégias que possam escalar o seu alcance para seu público-alvo e consequentemente a sua venda, tais como Inbound Marketing e Inbound Sales.

Segredo #8 – Mostre ao mundo que você existe!

Use e abuse de todos os canais de comunicação possíveis. Nos dias de hoje, a internet pode ser uma grande aliada, ou seja, esteja presente nas mídias sociais, tenha um blog de caráter educativo para mostrar que você é referência no assunto, além de já começar a prestar uma pequena ajuda ao seu público-alvo.

Além disso, mostre quem são seus clientes e aproveite o depoimento deles do quão satisfeitos estão com o seu serviço, isso proporcionará credibilidade e fortalecimento da sua marca!

Utilize também outros meios que podem ser viáveis para a empresa, como uma assessoria de imprensa. Lembre-se que um esforço nesse sentido trará resultados positivos em prol da sua reputação e ajudará a empresa a ficar mais conhecida no mercado.

Segredo #9 – Use o Fail Fast Strategy

Uma das grandes virtudes de uma startup é errar rápido e aprender com esse erros mais rápido ainda!

Isso acontece pois ideias são baratas e podem vir aos montes. Nesse caso, o que importa é o quão bem feito a empresa as executa!

Por esse motivo, você deve testar o seu produto no mercado o quanto antes. Tire da cabeça que você vai entregar algo perfeito e já pronto para o seu cliente! A etapa de se testar o que já tem, coletar feedbacks dos clientes e melhorar constantemente o produto, é essencial, o segredo aqui é executar isso o quanto antes e inúmeras vezes.

Afinal, ninguém está vendo o quanto você está se esforçando para deixar o produto pronto, e sim qual é a sua performance nesse processo. Não perca tempo: Procure aprender de forma real com seus clientes e não com suposições!

Segredo #10 – “Caça ao tesouro”

Uma comparação pertinente é a de que uma startup é um carro numa pequena descida, ou seja, ele pegará embalo com o tempo, mas imagina se ele estivesse acelerando?

Pois é, por essa razão, buscar investidores que estejam dispostos a investir na sua ideia é algo que deve ser levado em consideração!

Tenha em mente que a entrada de um investimento financeiro é crucial para o fomento do crescimento exponencial planejado e desejado por qualquer empresa.

Nesse sentido, corra atrás de quem tem dinheiro para apostar em você (e no risco do seu mercado!)

Para lhe ajudar leve dados, já consolidados, que você tem sobre a empresa e mostre como eles se interligam com esse mercado de atuação. Isso poderá ser uma excelente arma de convencimento.

Segredo #11 – Transforme seus clientes em defensores da marca

Ter clientes como embaixadores da marca é um excelente caminho para o sucesso.

Para que isso aconteça, a empresa deverá deixar os consumidores apaixonados pelo seu produto. A consequência disso será eles se tornando defensores da sua marca.

O caminho para isso é buscar fidelizar os clientes de uma maneira que eles não consigam pensar na possibilidade de não ter o seu serviço por perto.

A empresa precisa oferecer um produto bom, um relacionamento saudável, e, principalmente, oferecer uma solução que seja entendida como um grande benefício, trazendo o sentimento de que está acontecendo, de fato, uma parceria em que ambos os lados estão ganhando.

Como exemplo, podemos citar o caso da Apple, que há anos vem conquistando novos clientes, e uma grande parcela deles se tornam defensores de sua marca.

Segredo #12 – Busque sempre surpreender

Surpreender os clientes é dever de qualquer empresa que busca o sucesso. Principalmente no contexto de uma startup, que está trazendo algo novo, e seus clientes estão praticamente apostando nela como uma solução para seus problemas.

Surpreender os primeiros clientes é mais que um dever, é uma obrigação. O empreendedor deve lembrar que quando começou era novo e inexperiente e esses clientes apostaram nele, por isso merecem um tratamento especial!

O grande diferencial desse segredo é que os grandes players do mercado provavelmente não conseguiram fazer isso, seja pelo seu modelo tradicional ou pela abrangência do serviço e grande volume de clientes.

Como exemplo, podemos citar os casos que vem aparecendo na internet sobre a interação do suporte da Netflix com seus clientes nas redes sociais.

Os atendentes surpreendem os clientes pelo bom atendimento, junto com respostas inovadoras e com tom de humor, deixando-os mais felizes e satisfeitos!

Segredo #13 – Não inove por inovar

E o segredo mais importante é: Busque resolver um um problema real! Isso deve ser o primeiro critério que todo empreendedor deve levar em consideração ao formular sua ideia de negócio.

E isso pode ocorrer de diversas maneiras: melhorando a vida das pessoas, arrumando algo que está errado ou prevenindo que algo bom desapareça.

Até porque empreender não é fácil e para se manter de pé, você deve buscar um significado, uma motivação.

A palavra inovação é usada muito frequente dentro das startups, sendo que muitas delas querem criar coisas mirabolantes.

Lembre-se que, em primeiro lugar, a inovação está em gerar valor para o cliente, e isso pode ser feito baseado na resolução de um problema de forma simples!

Como já diria Leonardo da Vinci: “A simplicidade é o último grau de sofisticação”

Gostou dos segredos que apresentamos? Então o que acha de ler sobre nossas 5 dicas incríveis para validar sua ideia de negócio