Lições de filmes

10 lições de filmes que se aplicam ao mundo dos negócios (parte 1)

Mais do que uma simples lista de 10 melhores, uma análise sobre as lições de filmes e como elas podem gerar impacto direto no dia-a-dia do empreendedor

Apesar da internet ser cheia de listas de filmes (inclusive já publicamos uma aqui no Saia do Lugar: 5 filmes inspiradores para jovens empreendedores), acredito que uma boa análise é sempre bem-vinda.

Por isso, mais do que uma lista dos melhores filmes para empreendedores, decidi compilar algumas lições de filmes que incorporei no meu dia-a-dia e acho que também podem te ajudar.

Como esse artigo ficou gigantesco, o dividirei em 2 partes. Seguem os 5 primeiros filmes da lista. Se já quiser conferir a 2a parte, com filmes baseados em fatos reais, clique aqui.

1. Rei Leão – Quem nasceu para ser rei não pode se contentar com Hakuna Matata

Apesar de dar origem a uma das músicas mais marcantes da história do cinema, a filosofia Hakuna Matata não é algo que eu admire tanto assim.

Em uma época marcada por concursos públicos e busca pela estabilidade (como se ela sozinha significasse alguma coisa), vemos um fenômeno no qual as pessoas focam mais no que elas querem fugir (problemas, responsabilidades, risco, etc.) do que nas coisas que realmente a farão feliz.

Apesar do crescimento físico acontecer justamente durante a cena do Hakuna Matata, vemos que Simba se torna um verdadeiro adulto apenas no momento em que Nala o convence a voltar para o bando e exercer sua função de rei.

E você, quando vai deixar de reclamar das 2a-feiras e vai definir seus verdadeiros objetivos e finalmente sair do lugar?

2. A Rede Social – Ideias não valem nada, execução é o que faz a diferença

Apesar da grande maioria das pessoas assistir o filme e enxergar como “Esse tal de Zuckerberg é um filho da fruta”, minha visão é “Impressionante como as pessoas fazem mimimi sem terem mérito algum”.

Qualquer um que já teve que tirar uma ideia do papel e entregar um projeto sabe que a ideia inicial não equivale a 1% do esforço necessário para alcançar o sucesso. Lembra aquele trabalho escolar que você dedicou horas e horas da sua vida para entregar? Seria como dizer que o mérito daquele projeto é todo do professor que deu a ideia de tema.

Modelar exatamente como aquela ideia será no mundo real, construir a bagaça e conseguir clientes para aquilo é onde mora o verdadeiro mérito.

Já disse antes, mas vale a pena repetir. Dizer “Mas eu tive essa ideia antes, alguém a roubou!” é como falar “Eu me apaixonei antes por Angelina Jolie, Brad Pitt a roubou de mim!”. Por isso, a frase que mais me marcou nesse filme foi: “Se você tivesse inventado o Facebook, você teria inventado o Facebook“.

3. O Homem que Mudou o Jogo – Não importa que os concorrentes sejam mais ricos, se vira

Falando em Brad Pitt, um filme que qualquer empreendedor ambicioso se identifica é o “Moneyball: O homem que mudou o jogo”.

Para quem não viu, basicamente ele conta a história real de um time de baseball que tinha um orçamento muito menor do que os outros e, através de um novo sistema de jogo baseado em análise de métricas, conseguiu um desempenho impressionante na 1a divisão americana.

Além da ideia de usar novos métodos para ser mais eficiente que seu adversário, o filme mostra exatamente o processo de implementação de uma ideia no mundo real.

No começo, as outras pessoas simplesmente dizem que é impossível e temos que nos contentar com o que temos. Depois, sua ideia inovadora é severamente criticada. Por fim, depois de muito ralar, você finalmente consegue o resultado esperado.

4. Na Roda da Fortuna – O sucesso pode vir de onde você menos espera

Definitivamente o filme menos popular da lista, ele conta a história de um cara considerado um idiota e que precisa assumir a presidência de uma grande empresa. Sua 1a ideia é o bambolê, que apesar de parecer um produto sem demanda, se mostrou um tremendo sucesso de vendas.

Apesar dessa não ser a verdadeira história da criação do bambolê, a cena em que ele precisa convencer a diretoria a investir no produto é sensacional! Qualquer um que apresentou uma ideia nova para um grupo de pessoas vai se identificar com a situação.

Para colocar as legendas, é só clicar no cc, depois em “Translate captions” e então selecionar o idioma português.


(Link para o vídeo no Youtube)

5. Titanic – Nunca, mas nunca mesmo, se considere invencível

Além da façanha de deixar uma criança de 10 anos (eu, na época) sentada numa sala de cinema, essa história é um exemplo claro de que não importa o quanto você tenha de dinheiro ou de camadas de metal, nada nem ninguém (exceto Chuck Norris) é indestrutível.

O exemplo do Titanic me faz lembrar de um costume que se tinha no império romano de que quando um general vitorioso era recebido em Roma, ele tinha ao seu lado um escravo que tinha a única função de vez ou outra dar uma cochichada e falar “Lembra-te que és mortal”.

Por isso, não importa o quão mal ou bem você esteja, lembre-se que tudo pode mudar. Humildade é essencial para quem quer continuar vencendo.

Conclusão: Cinema também é cultura!

Apesar de saber que ainda faltam muitos filmes na lista (não é a toa que terá a parte 2!), acredito que esses filmes podem ser encarados como verdadeiros formadores de caráter.

Para ver a continuação dessa lista, agora com filmes baseados em fatos reais, confira 10 lições de filmes que se aplicam ao mundo dos negócios (parte 2).

Abraços,
Millor Machado (ainda revoltado por Brad Pitt ter roubado minha mulher)

Obs.: Créditos da imagem Shutterstock