Como calcular o valor presente líquido (VPL)?

O Valor Presente Líquido (VPL) é um método muito utilizado nas tomadas de decisões financeiras, tanto pessoais quanto corporativas. Basicamente ele é capaz de determinar se um investimento é viável ou não. Por isso, saber aplicá-lo corretamente vai afetar diretamente qualquer planejamento financeiro que você queira realizar.

Um erro muito comum é pensar que, para calcular se um investimento é viável ou não, é necessário apenas subtrair o valor adquirido com as vendas pelo valor investido. Errado! Nesse caso, não estaríamos levando em consideração uma importante variável: o tempo. Esse fator é essencial aqui porque o dinheiro não vale o mesmo em qualquer momento devido a diversos motivos.

Apesar de revelar um número muito importante no momento de investir, o cálculo do VLP pode ser realizado de forma bem simples. Para entender mais sobre o assunto, conheça as variáveis e porque elas são necessárias:

As variáveis do VPL

Fluxo de Caixa Inicial (FC0)

É o valor que representa o fluxo de caixa zero, isto é, o investimento inicial. Na fórmula, esse valor entra como negativo, pois é uma retirada de caixa, obviamente.

Fluxo de Caixa N (FCN)

É o valor que do fluxo de caixa no momento N, isto é, de um período determinado por você. Você pode aprender como gerir seu fluxo de caixa, lendo este artigo.

Taxa Mínima de Atratividade (TMA)

É o mínimo que o investidor se propõe a ganhar de retorno quando faz um investimento. O valor do TMA varia de investidor para investidor, pois cada um está disposto a correr um risco.

Como calcular o VPL na prática

Vamos colocar uma situação hipotética em que você queira abrir uma loja de camisetas. Para dar início aos trabalhos e colocá-la funcionando, foi preciso investir inicialmente R$ 20 mil.

Depois de 5 meses funcionando, seu empreendimento gerou R$ 10 mil de lucro. Considerando uma taxa (TMA) de 10% ao mês, o seu negócio é sustentável ou não?

Sabemos que fórmulas matemáticas, por uma questão cultural, podem fazer você achar que o processo pareça mais complicado do que realmente é, e o que queremos com esse artigo é desmistificar isso. Por isso, para melhor visualização, vamos ensinar como calcular o VPL em uma planilha de Excel.

Como criar a planilha no Excel

Passo 1: identificar os Fluxos de Caixa (FCNs) nos períodos determinados. No nosso caso, será do mês 0 (inicial) até o mês 5. Para isso, criamos uma tabela com duas colunas: uma referente ao mês e outra referente ao valor. Veja abaixo:

**MÊS****VALOR (R$)**
FC0– 20.000,00
FC110.000,00
FC210.000,00
FC310.000,00
FC410.000,00
FC510.000,00
É importante perceber que o valor do investimento inicial (FC0) é** sempre negativo.**

Passo 2: registramos a taxa TMA. Na nossa loja de camisetas, ela é de 10%.

**TMA (%)**
10
**Passo 3: **calcular o VPL. Para isso é preciso digitar a sintaxe abaixo e pressionar *enter*:
**VPL**= vpl(10;10.000,00) + (-20.000,00)
= **R$ 17.907,87**
Como o valor total do VLP foi **positivo, **o valor do investimento é viável.

Viu como é fácil? Se você absorveu o conceito principal, é só ler com cuidado os passos e pronto! Isso vai lhe ajudar muito.

Agora que você já conheceu sobre o VLP, é importante que você saiba o que é e como calcular o payback da sua empresa.

comments powered by Disqus