verdades que não contam sobre empreendedorismoPor: Gustavo Chierighini, publisher da Plataforma Brasil Editorial.

">

5 verdades que não contam sobre empreendedorismo

Empreendedorismo parece ser a palavra do ano. Com o meio digital cada vez mais presente no nosso cotidiano, inovar se tornou uma premissa.

Empreendedorismo parece ser a palavra do ano. Com o meio digital cada vez mais presente no nosso cotidiano, inovar se tornou uma premissa.

No mundo dos negócios isso não é diferente. As propostas de negócio tradicionais já estão ficando obsoletas e as pessoas não querem mais trabalhar numa mesma empresa por anos a fio.

É por isso que hoje em dia cada vez mais pessoas sonham em ter o próprio negócio. Ficar rico, ter horário flexível, trabalhar sem chefia, decidir as próprias metas, escolher quando tirar férias…

Isso soa muito tentador. Afinal, ninguém gosta de trabalhar demais e ter pouco retorno. Entretanto, empreender não é tarefa fácil.

Pela internet, encontramos diversos conteúdos mostrando todas as vantagens de empreender.

Porém, quase ninguém é franco o suficiente para mostrar o lado B da história.

Não importa se você é um jovem empreendedor ou um empresário experiente, o caminho do sucesso é difícil. Tanto é que muitas pessoas tentam chegar lá e desistem na primeira negativa.

Foi pensando nisso, que criamos esta lista com verdades que não contam sobre empreendedorismo:

Você vai trabalhar muito

Você curte uma folga no fim de semana? Prepare-se para deixar isso de lado no início.

Trabalhar muito é um dos princípios básicos de quem quer ter sucesso empreendendo.

No começo, provavelmente você vai ter que colocar a mão na massa. Literalmente.

Se for preciso, você vai ter que pintar paredes, varrer o chão e atender clientes pessoalmente.

E, mesmo depois de ter uma certa estabilidade no novo negócio, é bem provável que você continuará a trabalhar bastante.

Com o crescimento do seu empreendimento, você terá mais pessoas sob sua supervisão e também mais responsabilidades.

Imagina um grupo de jovens universitários que adoravam o mercado financeiro.

Eles se juntaram para criar uma empresa de análise, consultoria e educação sobre investimentos na Bolsa de Valores.

No início de tudo, eles tinham que lavar o chão do escritório entre uma reunião e outra.

Também comiam lasanha congelada para economizar tempo e viravam a madrugada produzindo material para oferecer a seus clientes.

Hoje, com a empresa a pleno vapor, eles continuam trabalhando bastante.

Seja no planejamento estratégico do negócio, seja nas tarefas mais simples do dia a dia da empresa.

Você desempenhará várias tarefas simultâneas

Trabalhar muito também significa que você tem que estar preparado para desempenhar várias funções ao mesmo tempo.

Atender telefone, pagar contas, procurar novos parceiros, tirar cópia de documentos, passar um cafezinho para o cliente… você tem que ter disposição para fazer tudo isso e muito mais.

Ou seja, empreender significa ter multitarefas.

Vamos olhar para o exemplo do tópico anterior: os jovens apaixonados pelo mercado de ações fundaram a empresa com muita força de vontade e nenhum funcionário.

Isto é, no começo eles planejavam, executavam e analisavam todos as etapas do processo de negócio.

Em 2013, eles contrataram o primeiro colaborador. Agora em 2016, a empresa que eles fundaram já contam com 200 colaboradores com funções e metas específicas para cada setor.

O dinheiro pode demorar a chegar

Quem nunca ouviu uma história de superação que tinha tudo pra dar errado e que, no fim, virou um sucesso?

Na maioria as vezes, todo esse reconhecimento demora bastante para chegar. Principalmente no balanço financeiro.

Entenda que além de trabalhar demais, você vai receber de menos. Mas isso é até seu negócio deslanchar.

Até lá, tenha em mente que o dinheiro em caixa vai demorar a chegar.

Lembre-se dos meninos que comiam lasanha para poupar tempo. Além de prática, a comida congelada também era bem mais barata.

Outra questão quanto ao fluxo de caixa é o pensamento estratégico focado no sucesso.

Tente direcionar o máximo dos primeiros retornos financeiros para melhorar seu serviço ou sua infraestrutura.

Coloque na balança o que é prioridade no seu plano de negócios.

Os garotos empreendedores abriram mão de conforto e salário para, em alguns anos, poder alugar dois andares de uma prédio exclusivamente para a empresa.

Vão duvidar de você

Largar mão de tudo e começar do zero não é algo simples.

Você precisa planejar tudo nos mínimos detalhes e, mesmo assim, coisas inesperadas podem te atrapalhar.

Nessas horas, vão surgir várias pessoas para te desencorajar.

Pode ser que até você vai duvidar de si mesmo e da sua proposta de negócio. E tudo bem, isso faz parte do processo.

O que não pode acontecer é desistir de tudo na primeira dificuldade, nem na segunda, nem na trigésima. Persistência é a chave para empreender!

Sabe aquele grupo de jovens empreendedores voltados para investimentos? A proposta de negócio deles parece bem interessante, não é?

Só que eles decidiram fazer isso em um momento que a Bolsa estava em queda.

Agora você pode pensar que a ideia não parece tão boa. Imagina quantas vezes eles não ouviram para desistirem desse plano?

Contudo, esses jovens levaram em conta não só o momento do mercado, mas consideraram principalmente o potencial dos investidores brasileiros. E persistiram no sonho.

O sucesso não vem rápido

Se te contarem que existe uma fórmula mágica para ser um empreendedor de sucesso, esqueça.

Não inventaram (ainda) o guia infalível para você empreender e se dar bem.

Não vai ser de um dia para o outro que tudo vai começar a dar certo.

E, mesmo que seu negócio seja vencedor, sempre existirão novos desafios a serem alcançados.

Crescer de um stand de shopping para uma franquia presente em todos os shoppings do Brasil não é fruto de milagre, mas de determinação.

Poder falar que chegou lá requer muita força de vontade e disciplina.

Lembra dos jovens que abriram um negócio voltado para o mercado financeiro? Hoje em dia, a empresa conta com mais de cinco mil clientes nos 27 estados brasileiros.

O site deles recebe, mensalmente, mais de 1 milhão de visitas.

Fácil não vai ser, mas você também pode correr atrás do sonho e ser um empreendedor vitorioso.

O propósito desse artigo não é te desanimar. Mas quem quer empreender tem que ter em mente que o caminho do sucesso não será fácil.

Seja para abrir uma franquia ou para tirar uma ideia inovadora do papel, ter o próprio negócio não é para qualquer um.

Se depois de saber disso tudo você ainda quer empreender, então você está no caminho certo! Trabalhe muito, estude muito, planeje muito e você vai estar mais perto do seu sonho.

Mais uma dica importante para não perder de vista: empreender em si não é o mais importante.

O que realmente importa é a forma com que você vai mudar a vida das pessoas!

Gostou das dicas? Se ficou alguma dúvida, compartilhe nos comentários!

 

Autoria: Ana Cláudia Inez, graduada em Relações Públicas, mestre em Processos Comunicacionais e estudiosa do mercado de ações. Integrante da equipe da Toro Radar, é responsável pela comunicação e relacionamento da empresa com parceiros em todo o país.