Validar ideia de negocio

5 dicas incríveis para validar sua ideia de negócio

Por Fernando Neto, CMO do Infortask

Por Fernando Neto, CMO do Infortask

Você tem vontade de Sair do Lugar? Já teve aquele insight precioso de uma ideia de negócio? Você levou a ideia para frente ou ficou travado sem saber ao certo o que fazer?

Grande parte das pessoas têm ideias, mas a maioria delas logo se mostra frágil diante da complexidade da dia a dia e da realidade. As incertezas são comuns, o medo, o receio de empreender e sair da zona de conforto também, então o que fazer para tornar esse caminho um pouco menos complicado?

Veja um pouco mais sobre o conceito de validação:

Validação: o que é?

A validação é um conceito que ganha espaço nos novos modelos de negócios, funcionando como uma etapa decisiva no futuro da ideia. Através desta etapa você pode definir por exemplo se você vai continuar ou não a desenvolver certo negócio, se vai investir ou não na sua ideia.

Por isso você só tem a ganhar ao validar. Sabe aquela dúvida de continuar ou não com um projeto? Esqueça isso, e parta para a validação!

Como validar um negócio?

A validação não precisa ser um processo fechado, inflexível, porém ela também não pode ser tão informal. Pense nela como “sair do prédio” e ir às ruas falar com as pessoas, escutar e anotar o que elas falam, fazer perguntas, aplicar questionários, etc..

Seja imparcial e não tenha medo de ouvir uma resposta ruim, elas fazem parte da construção de uma ideia maior a ser desenvolvida ao longo do tempo.

Dicas para uma validação com poucos recursos

Agora que você já sabe bem o que é validação, vamos ver 5 dicas para aplicá-la com poucos recursos.

Dica #1: Faça o quanto antes

Ao começar a desenvolver uma ideia sem validar, você pode estar levando algo em consideração sem o mínimo de certeza. Por isso, ao contrário do que usualmente se pensa, é interessante começar pela validação e só depois a desenvolver a ideia.

Se você está preocupado com detalhes que não são importantes agora, coloque-os de lado e parta para a validação.

Segundo o SEBRAE uma boa maneira de desenvolver um negócio, é seguir a metodologia lean, ou da startup enxuta.

Dica #2: Valide a validação

Outra boa dica antes de começar a validar logo a sua ideia é fazer um pequeno esboço de perguntas e aplicá-las com as pessoas mais próximas.

A ideia aqui não é ainda captar as respostas para a sua validação, mas pegar os feedbacks iniciais do seu modelo. Alguns problemas comuns de validações que não são testadas são:

  • Perguntas que não são claras para o respondente;
  • Uma apresentação muito simples da ideia;
  • Peguntas irrelevantes no momento;
  • Alternativas confusas;
  • Alternativas insuficientes;
  • Uma série muito longa de perguntas.

Por isso, é muito importante que você faça versões da validação e desenvolva um modelo satisfatório inicialmente.

Dessa forma na hora de captar as informações você irá trabalhar com dados mais precisos e não precisará fazer tudo de novo.

Dica #3: Seja Neutro

Um grande problema para a maioria dos empreendedores, especialmente os de primeira viagem, é que eles não enxergam a sua ideia com criticidade.

O que acontece é que o empreendedor ignora, ou não dá a devida importância a certas coisas, pois quer, na verdade, confirmar a sua hipótese logo de cara. Erros comuns desta etapa são:

  • Fazer “pesquisas” informais com amigos e familiares;
  • Fazer perguntas muito abertas;
  • Só fazer perguntas pessoalmente;
  • Desconsiderar as respostas negativas;
  • Não contabilizar em planilhas;
  • Não avaliar os resultados de forma imparcial.

Fazer as pesquisas apenas em âmbito pessoal e familiar não é em si um problema, uma execução inapropriada é que pode gerar resultados que tendem para um determinado lado.

É comum por exemplo, que a resposta de uma mesma pessoa que faz uma entrevista pessoal e a daquela que responde a um questionário de forma anônima seja diferente.

Portanto, leve a validação sempre muito a sério, é essencial que você possa, inclusive, fazer as análises de forma criteriosa depois com o auxílio de planilhas.

Dica #4: Distribua a sua validação com maestria!

Depois de testar os modelos de validação, você precisa aplicar a pesquisa com potenciais usuários e clientes da sua ideia.

Para fazer isso, você pode fazer algumas coisas que não demandam muitos recursos, apenas o seu trabalho e um pouco de dedicação, entre elas:

Criar uma audiência

Antes de validar você pode conhecer melhor o seu público-alvo. Pode criar por exemplo uma página no Facebook ou um blog falando sobre o assunto de interesse da sua persona.

Depois de criar essa audiência você pode aplicar as pesquisas, conversar com as pessoas e entender mais do seu público. O interessante é continuar com esse meio de comunicação para que você possa fazer seu público crescer ainda mais.

Para fazer isto, você pode entender melhor a importância de gerar leads para a sua empresa, e ainda aprender maneiras de como fazer marketing digital de forma gratuita.  

Utilizar recursos do Google

Crie documentos online. As pessoas tem pouco tempo, e se você, além de precisar da atenção delas, pedir que elas baixem um arquivo, te enviem um e-mail ou algo parecido, a chance de conseguir validar uma ideia cai drasticamente.

Use o Google Docs e crie formulários, distribua o link e capte as respostas de forma automática, por exemplo.

Invista na distribuição da sua Validação

Você já conseguiu criar uma audiência interessante e agora deve impulsionar seu questionário para pessoas mais interessadas naquilo que você pretende lançar no mercado.

A segmentação de pessoas que tem interesse no que você faz já está feita, o que vai te ajudar a atingir a rede de amigos destas pessoas também.

Utilize ferramentas como o Facebook Ads para fazer isto, você pode conseguir ótimos resultados desta forma.

Dica #5: Trate a Validação como um Ciclo

Uma vez que você obteve as informações que precisava para validar a sua ideia e decidiu continuar com o projeto, siga em frente com uma coisa em mente: a validação não termina por ai.

É importante que você adote a postura de tratar o processo como um ciclo, se você seguir os passos de uma boa validação, sem dúvida vai perceber o grande impacto positivo que isto vai causar na sua empresa.

Tenha certeza que as empresas mais duradouras e inovadoras, não consideram nenhuma verdade como absoluta. Elas entendem o processo de validação como parte do trabalho e buscam entender ao máximo os cenários (incertos) que envolvem toda e qualquer empresa.

Adote esta postura e com certeza você colherá bons frutos no e ainda poderá tirar de vez aquela ideia do papel!

Fernando Neto é CMO do Infortask, um sistema web para gerenciamento de atividades de pequenas e médias empresas. Fernando já foi jurado de corridas de Startups, tem experiência com Marketing Digital e hoje está testando diversas maneiras validar negócios com a ajuda da internet.