5 lições que todo empreendedor deve aprender com o gênio Steve Jobs

O nome de Steve Jobs certamente aparecerá em todas as listas de grandes empreendedores do mundo por muito tempo. E não é para menos: o cofundador por trás da empresa mais valiosa do globo  é considerado um dos líderes mais influentes de todos os tempos e um exemplo para os jovens que iniciam no ramo.

Com a criação da famosa Apple, Jobs trouxe ao mundo não somente inovações tecnológicas — aliadas a um design inigualável — mas também mudou o dia a dia de milhares de pessoas.

Sua trajetória movida a perfeccionismo, criatividade, compromisso com a qualidade e até um pouco de loucura é algo sempre lembrado. Ainda assim, mesmo depois da sua morte, seus pensamentos e ensinamentos continuam a mover empresários a buscarem inspirações tão inovadoras quanto as suas.

Pronto para conhecer as 5 lições mais preciosas do visionário Steve Jobs? Vamos lá!

1. Você não precisa ser o primeiro, mas sim o melhor

A grande verdade é que Jobs não inventou o computador, o reprodutor de mp3 ou os smartphones. O que ele fez foi aperfeiçoar cada uma dessas criações e as transformar nos melhores produtos do mercado.

“Picasso tinha um ditado que afirmava que artistas bons copiam e grandes artistas roubam. E nós nunca sentimos vergonha de roubar grandes ideias. Tudo se resume a tentar se expor às melhores coisas que os seres humanos fizeram e, depois, tentar trazer essas coisas para o que você está fazendo.”

Em outras palavras, a Apple foi a empresa que se preocupou e deu importância ao design e à simplicidade dos detalhes — e como essas funcionalidades poderiam fazer a diferença para o dia a dia do usuário.

O resultado disso é o que a companhia entrega: uma experiência única e de altíssima qualidade, gerando nas pessoas uma indiscutível confiança na marca.

2. Antecipe o futuro

Quem diria que, no seu lançamento, um pequeno aparelho denominado iPod substituiria quase todas as outras formas para ouvir música utilizadas até então? Ou ainda que o iPhone deixaria todos os outros aparelhos celulares obsoletos depois da sua apresentação ao mercado?

A Apple dominou a venda de músicas digitais e revolucionou a indústria de telefonia móvel com a introdução de aparelhos sofisticados. Com seu perfil revolucionário, Jobs sempre soube como antecipar as tendências de consumo para o futuro.

O empreendedor certa vez mencionou Wayne Gretzky, famoso jogador profissional de hóquei:

“Eu patino para onde o disco vai estar, não para onde ele esteve.”

Graças a essa capacidade de olhar 10 anos para frente, a Apple foi capaz de colher grandes benefícios e obter muito sucesso com seus produtos.

3. Enfrente os obstáculos como oportunidades

No início da Apple, durante o desenvolvimento do primeiro computador, Jobs e seu sócio cofundador Wozniak (na época considerado um gênio da computação) ficaram sem dinheiro.

Mas isso não fez com que os dois amigos pusessem um fim ao projeto. Jobs vendeu sua van e Wozniak sua calculadora científica para arrecadar fundos.

Na ascendência da Apple, em 1984, Jobs foi demitido da própria empresa. Isso o abalou profundamente, porém, mais uma vez, a resiliência se mostrou presente no espírito do empreendedor.

Durante o tempo que ficou afastado da Apple, Jobs criou a NeXT e fez a Pixar decolar com o primeiro grande filme de animação 3D, o Toy Story.

Anos mais tarde, em 2005, depois de ser diagnosticado com câncer no pâncreas — que acabaria o matando — , o empreendedor fez um discurso em uma formatura na Universidade de Stanford, onde falou da morte como:

“provavelmente a melhor invenção da vida”, pois “elimina o velho para abrir caminho para o novo”

Mesmo depois do surgimento da doença, sempre buscando o consolo no trabalho, Jobs investiu em empreitadas arriscadas e que poderiam ter fracassado.

Mantendo sua disciplina perfeccionista, o empreendedor lançou dois dos mais bem-sucedidos e inovadores produtos da Apple, o iPhone e o iPad.

Quando você enxerga os obstáculos do caminho como oportunidades de fazer seu trabalhado cada vez melhor, essas inesperadas surpresas da vida passam a ser vistas como mais uma chance de se mostrar ainda mais forte.

4. Aprenda com os outros

Se um físico precisa aprender com os estudos e trabalhos de outros físicos, um empresário também deve estudar outros colegas de profissão que tiveram sucesso em suas empresas.

Portanto, assim como os novos empreendedores de hoje têm muito a se inspirar com as criações de Jobs, ele próprio também seguia muitos exemplos do mundo dos negócios. Afinal, não seria possível criar a empresa mais valiosa do mundo sem nenhuma experiência.

Steve Jobs era fascinado por Henri Ford (Ford Motor), Thomas Edison (GE) e Edwin Land (Polaroid). Com Ford, ele aprendeu sobre como entregar inovações para as massas; com Edison sobre o papel da inovação para o desenvolvimento de uma companhia e com Land sobre como a inovação pode ser a causa da morte da empresa.

Mais do que isso, aos 21 anos o empresário já havia trabalhado para gigantes da tecnologia daquela época, como a HP e a Atari. Com sua passagem por essas empresas, Jobs aprendeu sobre como não repetir os mesmos erros na sua própria companhia.

5. Tenha foco

Em 1997, quando Jobs retornou ao comando da Apple, se deparou com a empresa produzindo dezenas de versões do Macintosh e uma leva indiscriminada de computadores. Após semanas de avaliações dos produtos, o empreendedor mandou que todos parassem com suas tarefas.

O que Jobs fez foi organizar a empresa e reduzir o quadro de produtos para quatro. Apesar do espanto dos colaboradores, fazer com que a Apple focasse na elaboração bem-feita desses computadores a salvou do colapso total.

“Decidir o que não fazer é tão importante quanto decidir o que fazer. Isso serve para empresas e para produtos também.”

O foco era algo intrínseco da personalidade dele. Jobs sempre afastava tudo que considerava como distração — fosse uma questão jurídica relacionada a empresa, fosse um diagnóstico médico. O visionário nunca se desconcentrava de uma atividade até que não estivesse pronto para mudar de tarefas.

Steve Jobs, como sua visão revolucionária de oferecer a tecnologia e o livre acesso à informação ao mundo será para sempre lembrado como um ícone do empreendedorismo. Mas, mais do que isso, Jobs também tinha a sensibilidade de trazer o toque humano ao mundo digital.

E você, está pronto para começar a sua mudança de mundo com os ensinamentos desse notável empreendedor? Lembre-se sempre de que o caminho pode não ser curto, mas a recompensa está em fazer cada minuto da jornada valer a pena.

Gostou deste conteúdo sobre as principais lições transmitidas por Steve Jobs? Então confira agora a história do empresário mais rico do Brasil!

comments powered by Disqus