recuperar o crédito

As 10 melhores formas de recuperar crédito para empresas

Quer incrementar o vigor e a saúde do seu negócio? Nada melhor do que aprender algumas formas de recuperar o crédito para empresas!

Quer incrementar o vigor e a saúde do seu negócio? Nada melhor do que aprender algumas formas de recuperar o crédito para empresas!

Afinal de contas, a inadimplência dos clientes é um dos principais fatores que causam desequilíbrio nas finanças das organizações.

Para recuperar o crédito é preciso ter calma, paciência e sensibilidade no trato com o cliente, assim como, utilizar as melhores técnicas de planejamento de ações e negociação.

E então? Está ávido para aprender como fazer isto logo? Preste atenção às nossas dicas, recupere o crédito de seus clientes e fortaleça o relacionamento deles com a sua empresa.

1 – Faça um plano de ação para recuperar o crédito da sua e

Planeje quais clientes serão abordados a cada dia e qual o intervalo para uma nova rodada de negociação, quando não for bem-sucedido nas tentativas realizadas.

Assim, você evita de entrar em contato todo dia e até mais de uma vez ao dia com o mesmo devedor.

Vale lembrar que estar em dívida gera constrangimento para a pessoa, que em alguns casos chegou nesta situação de forma involuntária (perda de emprego, gastos inesperados com problemas de saúde pessoal ou na família, etc.) e isso, muitas vezes, provoca descontrole emocional no devedor.

Por isso, sua abordagem deve ser sempre cordial e respeitosa, para levar as negociações a bom termo.

2 – Analise a situação do cliente

Antes de abordar o cliente, é importante que sejam analisados o seu perfil financeiro e o seu histórico de compras e pagamentos na sua empresa, para identificar padrões de comportamento, capacidade de pagamento e vislumbrar opções de negociação mais viáveis para cada caso.

Durante a negociação surgirão objeções ou dificuldades e o negociador da sua empresa precisa superar estes obstáculos oferecendo alternativas para o cliente com total agilidade, já que estes momentos, por mais amigáveis que sejam, geram tensão para o devedor.

3 – Faça negociações amigáveis

Evite acionar a justiça para reaver créditos concedidos aos clientes. Os custos envolvidos são altos e o desgaste da relação com o cliente é inevitável.

As abordagens amigáveis são mais proveitosas para ambas as partes.

Vale lembrar: Um cliente que foi bem tratado num momento de dificuldade financeira terá uma percepção muito favorável da imagem da sua empresa e poderá se converter em um excelente cliente, fidelizado e divulgador da sua empresa.

4 – Capacite a sua equipe

Para ter maior taxa de sucesso nas negociações de recuperação de crédito com clientes inadimplentes e/ou negativados nos órgãos de proteção ao crédito, o responsável por esta tarefa na sua empresa precisa ser capacitado em técnicas de negociação e ter um perfil adequado para a função.

Invista em treinamentos para a sua equipe!

5 – Utilize todas as ferramentas disponíveis

Além das ferramentas convencionais – carta e telefone – utilize as ferramentas tecnológicas – e-mail, SMS, Whatsapp, Skype – todas elas podem ser utilizadas de forma coordenada e alternada para abordar o cliente e oferecer uma oportunidade de renegociação de dívida.

As ferramentas tecnológicas devem ser utilizadas no seu negócio, pois, além de agilizar o processo, elas facilitam o dia a dia e reduzem os custos associados ao processo de recuperação de crédito.

6 – Aja preventivamente

Descubra onde a análise de concessão de crédito da sua organização está falhando e melhore os critérios de análise e os mecanismos de controle para evitar a liberação de crédito a pessoas que não terão capacidade de pagamento futura.

Investir em sistemas antifraude, por exemplo, é uma excelente forma de barrar vendas que resultarão em prejuízo financeiro.

Uma outra boa prática preventiva é enviar SMS com lembrete antes da data e no dia de vencimento dos pagamentos negociados.

Assim, são minimizados os atrasos de pagamentos motivados por mero esquecimento por parte do cliente.

Quer mais um exemplo? Incentive o pagamento pontual oferecendo descontos, promoções ou sorteios aos clientes nos seus próximos ciclos de compras.

Agir preventivamente evita dores de cabeça! E o melhor, pode reduzir drasticamente o índice de inadimplência e, consequentemente, o volume de trabalho do departamento de recuperação de crédito.

7 – Aproveite a sazonalidade

Um excelente período para fazer contato com os clientes inadimplentes é nos meses de novembro e dezembro, época em que os assalariados recebem as parcelas do 13º salário e muitas pessoas utilizam estes recursos para quitação de dívidas.

Utilize esta estratégia e intensifique as ações de recuperação de crédito neste período do ano.

8 – Utilize os serviços de proteção ao crédito

Os serviços de proteção ao crédito são imprescindíveis para barrar vendas a clientes inadimplentes em outros estabelecimentos comerciais e também para notificar clientes que estejam em dívida.

Quanto antes sua empresa registrar a dívida no serviço de proteção ao crédito, maiores as chances do seu cliente renegociar para evitar sua negativação de crédito, já que isto só ocorre após 90 dias de vencido um débito.

9 – Conheça os indicadores financeiros do seu negócio

Você sabe qual é o percentual médio de inadimplência dos seus clientes?

Consegue dizer qual é o percentual de recuperação de crédito alcançado pela sua equipe?

Identifica quais são os meios de pagamento que mais geram perdas financeiras e inadimplência?

Se não, então você está precisando estabelecer métricas para o seu negócio!

Defina indicadores de desempenho financeiro e acompanhe sua evolução toda semana.

Somente conhecendo a sua realidade atual você poderá estabelecer metas e planos de ação para melhoria de desempenho que impactarão diretamente na independência financeira da sua organização e levarão os índices de inadimplência para patamares reduzidos.

10 – Busque ajuda profissional

Se sua organização não estiver obtendo bons resultados na recuperação de crédito, existem empresas especializadas neste serviço, com custo-benefício muito favorável para o seu negócio, que alcançarão alto retorno para a sua organização.

Recuperar o crédito para empresas é uma tarefa árdua, especialmente frente a um cenário de recessão econômica como o atual.

Sendo assim, é importante ter em mente e colocar em prática todas estas dicas para recuperar os recursos financeiros e o folego da empresa para realizar novos investimentos e se manter sustentável.

Gostou destas dicas? Quer tirar alguma dúvida? Então, deixe um comentário!