Mulher assustada ao ver um perfil do LinkedIn

Os 21 maiores erros no perfil do LinkedIn que podem manchar a sua imagem pessoal e profissional

Você já parou para pensar qual é a imagem que potenciais parceiros, clientes, investidores ou até mesmo os melhores talentos e headhunters têm feito de você (principalmente aqueles que ainda não te conhecem)?

Você já parou para pensar qual é a imagem que potenciais parceiros, clientes, investidores ou até mesmo os melhores talentos e headhunters têm feito de você (principalmente aqueles que ainda não te conhecem)?

Já parou para pensar se sua imagem projetada no mercado está alavancando ou bloqueando grandes oportunidades para você, seu negócio e sua carreira?

Saiba que um bom marketing pessoal pode revolucionar a sua carreira.

Não é novidade que o mercado hoje tem acesso a você não somente através do seu currículo, cartão de visita ou do seu site.

Uma das ferramentas mais utilizadas para conhecer melhor seu perfil profissional é o LinkedIn.

Os 21 maiores erros que você pode cometer no seu perfil do LinkedIn

Talvez você esteja perdendo grandes oportunidades por estar utilizando mal essa ferramenta!

Ter um bom perfil do LinkedIn pode te posicionar bem no mercado e abrir portas importantes para a sua vida.

Nesse post, descubra alguns erros fatais que você pode cometer contra si mesmo, e que prejudicam a sua imagem profissional!

1. Divulgar seu perfil antes de estar pronto

As pessoas vão aceitar ou não seu pedido de conexão ou vão te considerar para uma oportunidade, baseado no que elas veem no seu perfil.

Se elas não estão vendo quase nada ou algo incompleto, elas não têm informação suficiente e não vão perder tempo… “Quem sabe quando você estiver ‘pronto’, né?”.

Seu perfil é seu melhor branding pessoal, pois muitas vezes será o primeiro contato que muitas pessoas terão com você.

E, nesse contato, elas já decidem se vale a pena ou não investir o maior ativo que temos, o tempo.

2. Ter uma foto inadequada (ou nenhuma foto)

As pessoas querem ter uma conexão mais humana, associando o conteúdo escrito com sua imagem.

Aproveite para escolher uma foto que transmita profissionalismo, boa resolução e seja focada em você e não em paisagens…

Além disso, faça um favor a si mesmo! Foto de filho, cachorro, viagem, etc são para outras redes sociais!

Nem tampouco foto de quando você era 20 anos mais jovem!

Perfil do LinkedIn

3. Compartilhar a Vida Pessoal

Sua vida pessoal pertence ao Facebook, Snapchat e outras, menos ao LinkedIn!

As pessoas estão interessadas em contatos profissionais e informações úteis a respeito de quão interessante é seu histórico profissional e suas realizações para possíveis oportunidades.

4. Perfil em Duplicidade

Se você fez um novo perfil, garanta que o outro será eliminado! Encontrar 2 perfis para uma mesma pessoa causa confusão e desmotivação em conhecê-lo.

5. Resumo em Branco

Aqui não existe aquela regra padrão de que você não pode deixar seu currículo ultrapassar 2 páginas.

Estamos em um ambiente online!

Não economize em suas conquistas, experiências, formações, vivências internacionais, trabalhos voluntários. Óbvio que de forma objetiva e estratégica!

Procure entrar na cabeça de seu potencial parceiro, investidor, empregador ou headhunters e perceber quais palavras-chave eles usam em suas buscas.

Use essas mesmas palavras em seu resumo para ser localizado com mais facilidade!

Pense que talvez seja a primeira e única parte que sua conexão irá ler e nela você tem a chance de despertar seu interesse!

Escreva em primeira pessoa para transmitir personalidade e energia!

Crie espaços em branco entre os parágrafos para que a leitura não fique cansativa.

Tenha foco em seus resultados e conquistas, aprendizados e experiências!

Afinal, as pessoas levam, em média, apenas 5 segundos para construir uma impressão sobre você ao ler seu perfil no LinkedIn.

6. Desconsiderar trabalhos antigos ou voluntários

Sua página pessoal no LinkedIn é diferente de um currículo off-line.

No LinkedIn, você pode e deve colocar todas as suas experiências (nome da empresa, resumo de suas atividades, data de início e término), mesmo que tenha mudado radicalmente de segmento ou carreira!

Se tiver tido experiência em trabalho voluntário, mesmo que não tenha nada a ver com sua carreira profissional, informe as atividades realizadas, aprendizados e competências adquiridas.

7. Restringir Informações

Você é muito bem visto quando sua imagem é associada à uma pessoa dinâmica, que se atualiza constantemente e compartilha suas experiências!

Você já observou quantos outros campos você pode preencher no seu perfil do LinkedIn, além do Resumo, Experiência e Formação? Tenha certeza que o mercado irá admirar e você se destacará mais!

No campo Experiências, não cite apenas o nome da empresa, tempo de permanência e cargo… Faça um breve resumo de 3 a 4 linhas dos resultados e responsabilidades mais importantes.

Perfil do Linkedin 28. Ter Informações Inconsistentes

Se seu currículo off-line e online apresentam informações inconsistentes, tais como erro no nome da empresa, no período de permanência em cada uma, resultados alcançados, etc. faz com que uma possível relação de confiança seja quebrada antes de ser estabelecida.

Garanta informações consistentes em todos os seus perfis públicos online e offline!

9. Não se relacionar com sua rede de conexões

Publique e compartilhe suas Atualizações para comunicar-se com sua rede sobre suas realizações profissionais, contribuir com seus conhecimentos, livros e cursos que tem feito, vivências, artigos que levem para seu site (se tiver), textos que achou interessante, etc.

Afinal, as pessoas que te seguem são ativos valiosos! É possível, inclusive, exportar seus contatos para planilhas de Excel.

Participe de grupos de sua área de interesse! Compartilhe, proponha temas de discussão!

Observe o movimento das empresas ou pessoas que tem interesse através de suas atualizações e identifique oportunidades de conectar-se melhor com elas!

10. Não explorar a Plataforma de “Blogging/Publicação”

Verifique quantas conexões você possui no LinkedIn e quantas delas, de fato, sabem, acompanham ou interagem com você a partir dos conteúdos que posta em seu Blog, comentando e compartilhando-os.

Imagina como você poderia potencializar sua visibilidade usando o LinkedIn para isso?

E talvez você esteja subjugando as ferramentas que o LinkedIn tem para lhe oferecer gratuitamente.

Você pode fazer suas postagens através do link “Publicar” ao invés de Compartilhar Atualização ou Carregar foto.

11. Relacionar-se de forma errada com suas conexões

Se alguém te mandou algum InMail, não o deixe esperando. Procure responder em 1 ou 2 dias!

Antes de enviar qualquer InMail ou Post tenha certeza de que está, de fato, interessado em contribuir e oferecer algo que genuinamente traga benefício à sua conexão.

Se o conteúdo é apenas de seu interesse ou diz respeito apenas a você, procure antes melhorar seu conteúdo para que ambas as partes sejam beneficiadas e o relacionamento seja fortalecido ao invés de criar desconforto!

Jamais envie Spam!

Escreva seus posts de forma objetiva e de acordo com a linguagem do seu público de interesse.

Não seja prolixo e não os sobrecarregue com conteúdo irrelevante ou excesso de volume.

Talvez um volume adequado seja 1 ou 2 posts por dia.

12. Postar comentários negativos

Se você expõe negativamente uma pessoa, empresa ou parceiro, o que me garante que também não irá me expor se eu for um potencial parceiro?

Os conflitos e desentendimentos existem para ser resolvidos entre as partes, pois os outros não poderão fazer nada por você.

E, no fundo, quem está sendo exposto e perdendo oportunidades pode ser você!

13. Não solicitar Recomendação

Um grande erro das pessoas é achar que não devem pedir recomendação!

Você está perdendo boas oportunidades de aumentar sua credibilidade…

Óbvio que você não irá pedir recomendação de seus parentes, de pessoas que não te conhecem ou não trabalharam diretamente com você!

É preciso bom senso e clareza do nível de relação que existe entre você e a pessoa que irá te indicar.

Você pode enviar a solicitação para qualquer stakeholder que tenha trabalhado diretamente com você, um cliente, gestor, subordinado, par, fornecedor, etc.

Personalize a mensagem de solicitação, explicando a razão desse pedido e sendo recíproco ao se oferecer para recomendá-lo também reforçando alguma característica que seja verdadeira e útil para ele.

14. Parecer Desesperado

As pessoas estão em busca de potenciais talentos para grandes oportunidades e não de fazer caridade…

Não deixe seu perfil dar a impressão que está pedindo um favor, como “desempregado”, “em busca de recolocação”, “procurando emprego”, etc.

As pessoas querem saber das suas principais competências e conquistas!

15. Vangloriar-se

É difícil sentirmo-nos atraídos por pessoas que se exaltam demais, até porque as histórias quase sempre soam um tanto quanto artificiais.

A melhor maneira é falar sobre resultados reais, suas maiores responsabilidades e desafios. Há uma diferença entre se enaltecer e compartilhar sucessos!

Deixe transparecer sua paixão pelo que faz e, talvez, esse seja o fator que o torna uma profissional único que entrega valor para os outros!

16. Usar Jargões Subjetivos

Usar palavras como “sou uma pessoa muito motivada e criativa…” não ajuda as pessoas a entenderem os resultados que você obteve especificamente, além de ser uma informação muito subjetiva e não te diferencia dos outros que estão falando a mesma coisa.

Se você quer mostrar que é uma pessoa proativa, mostre resultados que alcançou que destacam essa competência ou solicite recomendações que sejam focadas nas competências que deseja destacar (óbvio que a pessoa que irá recomendá-lo precisa, de fato, reconhecer essa habilidade em você!).

17. Enviar solicitação de conexão sem nenhum critério

Tenha clareza de seus objetivos profissionais e do perfil que deseja como networking!

Dessa forma, adicione apenas aquelas pessoas que são estratégicas direta ou indiretamente para você.

Sair adicionando pessoas que não tem a ver com seu objetivo profissional pode talvez te faz parecer desesperado ou sem foco…

Pesquise sobre a pessoa que você quer se conectar e escreva um convite personalizado para ela, principalmente informando a razão de sua conexão.

Exemplo: Fulano, li seu artigo sobre ……; Observei que você participa do grupo ……, do qual tenho participado também e gostaria muito de adicioná-lo ao meu networking. 

Em último caso, se decidir enviar uma solicitação com mensagem padrão, personalize sua mensagem padrão.

Se você tem um negócio ou serviço, não ofereça-o imediatamente tão logo a pessoa lhe aceite como contato!

Estabeleça primeiro uma relação de confiança mútua, talvez oferecendo gratuitamente informações úteis para essa pessoa e que agregará valor.

Perfil do Linkedin 3

18. Insistir em adicionar perfis que não te aceitaram

Se uma pessoa que você tentou se conectar não te aceitou ainda, por favor, não insista mandando mensagens.

A pessoa pode não ter visto ainda sua solicitação e, portanto, também não verá suas mensagens ou ela pode simplesmente ter esquecido de recusar e fica como pendente para você.

Então, você pode usar o cancelamento de convite.

19. Questionar quem viu seu perfil

Se seu perfil foi visualizado, mesmo que seja por alguém que você não admira e que na sua visão não deveria estar te bisbilhotando, não pergunte “por que” ela visualizou seu perfil… Siga em frente!

Afinal se você quer ser lembrado, terá que ser visto!

20. Visitar constantemente o perfil de uma pessoa

Se você precisa visualizar quase que diariamente o perfil de uma pessoa, seja discreto e configure seu perfil no modo privado ou dê print screen nas informações que precisa ter daquele perfil.

Para ficar anônimo você deve ir no seu perfil/avatar no canto superior direito; Configurações e Privacidade; Privacidade do Perfil; Opções de visualização de perfis; Escolha Modo Privado – Usuário anônimo do LinkedIn.

21. Negligenciar o recurso de Privacidade

Se estiver procurando novas parcerias ou um novo emprego, mas ainda estiver ativo em seu atual emprego ou um determinado parceiro atual tem conflitos com um potencial parceiro, você vai querer preservar sua imagem até que o processo esteja concluído.

Configure seu perfil para que as pessoas não visualizem suas atualizações ou contatos realizados!

A importância de um perfil do LinkedIn bem feito

O LinkedIn é uma excelente ferramenta para criar contatos para empreendedores, abrir novas portas e oportunidades, encontrar profissionais para trabalhar com/para você, entre diversas outras possibilidades.

Como vimos, diversos erros podem comprometer a sua imagem e atrapalhar a sua imagem nessa rede social profissional.

Portanto, corrija os erros, otimize o seu perfil e explore os principais benefícios que o LinkedIn pode trazer para a sua carreira, seja como líder, empreendedor, coloborador ou profissional autônomo.

Não deixe de ler o nosso post que mostra como diminuir a rotatividade nas empresas.