homem de terno na rua pensando em empreender

O que significa empreender e como isso pode mudar sua vida para melhor

O empreendedor é alguém que coloca ideias em prática, por mais difíceis ou trabalhosas que sejam. Empreender também é inovar no modo de pensar e agir, liderando a realização de processos.

Atualmente se fala muito sobre empreender. Afinal, essa é uma maneira de conquistar sonhos por meio do seu próprio esforço, sem precisar depender tanto de fatores externos. Quem empreende enfrenta uma série de desafios, mas, por outro lado, tem a chance de ganhar mais liberdade e criar a vida que sempre imaginou.

Justamente por existirem dificuldades e recompensas, muita gente se pergunta: será que vale a pena empreender? Devo abrir uma empresa? Ou é possível ser um empreendedor de outras formas?

Para ajudar você, este conteúdo vai mostrar o que significa empreender, quais são os benefícios e como você pode começar. Ficou interessado? Vamos lá!

O que significa empreender?

Segundo o dicionário, empreender significa executar um projeto ou tarefa. O empreendedor é alguém que coloca ideias em prática, por mais difíceis ou trabalhosas que sejam. Empreender também é inovar no modo de pensar e agir, liderando a realização de processos.

No contexto do mundo atual, normalmente o empreendedorismo se refere ao mundo dos negócios. No ramo profissional, empreender é tomar a iniciativa ao criar, lançar, vender ou aprimorar produtos, serviços, marcas, empresas e equipes.

Engana-se quem pensa que empreender é simplesmente abrir um negócio. Mais do que ser dono de um CNPJ, o empreendedor é aquele que cria ideias e se encarrega de tornar real tudo o que foi imaginado.

Quais são os benefícios de empreender?

Autorresponsabilidade

Ao empreender, você se torna responsável por ter e executar suas próprias ideias. Se por um lado isso pode ser bastante desafiador, por outro traz a possibilidade de construir seu próprio destino.

Em tempos de crise econômica, por exemplo, quem empreende não precisa depender do chefe para prosperar. Pode criar suas próprias oportunidades e, com isso, gerar resultados por conta própria. Para isso, basta ter um produto ou serviço para vender e, a partir daí, sair à procura de clientes.

Aprendizado constante

Empreendedores nunca param de aprender, simplesmente porque quem empreende não pode se acomodar. É preciso estar sempre correndo atrás de novos aprendizados, seja por meio de livros e cursos ou a partir da experiência prática.

Há uma frase famosa entre empreendedores que diz o seguinte: “Ou você está crescendo, ou está morrendo”. Quem empreende precisa desenvolver seu negócio constantemente, já que a outra alternativa seria desistir do projeto e vê-lo afundar.

Sendo assim, o empreendedorismo força as pessoas a saírem da zona de conforto. Existe a demanda por desenvolvimento não apenas profissional, mas também pessoal, pois um líder deve aprender sobre inteligência emocional, tomadas de decisões, relacionamentos e assim por diante.

Retorno financeiro

Um dos motivos óbvios para empreender — seja a partir do próprio negócio ou criando projetos dentro de uma empresa — é o retorno financeiro. No início, esse caminho costuma ser muito mais desafiador do que ficar na zona de conforto.

Contudo, no longo prazo você estará vendendo produtos e serviços e lucrando com eles. É diferente de simplesmente trocar seu tempo por dinheiro, como a grande maioria das pessoas fazem. Seu sucesso financeiro passa a depender apenas de você e dos seus resultados.

Liberdade de tempo

Não se engane: quando você começa a empreender, a tendência é ter pouco tempo livre, dedicando muitas horas ao seu projeto — inclusive noites e finais de semana. Porém, quanto mais você avança, mais liberdade ganha para gerenciar sua própria agenda.

Em muitos casos, os horários do expediente passam a ser menos importantes do que outros aspectos. É claro que você deve considerar o atendimento ao público e o contato com fornecedores em horário comercial, mas isso não o impede de encaixar suas tarefas profissionais nos momentos em que você for mais produtivo — e intercalar com atividades pessoais e de lazer.

Trabalho com propósito

Esse talvez seja o benefício número um de empreender. Poucas coisas são mais recompensadoras do que a possibilidade de trabalhar fazendo aquilo que você ama, perseguindo seus próprios objetivos pessoais e profissionais.

Já imaginou levantar da cama todos os dias por uma causa? Isso é algo que não tem preço. É lógico que nem tudo são flores e os desafios existem, mas ter essa motivação por trás é justamente o que faz os bons empreendedores seguirem em frente.

Como começar a empreender?

Seja um resolvedor de problemas

De certa forma, empreender nada mais é do que resolver os problemas de outras pessoas. Problemas não são necessariamente coisas ruins, mas sim necessidades e desejos.

Alguns especialistas de startups recomendam pensar em tudo o que incomoda você no dia a dia. Para cada incômodo, existe um problema a ser resolvido por um empreendedor. A partir daí podem surgir inúmeras ideias de negócios.

Quer um exemplo? Os criadores do aplicativo EasyTaxi se sentiam incomodados, pois nos dias de chuva era extremamente difícil e desagradável encontrar e esperar por um táxi nas grandes cidades brasileiras. Daí nasceu a ideia do app, que se tornou um empreendimento multimilionário.

Seja um excelente executor

Um erro comum dos empreendedores iniciantes é valorizar as ideias acima de tudo. Lembre-se que ideias só têm valor quando são executadas e se tornam realidade. Por isso, ao empreender, é fundamental cuidar da realização dos projetos.

Os melhores empreendedores são excelentes executores. Inspire-se neles e busque desenvolver capacidades que ajudem a colocar os projetos em prática, como: organização, liderança, relacionamento, inovação etc.

Seja perseverante

O sucesso de um empreendimento depende em grande parte da capacidade que o líder tem de perseverar nele. É normal passar por altos e baixos, erros e acertos, conquistas e perdas. Entretanto, o mais importante é saber que todos esses ciclos geram aprendizados para que o futuro seja cada vez mais próspero.

Seja o número um no seu nicho

Uma das razões que faz muitas pessoas desistirem de empreender é a alta concorrência. De fato, a concorrência existe, mas isso não significa que você precisa bater de frente com ela.

Se você reparar, empresas de sucesso sempre encontram um segmento em que podem se destacar. Isso pode ser feito ao dividir um grande mercado em pedaços menores, dirigindo sua comunicação e seus produtos ou serviços a um público específico. Assim, por mais que a concorrência exista, você será visto como único pelos consumidores.

Gostou desse post? Quer ler mais sobre o assunto? Confira o artigo 7 mitos e verdades sobre abrir sua própria empresa.