Newsletter: o que é e como criar a sua

Você sabe o que é uma newsletter? Diante da rápida e impressionante expansão da internet e da grande adesão do público brasileiro ao universo virtual, as empresas precisam investir em uma forte atuação na rede, seja por meio de blogs, sites ou lojas virtuais.

Marcar presença na internet é a maneira mais eficiente de atrair clientes e estabelecer um vínculo maior com o seu público. Afinal, o Brasil tem mais de 116 milhões de pessoas conectadas à rede mundial de computadores.

No entanto, desenvolver um bom trabalho nesse meio exige muito mais do que colocar um site ou blog no ar. Produzir conteúdos de qualidade e manter o contato com seus clientes é essencial para se alcançar bons resultados.

É nesse contexto que a newsletter surge. A seguir, você aprenderá tudo o que é necessário sobre o tema e descobrirá como essa estratégia de marketing pode qualificar sua presença na internet. Quer aprender? Basta continuar com a leitura!

O que é uma newsletter?

A newsletter é uma espécie de boletim informativo sobre o seu blog ou site. A ideia é disparar emails automáticos para a sua rede de contatos, mantendo-a informada sobre conteúdos relevantes, notícias e artigos que sejam de seu interesse.

Perceba que não falamos de um simples email promocional. Uma newsletter possui uma função muito maior do que apenas oferecer um produto. Esse contato pode abordar inúmeros assuntos e se transformar em uma porta de entrada para o email marketing.

Assim sendo, newsletters são aqueles emails disparados com uma certa frequência cujo objetivo principal é aproximar a marca de seus leitores assíduos e clientes em potencial.

Ela se apresenta como uma opção a mais para o empresário contemporâneo, que não precisa focar apenas nas redes sociais para engajar seu público. Isso porque, essa estratégia pode trazer resultados tão animadores quanto as demais opções.

Sua empresa precisa de uma newsletter?

Os empreendedores contemporâneos estão cada dia mais atentos às tendências que podem afetar suas vendas e a interação com o público. No entanto, nem todos conseguem entender a relevância de algumas estratégias de makerting, dentre elas, a newsletter.

Pare e responda: você acredita que toda empresa, por menor que seja, deva investir em presença virtual? Infelizmente, os donos de pequenos negócios tendem a acreditar que esse tipo de estratégia não é destinado a eles, mas sim aos negócios mais desenvolvidos.

Se você também pensa assim, é hora de começar a rever seus conceitos. Isso porque, não há motivos para seu negócio se manter longe da internet, já que é lá que seus clientes estão!

As estratégias de inbound marketing — que visam atrair o interesse das pessoas — podem (e devem) ser aproveitadas por empresas de todos os portes e segmentos de atuação e, sem dúvidas, a newsletter pode potencializador dos seus resultados.

Portanto, ao criar um blog, por exemplo, e desenvolver uma newsletter, a organização está estreitando sua relação com as pessoas que têm interesse em sua marca. Em outras palavras, você confere ao seu negócio a oportunidade de estabelecer um bom relacionamento com clientes em potencial.

E como isso ocorre? Na prática, ao se inscrever, o cliente informa o seu email e outros dados relevantes para o seu planejamento de marketing. Conseguir esses contatos é muito importante e pode trazer benefícios interessantes, como:

  • ajuda o negócio a se comunicar com o público de uma maneira mais íntima;
  • permite um acesso livre e direto a todos os assinantes — enquanto o Instagram e o Facebook limitam o alcance das publicações;
  • ajuda a concretizar vendas de uma maneira natural e espontânea.

Por que a newsletter é tão importante?

Para que fique ainda mais claro os motivos para se criar uma newsletter, é interessante que você compreenda a importância dessa estratégia de marketing para o crescimento de seu negócio.

Em um mercado cada vez mais competitivo e globalizado, a internet tem sido uma grande aliada do empreendedor, principalmente por encurtar as distâncias e levar a marca a clientes que não iriam ao seu estabelecimento comercial sem esse “empurrão”.

Confira, a seguir, porque esse recurso deve ser incorporado às suas estratégias de marketing!

Faz da sua empresa uma fonte de informação confiável

O consumidor contemporâneo se tornou mais exigente e seletivo e tende a estabelecer vínculos com empresas que valorizam o seu dinheiro, fornecendo produtos e serviços de qualidade.

Nesse cenário, produzir conteúdos relevantes e informativos sobre temas relacionados à sua área de atuação é, sem dúvidas, um método eficiente de ganhar a confiança do público e se tornar uma referência no mercado.

Um dono de um salão de beleza, por exemplo, ao falar sobre cuidados com o cabelo, produtos mais indicados para cada estrutura capilar e dicas para manter a cor sempre bonita, está criando conteúdos relevantes para a sua persona e pode ajudá-la a decidir qual será o próximo passo.

Em outras palavras, ao fornecer dicas e informações relevantes às necessidades de seu público, sua marca se torna referência no assunto. Isso pode gerar reflexos positivos em suas vendas.

Converte o seu futuro cliente

Com um planejamento eficiente, a sua newsletter pode contribuir ativamente para o processo de conversão e preparação do futuro cliente. Isso porque, um plano articulado de envio de conteúdos o ajudará a caminhar no funil de vendas e decidir pela compra.

Veja bem, de maneira discreta e por meio de informações importantes, você consegue trabalhar as demandas e dúvidas do seu público, fazendo com que ele perceba que a sua empresa possui exatamente o que ele procura.

Mais do que isso, em alguns casos, é possível despertar na persona a percepção de que ela precisa de sua empresa. Isto é, solucionando dúvidas de seu cotidiano, você apresenta o problema e, em seguida, a solução.

Favorece o fortalecimento da marca

Ter uma marca forte e com credibilidade é o primeiro passo para o sucesso de uma empresa chegar. Afinal, a imagem positiva do negócio é um dos pilares do empreendedorismo, sendo constantemente perseguida por empresas de todos os portes e segmentos.

Vale a pena ressaltar que isso nada tem a ver com o tamanho do negócio. Com as estratégias adequadas, uma pequena empresa pode ter uma imagem tão sólida quanto a das grandes marcas do mercado.

Qual a periodicidade ideal para o envio de e-mails?

Ao aderir a essa estratégia de marketing, é preciso definir a periodicidade em que os emails serão disparados à sua rede de contados. Aliás, essa é uma das principais características de uma newsletter.

Destaca-se que a decisão é estratégica, já que o período precisa ser adequado aos seus objetivos, permitir uma aproximação com o público e não ser inconveniente — ninguém gosta de ver a caixa de entrada repleta de e-mails.

Uma periodicidade bem definida fomenta o bom relacionamento com os clientes, já que ele estará habituado a receber seus e-mails e, assim, pode se programar para checar as novidades.

No entanto, não há como delimitar um prazo ideal. O planejamento da newsletter e o perfil do público e do próprio conteúdo é que definirão o número de emails adequado, devendo prevalecer o equilíbrio entre a criação de um vínculo e o bom senso na quantidade de contatos realizados semanalmente.

Para essa tomada de decisão, vale a pena apostar em um calendário editorial. O documento reunirá as ações de marketing previstas, facilitando o planejamento e evitando que alguma tarefa seja esquecida.

Além disso, a periodicidade deve ter coerência com o tema escolhido, pois o leitor deve perceber que a sua empresa entende e tem muito a dizer sobre a sua área de interesse. Daí a importância de se produzir conteúdos relevantes e adequados à sua persona.

Quais os passos para se criar uma newsletter de sucesso?

Depois de todas as informações apresentas, é provável que você tenha compreendido o quanto a criação de uma newsletter pode contribuir para o sucesso de sua empresa, seja ela grande ou pequena, do segmento de calçados ou alimentos, por exemplo.

Enfim, essa estratégia de marketing é para qualquer negócio antenado e com sede de crescimento. A internet é a sua aliada e, a partir de agora, você aprenderá a atrair, engajar e fidelizar clientes por meio de um contato qualificado e periódico com sua rede de contados.

Para isso, reunimos alguns passos essenciais para o desenvolvimento de um bom boletim informativo para seu blog corporativo. Acompanhe!

Determine seus objetivos e metas

O primeiro passo para obter sucesso com essa ferramenta é a definição dos objetivos e metas específicas. Ou seja, você precisa delimitar e registrar quais os resultados que se espera com o envio da newsletter, como:

  • aumentar o número de leads;
  • promover algum evento para a marca;
  • aumentar o número de acessos ao seu site;
  • divulgar seus produtos.

A definição das metas é o que ajuda a direcionar todas as suas ações, destacando aquelas que merecem ser priorizadas e o tipo de conteúdo que deve ser produzido.

Defina a frequência de envio dos emails

Já falamos sobre a importância de se definir a frequência de envio dos emails adequada e esse é o segundo passo para a criação de uma boa newsletter. Perceba que, após ter as metas bem delimitadas, essa decisão se torna mais simples e rápida.

Além disso, existem algumas premissas básicas para se fazer essa escolha. A primeira é que você deverá enviar, ao menos, um email por mês. Caso contrário, sua empresa cairá em esquecimento e seus objetivos dificilmente serão alcançados.

A segunda é que, ao perceber que o público possui uma boa interação e que sua empresa tem condições de produzir conteúdos relevantes em uma frequência maior, o intervalo entre os emails pode ser reduzido.

Mas, atenção! Não envie conteúdos que não contribuam para o cotidiano da persona. A ideia é manter um padrão de qualidade e coerência na newsletter.

Escolha uma boa ferramenta de email marketing

Automatizar o envio dos emails é essencial para alcançar resultados satisfatórios. Já imaginou o tempo que você pode perder redigindo e disparando cada email de maneira manual?

Dentro do universo dos negócios, tempo é dinheiro e o empreendedor deve aprender a otimizar seu tempo com o uso de ferramentas tecnológicas. Por isso, não faça esse processo de maneira amadora.

Aliás, é interessante destacar que o envio de uma newsletter profissional por meio do Gmail ou outro provedor de email comum é um erro que pode inviabilizar todo o processo, fazendo com que todos os seus esforços sejam em vão.

Isso acontece porque as chances desses emails serem classificados como spam e de seus contatos sequer visualizarem o conteúdo é grande. Além disso, se a sua preocupação é a falta de recursos para adquirir uma boa ferramenta, existem opções com preços acessíveis e até gratuitas no mercado, como:

  • Mailchimp;
  • RD Station;
  • MailJet.
    Desenvolva o layout da sua newsletter
    Os três primeiros passos são as providências iniciais para se alcançar bons resultados com uma newsletter. A partir de agora, você começará a dar vida a essa ferramenta de engajamento e, por isso, é importante redobrar a atenção aos detalhes.

Sobre o layout, é necessário que ele siga o padrão da marca. Isso significa que as cores, fontes e o design devem ser coerentes e fazerem uma referência clara à sua empresa — isso fortalece a sua identidade no mercado.

Ademais, evite a poluição visual, dando preferência a um layout moderno, limpo e somente com as informações necessárias. Confira mais algumas dicas:

  • humanize o remetente e não utilize emails impessoais, como @nãoresponda ou @marketing;
  • tenha uma versão em texto mais simples — isso facilita o acesso aos usuários que não possuem uma boa conexão de internet;
  • aposte em fontes populares e com visual limpo;
    invista em uma assinatura personalizada;
  • não faça textos longos e cansativos;

Escolha o conteúdo ideal para a sua newsletter

O próximo passo é escolher o conteúdo dos emails que serão enviados. Para isso, é importante conhecer as dores do seu leitor, pois isso fará com que os temas escolhidos sejam relevantes e contribuam para o alcance dos objetivos previamente traçados.

Tem dúvidas sobre essa etapa? Existem alguns conteúdos básicos e que, portanto, podem fazer parte da sua estratégia de email marketing, como:

  • posts no blog da empresa;
  • ebooks e materiais originais — produzidos pela sua empresa;
  • vídeos falando sobre o produto comercializado;
  • promoções;
  • cupons de desconto;
  • eventos da marca.
    É interessante lembrar que cada conteúdo é finalizado com um CTA (call-to-action) distinto, que tem o objetivo de incentivar o leitor a concluir a ação esperada.

Além disso, é preciso tomar cuidado para não produzir muitos emails com objetivo promocional. O leitor deve ter a impressão de que o seu objetivo é ajudá-lo a solucionar suas dúvidas e problemas, e não apenas vender um produto ou serviço.

Escolha conteúdos relevantes para o seu público
A função da newsletter é engajar o seu público, mantendo-o mais próximo de sua empresa. Por essa razão, enviar apenas conteúdos relevantes é uma das premissas para se alcançar os resultados esperados.

É importante que você conheça o perfil de seus leitores e saiba o tipo de informação que mais chama a sua atenção. Lembre-se de que trabalhar temas relacionados às dúvidas de seus clientes é uma forma de divulgar o produto mais eficiente do que apenas ofertá-lo de maneira direta.

Portanto, ao planejar os envios avalie se os emails que serão enviados são relevantes e contribuem para a solução das demandas do leitor. Afinal, eles não perderão tempo lendo algo que não seja do seu interesse.

Torne o conteúdo escaneável

A escaneabilidade é um conceito muito importante para o marketing de conteúdo e faz todo sentido em uma estratégia de email marketing. Em geral, um conteúdo escaneável é aquele que possui uma leitura fácil e consegue atrair o olhar do leitor em razão de sua disposição agradável.

Dentro da estratégia da newsletter, caso exista mais de um tema a ser tratado no email, é importante separar as chamadas e manter um visual organizado. Além disso, você pode destacar os links e elementos mais importantes. Confira mais algumas dicas:

  • evite desenvolver parágrafos longos;
  • utilize listas e tópicos;
  • aposte no uso de negrito e itálico.

Personalize o email

Receber um email com uma saudação pessoal é algo que faz com que o leitor se sinta especial e importante para a empresa. Então, que tal pensar em personalizar os seus emails? A ideia é iniciar o conteúdo chamando o leitor pelo nome, como:

  • olá, Gabriel!;
  • bom dia, Mariana!
    Pode parecer irrelevante, mas essa estratégia cria um vínculo com a marca e faz com que o leitor seja induzido a clicar no link e confira o conteúdo com mais atenção. Por isso, aproveite bem essa dica!

Fique atento aos links inseridos

Fique atento à quantidade de links inseridos no email, pois eles podem desencadear um efeito contrário ao esperado. Afinal, receber um conteúdo repleto de links e com direcionamentos distintos pode gerar confusão e cansar o leitor.

Além disso, procure utilizar parâmetros UTM, já que eles ajudam a mensurar seus resultados. Lembrando que, dependendo da ferramenta de automação utilizada, o acompanhamento é automático — simples e rápido, não é mesmo?

Tome cuidado com o uso de imagens

As imagens são elementos interessantes em uma newsletter, pois deixam o visual mais interativo e até divertido. No entanto, é preciso tomar cuidado quanto à quantidade e à maneira com que elas serão utilizadas.

Uma boa parte dos serviços de email boqueia a exibição de imagens e, por isso, é indicado que você evite colocar todo o conteúdo nesse formato. Caso isso ocorra, o leitor terá de solicitar permissão para acessar o conteúdo da imagem — o que pode desestimulá-lo.

Nesse caso, vale a pena apostar no emprego do atributo ALT — responsável por exibir uma frase ou palavra caso a imagem não carregue. Com isso, ainda que o leitor opte por não abri-la, saberá do que se trata.

Faça testes

Agora que o seu email está totalmente estruturado, é hora de realizar testes. Essa é uma fase muito importante da estratégia, pois é preciso confirmar que tudo está perfeito antes de enviá-lo aos seus contatos.

Uma tática interessante é enviar o email para você mesmo ou para amigos, testando os principais servidores ativos no mercado, como Gmail, Hotmail e Yahoo — isso ajuda a identificar se o conteúdo será encaminhado para a pasta de “lixo eletrônico”.

Para facilitar esse processo, o site litmus.com pode ser um grande aliado. Ele simula a exibição do conteúdo em diferentes serviços de email, o que pode ajudá-lo a evitar que aconteça alguma desconfiguração do layout.

Avalie seus resultados

Por último, finalmente, chega o momento de avaliar os resultados alcançados. Afinal, essa é a maneira mais eficiente de identificar falhas, corrigi-las e alcançar seus objetivos.

Conforme dissemos, as ferramentas de Email Marketing fornecem inúmeros relatórios e dados relacionados à sua estratégia. Aproveitar essas informações é essencial para o sucesso de sua newsletter. Para exemplificar, podemos citar algumas métricas, como:

  • taxa de abertura — mostra os emails que foram abertos;
  • cliques — mostra os links que foram mais acessados.
    Perceba que esses indicadores podem ajudá-lo a realizar análises bem aprofundadas, concluindo os melhores horários para disparar os emails, os assuntos que tiveram mais efetividade e os temas que merecem ser explorados com prioridade com o seu público.

Conclusão

Depois de tantas informações e dicas sobre a newsletter, acreditamos que você já esteja preparado para apostar nessa estratégia e elevar a presença da sua empresa na internet.

Nunca é demais lembrar que, atualmente, os negócios que estão alcançando os melhores desempenhos são aqueles que estão atentas às mudanças comportamentais de seus clientes e sabem como manter uma relação saudável com seu público.

Nesse contexto, não há como ignorar o grande potencial da internet para a atuação empresarial, em especial com a criação de blogs e com a própria newsletter. Diante de um consumidor cada vez mais virtual, não há nada mais inteligente do que apostar nesse meio para divulgar a sua marca

Por isso, aproveite tudo o que aprendeu aqui, desenvolva sua newsletter e se aproxime ainda mais de seus clientes!

Gostou deste material? Está com dificuldades ou tem dúvidas sobre como gerenciar o blog da sua empresa? Temos o post ideal! Confira o que é Content Management System e saiba como fazer a gestão dos seus conteúdos!

comments powered by Disqus