mobile marketing

Veja como evitar os 5 erros mais comuns do Mobile marketing

O smartphone modificou para sempre a forma como as pessoas interagem com informação online.

O smartphone modificou para sempre a forma como as pessoas interagem com informação online.

De acordo com pesquisas da área, o celular já ultrapassou o computador como principal meio de acesso à internet no Brasil.

Além disso, a expectativa é que, até 2017, existam 236 milhões de smartphones no país.

Tudo isso representa gigantescas oportunidades para as marcas se destacarem pelo mobile marketing, bastando acertar na estratégia.

Por mais que esse universo traga diversas possibilidades, alguns erros graves podem comprometer o sucesso de quem não se planejar adequadamente.

Que tal se livrar da possibilidade de problemas? Veja os 5 erros comuns do mobile marketing e como evitá-los:

1. Trabalhar sem foco

É necessário ter motivos sólidos para tudo o que é feito no mobile marketing, ou você corre o risco de não ter os resultados esperados.

Por exemplo, é bastante comum as empresas correrem para criar apps só porque seus concorrentes também possuem, mas, por conta da pressa, acabam abrindo mão de um planejamento para tal.

O mesmo vale para publicidade mobile: feita sem estratégia, dificilmente terá sucesso.

2. Criar anúncios grandes demais

Na maioria das vezes, o mobile marketing é direcionado para aparelhos com telas pequenas. Portanto, evite investir em mídia que tenta chamar a atenção do público com anúncios que ocupam todo o espaço.

Lembre-se da importância de sempre proporcionar a melhor experiência de usuário possível, inclusive na publicidade. Do contrário, a rejeição fará com que você perca acessos e visualizações, por maiores que sejam.

3. Não otimizar o conteúdo

Adaptar o seu material para ser exibido em múltiplos tipos de aparelho é o mínimo que você deve fazer para buscar bons resultados nesta área.

Certifique-se de que os elementos da sua publicidade não sejam pesados demais para serem carregados em conexões de dados convencionais, já que nem sempre seu público estará no Wi-Fi.

E mais: apesar de o mobile marketing ser quase sempre associado a smartphones, a categoria também inclui tablets.

4. Abrir mão de personalizar

Uma tendência tão forte quanto o próprio mobile marketing é a personalização. As pessoas não são mais impactadas por publicidade genérica: elas querem se sentir valorizadas, como se as marcas falassem somente com elas.

Ao desenvolver sua estratégia, busque oportunidades para tornar a experiência única para cada um, aproveitando as possibilidades da tecnologia.

A maioria das plataformas digitais de mídia é capaz de encontrar pessoas em perfis específicos, basta criar conteúdo especialmente para eles.

5. Não acompanhar os resultados

Tão importante quanto ter os seus objetivos bem definidos é se certificar de que eles estão sendo atingidos no mobile marketing.

Em um ambiente dinâmico como o digital, é possível acompanhar em tempo real o sucesso ou o fracasso das suas iniciativas.

A partir daí, é possível fazer os ajustes necessários: seja para melhorar o que está bom ou corrigir o que não está adequado. Sem esse acompanhamento, você fica no escuro e dificilmente atinge seu foco.

Tudo pronto para começar a obter melhores resultados com o mobile marketing? Quando aplicado da forma adequada, ele pode trazer múltiplas possibilidades inéditas para a sua marca, já que o uso de aparelhos móveis cresce a passos largos no Brasil e no mundo.

Alinhe as tendências globais à realidade da sua empresa e comece a aproveitar os benefícios.

Essas dicas ajudaram você a acertar mais no mobile marketing? Compartilhe o post com seus colegas nas redes sociais!

Post feito pela equipe da Ilhasoft.