empreendedora estudando sobre miopia em marketing

">

O que é a miopia em marketing e como ela afeta os resultados da empresa?

Quer entender tudo sobre o conceito de miopia em marketing? Separamos um conteúdo completo para te auxiliar e explicar tudo sobre o tema!

Uma visão pequena e de curto alcance pode ser o início da derrocada de muitas empresas que não se atentam à escalada do negócio. Essa visão curta é conhecida como miopia em marketing, o que, em última análise, tem suas ações voltadas para o produto e não para o valor das soluções que entrega ao cliente e ao mercado consumidor.

O que é miopia em marketing?

A miopia em marketing é um conceito criado pelo economista estadunidense Theodore Levitt para descrever um problema enfrentado pela maioria das empresas em determinado momento.

A expressão significa uma visão voltada para o produto e não para a essência do negócio. A questão é que quem sofre desse mal costuma enxergar um mercado saturado, quando na verdade o problema é interno e está ligado a questões administrativas — como falta de entendimento do setor, foco no produto, conhecimento das necessidades do cliente e falta de comunicação e visão abrangente.

A definição mais concreta é a falta de clareza sobre o setor de atuação da empresa e a prioridade pelo produto e não pela solução que ele oferece.

Como a miopia em marketing afeta os resultados?

Em um primeiro momento, o marketing expansivo pode parecer bom e gerar resultados satisfatórios para a empresa, mas com as mudanças substanciais que são consequências das novas alternativas tecnológicas e do mercado, as soluções vão mudando e, consequentemente, obrigando o empreendedor a manter um produto que atenda às necessidades do consumidor.

Isso quer dizer que o campo de atuação deve sempre estar relacionado à solução de problemas para determinado setor e não para o produto simplesmente. Se isso acontecer, assim que o produto deixar de ser interessante — do ponto de vista da necessidade e da importância para um setor —, os resultados cairão substancialmente.

Qual é o impacto da miopia em marketing no sucesso das vendas da empresa?

Simples: a partir do momento que o produto deixar de solucionar problemas para o consumidor e perder espaço para outro que oferece uma solução mais rápida e concreta, a tendência das vendas é diminuir a cada ciclo. Agora, caso esteja preparada para as mudanças, a empresa logo vai se adaptar e voltar suas ações para resolver as necessidades do mercado.

Assim, as vendas continuam normais. O que muda é o produto, e nunca o setor de atuação.

Tomemos como exemplo uma pequena loja que vende computadores e outros produtos de informática. Normalmente o empreendedor considera seu negócio como sendo apenas uma loja de informática, quando, na verdade, é uma empresa que oferece soluções em tecnologia.

A falta de uma análise correta leva as empresas a se perderem na liderança ineficaz, nos ruídos na comunicação com o cliente e no desconhecimento da concorrência e do mercado.

Quais são os malefícios gerados pela miopia em marketing?

Além dos elementos já citados, existem outros grandes malefícios gerados pela miopia em marketing. Uma visão imediatista pode incorrer nos seguintes erros:

1. Má definição do público

Uma visão pouco ampla do negócio, no sentido de inovação, levará o empreendedor a crer na possibilidade de um público comprador de computadores e não de amantes da tecnologia. Hoje mesmo, uma loja que vende apenas computadores dificilmente conseguirá muito sucesso no mercado, pois a tecnologia móvel vai demonstrando uma versatilidade incrível.

Além disso, outra dificuldade é delimitar o público pelo simples fato de que todos podem comprar computadores, mas quem vai comprar nessa ou naquela empresa ainda é uma incógnita. Fica muito mais fácil oferecer soluções em tecnologia quando se estabelece limites entre as necessidades. Homens de 15 a 30 anos possuem necessidades diferentes de mulheres na mesma faixa etária quando o assunto é tecnologia.

Veja que a miopia em marketing impede a empresa de estabelecer uma conectividade entre as futuras necessidades do público para focar na utilidade do produto. Não importa quanto o produto seja útil: se não existirem compradores, não há negócios.

2. Falta de um diferencial competitivo

Se duas empresas oferecem o mesmo produto, é preciso algum destaque para chamar a atenção do mercado consumidor — e isso significa ter um diferencial competitivo. Não se trata apenas de melhor atendimento ou do menor preço, pois o primeiro é um pré-requisito e o segundo diminui o valor do seu produto e tende a prostituir o mercado.

O diferencial se encontra na visão aprofundada sobre o que o negócio pretende oferecer quando falamos de soluções. Por que vender livros se é possível oferecer um aprendizado mais amplo por meio da leitura?

3. Análises superficiais ou errôneas

Um mercado pode perder espaço simplesmente por não fazer uma análise aprofundada e correta. Isso acontece constantemente quando a miopia em marketing comanda as ações.

Ao olhar para o produto é possível obter a falsa ideia de que qualquer pessoa pode adquiri-lo, mas em contrapartida não verificar a possibilidade desse público crescer e se fidelizar a partir das soluções oferecidas.

4. Incertezas perante o futuro

Se o foco é sempre o produto e isso implica em promoções diárias, liquidações e demais processos de marketing direto, o futuro estará em constante incerteza. Não se pode fazer uma projeção de crescimento se não houver clareza sobre o que se está oferecendo para o consumidor.

5. Falta de entendimento das ações da empresa

Assim que uma crise surgir para o produto ofertado, seja por uma baixa nas vendas ou por uma substituição por outro produto mais apropriado, o processo de falência se inicia, pois não há conhecimento sobre quais ações devem ser priorizadas nesses momentos. Descobrir o que fazer para se reinventar é um processo que demanda tempo e constância.

Para crescer sempre é preciso fazer certo desde o começo e entender o objetivo do negócio. Isso passa pela definição do público-alvo, pela análise correta do setor de atuação, a compreensão das ações a serem tomadas, a criação de diferenciais e pela congruência entre o presente e o futuro.

Caso aconteça a miopia em marketing, não importa qual é o impacto de uma campanha, ela sempre se fará necessária para o lançamento de novos produtos e isso vira um ciclo vicioso.

Para ajudar no entendimento sobre esse e demais conceitos de marketing, leia este artigo e continue buscando o crescimento adequado para a sua carreira de empreendedor!