Entrevista com fundador do Videolog, concorrente brasileiro do Youtube

Entrevista com fundador do Videolog, concorrente brasileiro do Youtube

747
3
SHARE

Edson Mackeenzy (Mack) é empreendedor e fundador do Videolog.tv, co-autor do Livro “Internet – O Encontro de 2 mundos”, vice-campeão do prêmio de empreendedorismo “Ovelha Negra dos Negócios” promovido pela Revista ResultsON.

Edson MackeenzyVideolog.tv

Como foi o processo de criação do Videolog?
Videolog.tv começou a operar em maio de 2004 e surgiu da necessidade de dar mais velocidade à entrega de nossas produções.

Na época tínhamos uma produtora e o custo com a logística inviabilizava muitos negócios. Resolvemos, então, criar um serviço que pudesse atender à nossa empresa e aos nossos amigos. O serviço deu tão certo que no primeiro mês tivemos 30 mil usuários, o que nos obrigou a transformar o pequeno serviço em um negócio apenas dois meses depois.

Qual foi a reação de vocês quando souberam que o Youtube havia sido comprado pelo Google por infinitos milhões de dolares?
Vamos por algumas coisas nos eixos… O Dinheiro do Google não é “Infinito”.

O valor declarado publicamente foi de US$ 1.4 Bi e apenas uma pequena parte em dinheiro e ações do Google. A maior parte foi pra pagar rombos no caixa.

Não é demais lembrar que eles são uma companhia deficitária que gasta 1/3 de seu valor de compra em prejuízo e o Eric Schmidt, declarou a alguns meses sob julgamento que pagou US$ 1 bi a mais do que os conselheiros indicaram.

Tendo essas informações nós pensamos que foi um movimento arriscado e o único jeito de não quebrar com esta aquisição aquisição seria fazendo muito barulho. E nisso eles são muito bons! Agora, será que eles continuariam de pé sem investimento nenhum? Nós estamos conseguindo.

O Youtube é conhecido por gastar muito e ter pouca receita, o Videolog é lucrativo. Qual a diferença entre os 2 modelos?
Temos uma gestão participativa, todos os nossos colaboradores estão diretamente envolvidos com o sucesso do Videolog.

Temos alianças muito fortes com grandes instituições privadas como o UOL, públicas como o Altex/Seprorj e não governamentais como a Endeavor. Alem disso nosso trabalho de planejamento é fortíssimo e nossa comunidade nos orienta sobre suas necessidades, focamos apenas nisto para desenvolver todas as nossas novidades.

Mesmo com tantos concorrentes, o Videolog continua crescendo cada vez mais. A qual fator você atribui esse sucesso do Videolog?
Nosso crescimento é acima da média de mercado, nossa audiência segundo o Ibope cresceu 112% em comparação 2008 x 2009. Acredito que este resultado se dá com o trabalho de envolvimento com nossa comunidade.

Dia 7 de janeiro fizemos uma reunião com 20 usuários do Rio, no início de março fizemos um evento maior para 300 pessoas e agora estamos nos organizando para fazer um congresso internacional sobre vídeo, somente para discutir o tem de marketing em vídeo.

Qual sua dica para o empreendedor que quer ver seu produto/serviço sendo usado por um grande número de pessoas na internet brasileira?
O meu mantra é: Organização, criatividade e pró atividade. Isso quer dizer que organizado você se torna mais criativo e pode fazer mais e melhor, sem medo de dar o primeiro passo ou de gastar além do necessário.

Sabemos que vocês foram grandes aliados do COB na conquista dos jogos olímpicos para o Rio de Janeiro em 2016. Quais são os próximos passos tendo em vista os grandes eventos que estão por vir?
Cada vez mais estamos inspirando pessoas a compartilhar sua cultura. Estamos caminhando na direção de ser o maior banco de dados colaborativo de vídeos do Brasil. Para nós isso já vale muito hoje, mas no futuro, com toda a ascensão que nosso país esta conseguindo, isso valerá muito mais.

Perceba que 2 coisas muito enfatizadas pelo Mack foram: tornar-se referência na sua área e ouvir o cliente, isso faz muita diferença pra quem quer ter sucesso na internet. Pensando nisso, recomendo 2 posts:

Você pode entrar em contato com o Mack e o pessoal do Videolog pelo Empreendemia:

Vale a pena ler de novo: Como conheci meu sócio, a história dos fundadores do Videolog.

  • Anonimo

    Pra entrevista com o fundador do videolog a entrevista podia ser em vídeo, não? Maior trampo ter que ler tudo isso….

  • Lubally Irish

    Respeito as palavras do fundado do videolog, que até então eu não conhecia, vim conhecer hoje, ao acidentalmente escrever “videol” no lugar de “Video”, mas acho muito engraçado querer falar da google, bla bla, “os caras gastam mais do que ganham e etc.”, o youtube está no mundo inteiro, a onde você vá, verá o youtube, é usado para exibir eventos super importantes, e é só uma das ferramentas da google, se a google fosse de fato “Quebrar”, creio que isso já teria acontecido há muito tempo atrás, assim como falaram da Microsoft e outras. Estou enganado, ou esse “videolog” está incorporado no R7(Rede Record) do nosso queridissimo e “honestíssimo”, Bispo Macedo?

  • Nilton Marcos

    Com certeza o Videlog é melhor do que o Youtube, por isso está aí no mundo todo, em publicidades de filmes famosos, no top of the mind das pessoas hahahahahaha

    Coitados. Cara, sinceramente, dá até pena desses caras. Um pouco de humildade faz bem,viu?