maiores empreendedores do mundo

9 lições que os maiores empreendedores do mundo nos ensinaram

Não faltam exemplos de pessoas inspiradoras que alcançaram o topo. Mais do que analisar o legado financeiro e de poder que elas construíram, podemos aprender lições práticas, que foram praticadas de maneira obstinada e colaboraram diretamente para a visão de suas corporações e a forma com que reinventaram seus mercados e até mesmo o mundo onde vivemos.

Não faltam exemplos de pessoas inspiradoras que alcançaram o topo. Mais do que analisar o legado financeiro e de poder que elas construíram, podemos aprender lições práticas, que foram praticadas de maneira obstinada e colaboraram diretamente para a visão de suas corporações e a forma com que reinventaram seus mercados e até mesmo o mundo onde vivemos.

Como em toda lista, aqui serão cometidas injustiças, já que centenas e até mesmo, milhares de empresários trazem lições empreendedoras de grande valor para todos que iniciam uma empresa ou lutam para fazê-la crescer.

Estée Lauder: Qualidade do produto, do atendimento ao consumidor e uso de amostras grátis

maiores empreendedores do mundo: Estee Lauder

Muitas listas de empreendedores de destaque esquecem das mulheres entre seus representantes. Para quebrar esse retrospecto, vamos começar lembrando de uma das mulheres não herdeiras mais ricas do mundo.

Entre as marcas do grupo dessa “rainha da beleza”, potências que se destacam até hoje como a marca que recebe seu nome, a Clinique e a MAC Cosmetics.

Sem trocadilhos, a fórmula de sucesso da cosmetologista americana pode ser utilizada em qualquer segmento de negócio que comercialize algum item de consumo: tenha um produto muito bom, treine sua equipe para atender com excelência e distribua amostras grátis para que os clientes percebam toda sua qualidade.

Jorge Paulo Lemann e seus sócios: Faça empresas crescerem gastando o mínimo possível

maiores empreendedores do mundo: Jorge Paulo Lemann

Quem na história foi capaz de ser surfista, jogar tênis em alto nível disputando até o Grand Slam de Wimbledon e a Copa Davis, estudar em Harvard, ter sido banqueiro e muito provavelmente o maior protagonista brasileiro em negócios globais? Jorge Paulo Lemann é a improvável resposta.

O carioca descendente de suíços, na companhia de seus sócios, foi dono do Banco Garantia, responsável pela criação da Ambev e posteriormente AB Inbev, onde colecionou algumas das maiores marcas de cervejas do mundo, assumiu o controle de ícones americanos e canadenses como o Burger King, Heinz, Kraft Foods e Tim Hortons.

Em todos esses casos, repetiu a mesma estratégia: um choque de gestão orientado aos resultados e a meritocracia, a sinergia máxima entre as empresas que fundiu e a baixíssima tolerância ao desperdício.

Ray Kroc: Nunca é tarde para se reinventar

maiores empreendedores do mundo: Ray Kroc

Ame-o ou odeio-o, o McDonald´s é muito mais do que um negócio de sucesso. Tem uma grande influência cultural e é um dos maiores símbolos americanos espalhados pelo mundo.

Ray Kroc, não foi o seu fundador, já que adquiriu a então pequena lanchonete de San Bernardino (California) dos irmãos McDonald. Kroc na época era um vendedor de máquinas de milk shake e reinventou sua história aos 52 anos, transformando o negócio local em um sucesso mundial.

Outro legado importante na sua trajetória é o foco total no cliente, já que sempre acreditou que “se você cuidar do seu cliente, o seu negócio irá se cuidar sozinho”.

Andrew Carnegie: Tenha uma equipe extremamente competente

maiores empreendedores do mundo: Andrew Carnegie

Um dos maiores industriais de todos os tempos, o controverso filantropo e rei do aço, no distante século XIX, já percebia a importância da educação. Inclusive, alguns atribuem a ele, a célebre frase: “cerque-se de pessoas que são mais espertas que você.”

Carnegie além de consagrar seu nome no mundo dos negócios, foi o responsável por fundar ou financiar grandes templos da educação e da cultura, como o embrião da Universidade Carnegie Mellon e a sala de espetáculos Carnegie Hall em Nova Iorque.

Steve Jobs: Transforme consumidores em evangelistas

maiores empreendedores do mundo: Steve Jobs

A Apple provavelmente é a empresa que mais conseguiu tirar vantagens no fato de ter consumidores satisfeitos e que se encarregam de divulgar os produtos que adoram.

Muito disso pode ser creditado à Jobs, que por mais de uma vez reinventou seu negócio. Seu foco no design, na facilidade de uso e em prever o que as pessoas precisam ou querem foi fundamental para a empresa sair do papel de um fabricante de computadores com dificuldades financeiras e se tornar um gigante dominante em mercados que reinventaram a forma que as pessoas se comunicam, consomem música e vídeos.

Brownie Wise: Encontrando as circunstâncias certas para vender

maiores empreendedores do mundo: Brownie Wise

Wise foi a responsável por difundir o sistema de vendas “party plan” e revolucionar a cultura corporativa que consagrou a Tupperware, onde ocupou o cargo de Vice-Presidente.

O método “party plan” consiste em promover eventos sociais, onde também são ofertados produtos. O formato é muito utilizado principalmente para itens de apelo feminino e em geral utilizam marketing multinível, o que garante que sempre existam novas anfitriãs.

Brownie Wise foi ainda a primeira mulher a figurar na capa da revista americana Business Week.

Jeff Bezos: Visão de longo prazo

maiores empreendedores do mundo: Jeff Bezos

Bezos e sua Amazon são exemplos de foco e visão de longo prazo. Desde o início da companhia, o objetivo do executivo foi o crescimento e lançamento de novos produtos e serviços, mesmo que isso significasse abrir mão de lucros no curto prazo.

A estratégia vem se mostrando acertada, com a empresa que nasceu como uma livraria online se transformando no maior representante do e-commerce global e atingindo novas áreas como o entretenimento, a hospedagem em nuvem e o constante teste de novos serviços.

Sam Walton: Venda pelo menor preço possível

maiores empreendedores do mundo: Sam Walton

Sam Walton é o fundador do Walmart, o maior varejista do mundo. Sua obsessão por conquistar o consumidor oferecendo o menor preço é uma parte consolidada na cultura organizacional da empresa, mesmo após mais de 20 anos de sua morte.

Para chegar ao menor preço, o Walmart além de passar por polêmicas, precisa ser extremamente eficiente em cortar custos, muito produtivo em todas as atividades logísticas e não parar de escalar. Se a margem de preço foi afetada, a solução será ter um volume cada vez maior.

Bill Gates: Encontre o negócio certo

maiores empreendedores do mundo: Bill Gates

Gates expandiu rapidamente a sua representatividade de mercado, quando em 1981 comprou o software de uma empresa de Seattle por US$ 75,000 para solucionar uma necessidade da IBM de um sistema operacional de 16 bits.

A solução era mais rápida e mais barata do que desenvolver um novo produto do zero na própria Microsoft. Esse produto viria a se tornar o MS DOS e seu autor se juntou à companhia.

Você lembra de outras lições valiosas de pessoas que fizeram história? Compartilhe com a gente.

Escrito por Rafael Urbach, co-fundador da Mundo dos Exames, startup que ajuda pacientes a entenderem seus exames diagnósticos e encontrar os melhores lugares para realizá-los, utilizando ou não um plano de saúde.